Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

POR COVID-19

César Tralli se emociona, e repórter se revolta com governo após morte de colega

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O apresentador César Tralli apresentando o Jornal Hoje direto dos estúdios da Globo

César Tralli se emocionou no Jornal Hoje ao noticiar morte de colega da emissora por Covid-19

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 17/6/2021 - 17h20

O Jornal Hoje desta quinta-feira (17) foi de emoção e tristeza para a equipe. César Tralli não conteve as lágrimas ao noticiar a morte de um colega do Jornalismo da Globo vítima da Covid-19. Indignado com a partida precoce do amigo, o repórter Anselmo Caparica expressou sua revolta pelas redes sociais, destacando a omissão do governo ao negociar vacinas.

"Assim como Toninho, há milhares de famílias que choram a perda de pessoas queridas para uma doença que já tem vacina. É muito revoltante", escreveu o repórter em seu Twitter. 

Antônio Alves Gomes, era editor de imagens na Globo e tinha 59 anos. Internado com Covid-19 há duas semanas, ele havia sido entubado, mas apresentou melhora, sendo retirado da sedação. Na manhã desta quinta-feira, entretanto, teve duas paradas cardíacas.

"A Covid nos levou um colega de trabalho e um grande amigo. Desde 2006 na Globo, ele colaborou em diversos telejornais da casa e mais recentemente estava à frente do Jornal da Globo", comunicou Tralli com a respiração ofegante. 

"Toninho era mais do que um profissional querido, era extremamente dedicado e competente. Ensinou gerações de profissionais da nossa redação", continuou o apresentador, enquanto fotos do editor apareciam na tela.

Segundo o calendário de vacinação do Estado de São Paulo, Antônio poderia ter se vacinado desde quarta-feira (16). 

"Toninho estaria se vacinando essa semana se não estivesse já internado com Covid-19. Poderia ter se vacinado há muito mais tempo se o governo federal não tivesse colocado tantos obstáculos para comprar os imunizantes", escreveu Caparica em sua rede social.

"Se não tivesse ignorado e-mails com ofertas da vacina pela metade do preço oferecido para outro países. Se ao invés de propagar discurso negacionista seguisse as recomendações da ciência", continuou o repórter indignado com a morte do parceiro de profissão.

Tanto César Tralli quanto Caparica terminaram suas homenagens desejando força e pesar para os familiares de Antônio. "Ele nos deixa inconformados, perplexos e extremamente tristes", encerrou o apresentador. 

Toninho Asa, como era conhecido na Globo, deixa mulher e três filhos.

Confira a publicação de Caparica e o vídeo do anuncio da morte de Toninho Asa: 

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Quem foi o(a) melhor jornalista/comentarista esportivo do ano?

Web Stories

+
Mansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do ator

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas