Estreia hoje

Funkeiros vão apimentar e 'causar' nos novos episódios de Trair e Coçar

Fotos Juliana Coutinho/Multishow

Bento Ribeiro (Neco) e Pedro Monteiro (Tulio) são os novos personagem de Trair e Coçar, do Multishow - Fotos Juliana Coutinho/Multishow

Bento Ribeiro (Neco) e Pedro Monteiro (Tulio) são os novos personagem de Trair e Coçar, do Multishow

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 14/08/2015, às 18h03 - Atualizado em 17/08/2015, às 04h55

Dois funkeiros cheios de malandragem invadem a segunda temporada de Trair e Coçar É Só Começar, a partir desta segunda-feira (17), no canal Multishow. Neco (Bento Ribeiro) e Tulio (Pedro Monteiro) têm a missão de gerar novos conflitos no humorístico e tornar a história mais moderna e apimentada. Eles vão morar na cobertura em cima do apartamento de Inês (Márcia Cabrita). No primeiro episódio, o público descobrirá que Eduardo (Cássio Scapin) teve uma morte tragicômica ao visitar a represa da Cantareira, em São Paulo, com duas suecas. Eles caíram de um penhasco no volume morto quando faziam uma selfie. 

Márcia Cabrita diz que a mudança no elenco traz possibilidades novas para a série. Sua personagem, por exemplo, vai sensualizar mais nas atitudes e nos figurinos. "Eu estou mais vadia, atrevida", comenta a atriz. Ela afirma que os novos personagens trouxeram agilidade para o humorístico, que é inspirado na peça de teatro homônima de 1986.

No entanto, a nova temporada mantém intacta a função de Olímpia (Cacau Protásio), a protagonista da trama. A empregada trabalha nas duas casas, o apartamento de Inês e agora na cobertura onde Neco e Tulio vão morar. Ela cria grande parte dos conflitos. Trai os patrões e também tenta reverter as confusões que gera. 

Caetano Caruso, filho de Marcos Caruso que é autor da peça e dos roteiros da série, afirma que a chegada dos funkeiros ao programa é para renovar e dar fôlego. Na primeira temporada, ele dirigiu e escreveu os textos. Desta vez, assumiu a direção-geral da atração, carregando o peso de dar continuidade a um trabalho que é considerado um "patrimônio" em sua família.

"Os pilares da peça continuam, como os conflitos que Olímpia gera, os desencontros entre os personagens e a busca do que é o trair. Sempre tem uma pequena traição acontecendo em cada episódio", diz o diretor.

O humor leve, sem palavrão e apelo sexual, também continua como fio condutor dos novos 19 episódios. "O Neco é um funkeiro que está chegando do Morro do Adeus, no Rio, e aluga o apartamento da Inês para viver com seu parceiro Tulio. A chegada dessa nova dupla deixa o programa mais popular", adianta Caruso.

Com a entrada dos dois, o programa terá triângulos amorosos, novas traições de amizade e amorosas. Além disso, o perfil deles busca atingir um público mais jovem, com temas mais atuais. Tem um episódio em que a Inês entrará no Tinder (aplicativo de relacionamentos) e conhece um garotão. Em outro, Neco será vítima de uma garota que tentará dar o golpe da barriga. 

Cacau Protásio (Olímpia) e Márcia Cabrita (Inês) em cena de episódios da segunda temporada 

Cacau Protásio conta que o programa está mais solto. "Quando montam uma atração, a gente teme o que pode fazer, o que funciona. Agora, a gente já sabe o que diverte o nosso público", diz. Para a atriz, o segredo desse formato é a identificação que a personagem, uma empregada doméstica, gera. "É muito bom representar uma classe que ganhou mais respeito nos últimos anos. Antes, elas ficavam no cantinho, só servindo e limpando. Isso mudou, a Olímpia mostra que as empregadas têm voz", discursa.

Gorete Milagres, que faz a Zilda, afirma que tudo foi uma grande experiência na primeira temporada. Para ela, agora os personagens se aprimoraram no tipo de humor que o programa propõe, que é para toda família. "A Zilda está mais assanhada. Mesmo casada com o Joel [Vinícius Marins], ela viverá dando em cima do Tulio", conta Gorete. 

A humorista diz que o Trair e Coçar é um programa pensado para agradar a todo tipo de público, mesmo quem gosta de um humor mais ácido. "Essa é a minha praia. Não é humor negro, pesado, mas faz qualquer pessoa rir de uma forma ou de outra. O retorno da plateia é um ótimo termômetro. Por isso, a gente sabe que está agradando", diz. 

Trair e Coçar É Só Começar irá ao ar de segunda à sexta, às 22h30, no canal Multishow.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que jornalista está fazendo o melhor trabalho durante a pandemia?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook