BEM AMIGOS?

De bronca a xingamentos: Relembre as tretas da imprensa esportiva em 2018

REPRODUÇÃO/SPORTV E BAND

Galvão Bueno e Neto foram protagonistas de desentendimentos com outros colegas da imprensa esportiva - REPRODUÇÃO/SPORTV E BAND

Galvão Bueno e Neto foram protagonistas de desentendimentos com outros colegas da imprensa esportiva

REDAÇÃO - Publicado em 26/12/2018, às 04h52 - Atualizado em 31/12/2018, às 13h16

Os programas esportivos adoram criar uma polêmica entre os seus comentaristas. O problema é que, muitas vezes, as discussões passam do ponto. Sem contar quando as brigas saem da televisão e partem para as redes sociais. Neto, da Band, ficou irritado com a opinião de Paulo César Vasconcellos em uma transmissão do canal Premiere e resolveu mandar um recado em vídeo para o jornalista: "Vai chupar uma rola". 

Já Galvão Bueno, enquanto apresentava o Bem, Amigos, no Sportv, não gostou de ser interrompido por Roger Flores e deu uma bronca no colega. Também no canal de esportes do Grupo Globo, Juninho Pernambucano pediu demissão após dar uma declaração polêmica no programa Seleção Sportv. 

O Fox Sports é o canal que realmente gosta de um barraco. Quase que diariamente, seus comentaristas protagonizam discussões acaloradas. Em alguns casos, acontecem xingamentos pessoais, como no dia que Fábio Sormani chamou Flávio Gomes de "idiota". 

O Notícias da TV lembra cinco tretas marcantes na imprensa esportiva em 2018: 

Bronca de Galvão Bueno em Roger
Em uma edição de setembro do Bem, Amigos, no Sportv, Galvão Bueno começou a relembrar os times brasileiros que nunca foram rebaixados para a Série B do Campeonato Brasileiro. O narrador pediu ajuda caso deixasse passar algum clube na lista, quando o comentarista Roger Flores se antecipou e começou a lista antes.

"Deixa eu falar, e você me ajuda se eu falhar. Deixa eu dizer primeiro. Se eu falhar você fala "tem esse!", tá bom? E boa noite, Roger", disse Galvão, visivelmente irritado. Os telespectadores repercutiram o climão no Twitter: 

Neto xinga comentarista do Sportv 
O jornalista Paulo César Vasconcellos não gostou de uma comemoração de chororô que Vinicius Júnior, então atacante do Flamengo, fez após marcar um gol em um clássico contra o Botafogo no Campeonato Carioca, em fevereiro. O comentarista deu a sua opinião durante a transmissão da partida, no canal Premiere: "Comemoração desnecessária, uma provocação que não acrescenta nada". 

Neto, apresentador da Band, estava assistindo ao jogo em casa e publicou um vídeo pistola com o que o colega de imprensa disse. "Desnecessário é você falar, desnecessário é você [PC Vasconcellos]. Vai chupar uma rola! Sabe o que é difícil? Fazer um golaço, como o Flamengo fez e ganhou de 3 a 1. Isso que é difícil, porra. Fácil é falar: 'Olha, ele não pode fazer isso'. Vai lá fazer gol". Assista: 

Bate-boca sobre a Venezuela 
Especializado em barracos esportivos, o Fox Sports Rádio teve uma treta curiosa para um programa que se propõe a falar sobre futebol. Os comentaristas Fábio Sormani e Flávio Gomes trocaram xingamentos após opiniões divergentes sobre a situação econômica e humanitária da Venezuela.

Gomes dizia que a situação no interior do território venezuelano não era tão caótica quanto havia apontado Renato Gaúcho, técnico do Grêmio que tinha disputado uma partida no país. Sormani interrompeu o colega e começou com as ofensas. "Você vive bem. Eles não são que nem você que vive com 38 automóveis. O que é isso, rapaz? Ah, vai caçar sapo. Você é idiota", disse. Veja o vídeo: 

'Fala só você'
Edmundo e Paulo Vinícius Coelho, o PVC, discordaram sobre o aumento de média de público do Campeonato Brasileiro. No programa Expediente Futebol, do Fox Sports, exibido em setembro, o jornalista disse que os números eram os melhores dos últimos anos, mas o ex-jogador tentou rebater e foi interrompido pelo colega. 

"Tá bom, PVC… Fala só você. É mais fácil. Você não deixa ninguém falar. Você falou por meia meia hora e eu fiquei quieto!", reclamou Edmundo. Paulo Vinícius tentou seguir com o debate, mas não conseguiu. "Eu não quero mais falar! Eu não vou mais falar porque a última palavra é sempre a sua", reclamou o ex-atleta. O clima ficou pesado. Assista a um trecho da treta: 

Juninho Pernambucano pede demissão da Globo
Após dizer ao vivo, no Seleção Sportv, que os repórteres setoristas ganham mal e que são irresponsáveis porque têm relações com dirigentes dos clubes de futebol, Juninho Pernambucano fez com que o Grupo Globo se pronunciasse no mesmo programa por meio de nota, lida pelo apresentador André Rizek. 

"O Sportv não concorda com a opinião e nem com a generalização. Há bons e maus profissionais. Temos mais de 30 setoristas trabalhando no Grupo Globo e, a eles, toda a solidariedade", dizia um dos trechos do comunicado. 

Menos de duas semanas depois do ocorrido, no início do mês de maio, Juninho Pernambucano procurou a Globo, revelou que não sentia clima para seguir trabalhando na emissora e pediu demissão. 

Assista ao momento em que Rizek lê a nota da empresa: 

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está gostando de Amor de Mãe?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook