Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NO SP1

Fabio Turci escancara racismo vivido por cinegrafista da Globo: 'Tem que refletir'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Fábio está em frente ao fundo em que aparece a avenida movimentada e um prédio; ele usa terno cinza e gravata roxa; ele está de boca aberta

Fabio Turci no SP1 desta quinta-feira (14); jornalista relatou caso de racismo vivido por cinegrafista

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 14/1/2021 - 15h22

O jornalista Fabio Turci contou que Itamar, cinegrafista da Globo, foi vítima de racismo por diversas vezes. O âncora compartilhou a situação com os telespectadores após se revoltar com mais um caso de preconceito, que aconteceu em Santos, no litoral paulista. "A gente tem que refletir", alertou ele no SP1 desta quinta-feira (14).

Depois de noticiar o caso do jovem que foi abordado pela polícia porque, segundo o oficial, tinha "cara de ladrão", Turci usou dois relatos de preconceito vivenciados pelo operador de câmera do jornal para ilustrar sua revolta com a situação. 

"Vou contar uma história para vocês. Um amigo meu --que está aqui no estúdio, é um dos operadores de câmera do SP1, o Itamar-- um dia foi parado pela polícia porque estava dirigindo um carro bacana, da família dele. E o policial com a arma na mão perguntou o que ele estava fazendo no carro. O mesmo Itamar um dia foi perseguido por seguranças de um shopping center, inclusive viu um deles chamando reforço. Ele tinha ido sacar dinheiro no shopping center", contou. 

Turci finalizou o assunto ressaltando que pessoas brancas desconhecem situações como as narradas por ele, já que não são vítimas de racismo. "Essas coisas acontecem, nem sempre tão claramente, com alguém dizendo o porquê elas estão acontecendo, mas acontecem. A gente que é branco não sabe, porque não acontece com a gente", completou.

Assista ao vídeo a seguir:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?