Entrevista

Girafales critica Quico e Chiquinha de Chaves: 'Tenho pena deles'

Reprodução

O ator Rubén Aguirre, intérprete do Professor Girafales da série Chaves, em entrevista à rede Telemundo - Reprodução

O ator Rubén Aguirre, intérprete do Professor Girafales da série Chaves, em entrevista à rede Telemundo

PAULO PACHECO - Publicado em 28/10/2014, às 19h46

Recuperado após duas semanas de internação em um hospital na Cidade do México, o ator Rubén Aguirre, o Professor Girafales da série Chaves, criticou os ex-colegas Carlos Villagrán, o Quico, e Maria Antonieta de las Nieves, a Chiquinha, por continuarem trabalhando mesmo com a idade avançada. Aos 80 anos e aposentado, o intérprete de Girafales revelou à rede hispânica Telemundo, nesta terça-feira (28), que sente pena dos antigos companheiros. 

"Deus me livre [voltar a trabalhar], já estou aposentado. Se meus companheiros seguem trabalhando é porque precisam de dinheiro, algum problema devem ter ou estão acumulando. Mas tenho pena de Maria Antonieta [de las Nieves, a Chiquinha], Quico, que até hoje seguem trabalhando. Algo acontece com eles que não se resignam ao dizer 'acabou'. Seguem, seguem, seguem acumulando para os genros (risos) ou para quem seja, não entendo isso", disse Aguirre.

Carlos Villagrán, 70 anos, chegou a anunciar a aposentadoria em 2013, mas voltou atrás e continua fazendo shows como Quico. Em outubro, se apresentou em São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. Maria Antonieta de las Nieves, 63 anos, sofre de fibromialgia e problemas cardíacos. Mesmo assim, anunciou uma turnê pela América do Sul em novembro.

A entrevista com o Professor Girafales, gravada na última sexta-feira (24) para o programa Al Rojo Vivo, foi a primeira do comediante após ter deixado o hospital. Em agosto, foi internado com desidratação, anemia e fraqueza nas pernas. Diabético e com os rins comprometidos, também foi diagnosticado com depressão profunda e prefere ficar isolado em Puerto Vallarta, cidade litorânea do México, onde mora.

Rubén Aguirre em cadeira de rodas durante gravação para a Telemundo (Reprodução/Twitter)

Aguirre ainda tem sequelas de um acidente automobilístico que sofreu em 2008 e fez a mulher dele, Consuelo, amputar a perna direita. Embora esteja fisicamente quase inválido, o ator continua lúcido e não se lamenta pelos problemas de saúde.

"Operei a coluna vertebral. Colocaram placa, quatro parafusos, tenho dificuldades para caminhar. Trabalhei desde os 13 anos anos e agora me vejo diminuído, mas também entendo que tenho 80 anos e que a vida não pode ser igual sempre, tem que haver etapas e agora estou limitado. Não me amargo", afirmou o ator.

Professor Girafales contou que após ter deixado o hospital, fez um pacto com Roberto Gómez Bolaños, 85 anos, criador e intérprete de Chaves, que tem dificuldades de locomoção e problemas respiratórios. Os dois são os integrantes mais velhos do elenco remanescente da série. Entretanto, ele admite ser "muito difícil" cumprir o acordo com o ex-companheiro.

"Fizemos uma promessa muito difícil de cumprir, de nos vermos logo. É muito difícil, porque ele vive em Cancún e eu em Porto Vallarta", lamentou.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook