Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

O GRANDE DEBATE

Dispensado da CNN, Marcelo Feller reafirma críticas a Bolsonaro: 'Genocida'

REPRODUÇÃO/CNN

O advogado Marcelo Feller com terno em O Grande Debate

O advogado Marcelo Feller durante o quadro O Grande Debate na CNN:críticas ao presidente

REDAÇÃO

Publicado em 18/7/2020 - 20h44

Marcelo Feller abriu o jogo nas redes sociais sobre a sua dispensa na CNN depois de apenas cinco edições do quadro O Grande Debate. O advogado reafirmou as suas críticas ao governo de Jair Bolsonaro durante a atração, as quais renderam discussões acaloradas com Caio Coppolla. Ele voltou a classificar na noite deste sábado (18) como "genocida" a postura do presidente na condução da pandemia de coronavírus (Covid-19).

"Agradeço imensamente as mensagens de apoio pela minha atuação na CNN e pela minha fala crítica e verdadeira sobre este governo autoritário. Recebi muitas mensagens acolhedoras de amigos, colegas, advogados, jornalistas e parlamentares de diferentes partidos", agradeceu ele em seu Twitter.

Ele afirma que se sentiu aliviado ao receber apoio de pessoas tão distintas em um momento que avaliou como de intimidação e ameaças à democracia."É reconfortante saber que não estou sozinho e luto ao lado de pessoas tão incríveis", ponderou.

O especialista em leis ainda fez questão de frisar que não foi o primeiro e o único a apontar que o presidente seria "politicamente um genocida". "As suas ações e omissões teriam contribuído diretamente para a morte de milhares de brasileiros", argumentou.

Feller ainda disse que espera que as acusações contra o chefe de Estado sejam investigadas na corte de Haia, na Holanda. "Agora quem fala é o Tribunal Penal Internacional, que confirmou o recebimento de três denúncias contra Bolsonaro por supostas práticas de crimes contra a humanidade ao negligenciar o combate ao Covid-19", concluiu o debatedor.

Fora do ar

A dispensa de Marcelo teriam sido motivada por algumas de suas declarações na atração da CNN sobre a omissão de Jair Bolsonaro na gestão da saúde pública, um dos fatores que apontados como crucial para o elevado número de mortes no país. Coppolla, reconhecido defender do presidente, se revoltou com o posicionamento.

O youtuber afirmou que o advogado estaria acusando em rede nacional o líder do poder executivo de ser assassino por omissão. Feller, sem meias palavras, afirmou que considera Bolsonaro "absolutamente omisso".

Veja o posicionamento de Marcelo Feller nas redes sociais

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?