EM ALTA

Dança das cadeiras: Veja quem se deu bem e cresceu na Globo em 2018

FOTOS: REPRODUÇÃO/GLOBO

Patrícia Poeta, Otaviano Costa e Taís Araújo foram promovidos na Globo em 2018 - FOTOS: REPRODUÇÃO/GLOBO

Patrícia Poeta, Otaviano Costa e Taís Araújo foram promovidos na Globo em 2018

GABRIEL PERLINE - Publicado em 25/12/2018, às 06h11 - Atualizado em 30/12/2018, às 22h50

Em meio a diversas baixas em seu casting, sobretudo no departamento de Jornalismo, a Globo promoveu uma enorme dança das cadeiras em 2018 e expandiu o time de apresentadores no Entretenimento: promoveu atores, transferiu jornalistas e ampliou o espaço para alguns dos talentos que estavam subaproveitados na grade. 

Em alguns casos, como o de Tiago Leifert, houve uma overdose de exposição que acabou desgastando a imagem do apresentador.

Ele esteve à frente de quatro programas diferentes: começou o ano no Big Brother Brasil, passou ao Zero1, comandou o Central da Copa e encerrou 2018 na sétima temporada do The Voice Brasil.

Essa superexposição de Leifert e de outros nomes motivou a Globo a testar novos talentos no Entretenimento. No Jornalismo, profissionais de destaque foram alçados a desafios maiores. Confira quem se deu bem na dança das cadeiras deste ano:

Após dez anos no Esporte, Fernanda Gentil foi promovida ao Entretenimento. Ela se despediu do Esporte Espetacular há duas semanas, na edição de 45 anos do programa, e passará os próximos meses se dedicando a uma nova atração, ainda em sigilo. Seu bom posicionamento diante das câmeras, a capacidade de improviso e a alta aceitação perante o público a fizeram dar este salto na carreira.

Patrícia Poeta deixou o Jornal Nacional em 2014 na intenção de ter um programa solo, mas seu projeto foi engavetado e desde então ela está escondida no É de Casa. Em julho, ela teve sua primeira chance à frente do Encontro, retornando ao comando da atração em novembro, após ter o desempenho bem avaliado pela alta cúpula da emissora. Ela foi efetivada no posto de substituta de Fátima Bernardes.

Joaquim Lopes conseguiu contornar uma iminente demissão da Globo e ser alçado ao posto de salvador do Vídeo Show. Em 2017, com o contrato prestes a se encerrar, ele descolou um papel na novela Orgulho e Paixão e deixou o programa.

Neste ano, com a saída de Otaviano Costa, inúmeras tentativas foram feitas para salvar a atração até que lembraram do bom desempenho do ator e o convocaram para retomar o posto deixado no ano passado. Sua chegada melhorou o dinamismo do Vídeo Show, mas a audiência ainda não tem respondido à altura.

Saber esperar a hora certa fez com que Otaviano Costa voltasse a comandar um programa solo após 18 anos, desde sua saída da Band. De volta à Globo desde 2009, ele aproveitou as oportunidades em novelas, voltou a trabalhar com Fausto Silva no Domingão do Faustão até que foi convidado para o Vídeo Show, em 2013. 

Bem avaliado internamente e bastante querido pelo público, ganhou a oportunidade de ter um programa para chamar de seu: o Tá Brincando!?, que estreia dia 5 de janeiro.

Para evitar uma superexposição de Fernanda Lima, Taís Araújo foi convocada para tocar a segunda temporada do Popstar. E o programa ganhou um frescor com a inexperiência da atriz, que lhe proporcionou momentos engraçados diante das câmeras, com direito a broncas, gafes e reações espontâneas que agradaram boa parte da audiência.

O bom desempenho de Renata Lo Prete a colocou no Jornal da Globo no fim do ano passado, após a conturbada demissão de William Waack da emissora. Mas o destaque neste ano se deu durante a campanha eleitoral. Suas entrevistas com os presidenciáveis foram muito elogiadas, por não se intimidar com os candidatos e os colocar contra a parede de forma precisa.

Resultado: conseguiu desbancar Renata Vasconcellos e ficou ao lado de William Bonner nos dois domingos de apurações, tanto no primeiro quanto no segundo turno.

A Globo decidiu promover a jornalista Jacqueline Brasil para o posto de apresentadora titular do mapa-tempo de seus telejornais matinais, o Hora 1 e o Bom Dia Brasil, além do Em Ponto, apresentado por José Roberto Burnier na GloboNews. Ela foi efetivada na vaga que pertencia a jornalista Izabella Camargo, demitida no fim de outubro após voltar de uma licença médica de dois meses e meio.

Jacqueline, que até então tinha o cargo de repórter, foi efetivada como apresentadora somente em dezembro, embora já estivesse substituindo Izabella desde agosto. A Globo foi discreta na operação. Não houve nenhum comunicado interno. Nem os apresentadores dos telejornais envolvidos ficaram sabendo. Apenas seus editores-chefes.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Com quem Paloma deve ficar em Bom Sucesso?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook