Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Legendário

Em conflito na Record, Mion se oferece para Globo, mas é esnobado

Reprodução/Instagram

Marcos Mion e Deborah Secco em cena da peça Mais Uma Vez Amor; atriz levou projeto para a Globo - Reprodução/Instagram

Marcos Mion e Deborah Secco em cena da peça Mais Uma Vez Amor; atriz levou projeto para a Globo

DANIEL CASTRO

Publicado em 7/4/2015 - 6h21

Com contrato na Record até meados de 2018, Marcos Mion se ofereceu para a Globo. Por meio da atriz Deborah Secco, com quem dividiu uma peça de teatro, o apresentador propôs ao diretor Ricardo Waddington comandar um programa de humor voltado para o público jovem. A Globo, no entanto, não se interessou pelo projeto.

Na Record, Mion está em atrito com o departamento comercial. Adepto do fisioculturismo, rejeitou recentemente fazer merchandising de um produto alimentício que não considera saudável. Mion também teria demonstrado insatisfação com o programa que comanda, o Legendários. O apresentador nega ter sondado a Globo e afirma estar feliz na rede de Edir Macedo.

Mion, que começou a carreira artística na Globo, em 1999, no seriado Sandy & Júnior, atuou com Deborah Secco na peça Mais uma Vez Amor, no final do ano passado. Na comédia romântica, os dois interpretaram um casal que se ama, mas que têm seus respectivos parceiros.

Segundo uma alta fonte na Globo, Deborah fez a ponte entre Mion e Ricardo Waddington, um dos novos chefes da área de Entretenimento da emissora. Waddington, no entanto, não considerou correto negociar com um artista contratado de outra emissora. Ele divide com J.B. Oliveira, o Boninho, o comando artístico dos programas de auditório do final de semana, como o Caldeirão do Huck, Altas Horas e Domingão do Faustão.

Ex-MTV, Mion assinou contrato com a Record no final de 2009 para comandar um programa de humor nas noites de sábado. O projeto não vingou, e o Legendários foi transformado em um programa de auditório, baseado em quadros e musicais. Todo o elenco de humoristas e apresentadores que ele levou para a Record (como o grupo Hermes e Renato e o músico João Gordo) já foi dispensado.

Procurado pelo Notícias da TV por e-mail, Mion diz que a abordagem a Ricardo Waddington "nunca aconteceu". Sustenta que Deborah Secco nunca falou dele para Ricardo Waddington. "Não estou nem um pouco insatisfeito na Record, muito pelo contrário", afirma.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou dos participantes do BBB21?