ALINE MIDLEJ

Apresentadora da GloboNews diz ter sido vítima de racismo em emissora

REPRODUÇÃO/GLOBONEWS

Aline Midlej disse na GloboNews que ex-chefe da Record pediu para ela mudar seu penteado

Aline Midlej disse na GloboNews que ex-chefe da Record pediu para ela mudar seu penteado

REDAÇÃO - Publicado em 03/06/2020, às 21h05 - Atualizado em 04/06/2020, às 10h27

A apresentadora Aline Midlej alegou ao vivo na GloboNews nesta quarta-feira (3) ter sido vítima de racismo por parte de um ex-chefe, provavelmente quando trabalhava na Record. Sem citar nominalmente a emissora, ela relatou que lhe pediram para mudar seu penteado na época em que estava prestes a estrear como repórter porque seus cabelos armados não seriam bem assimilados pelo público.

Em seu desabafo, a jornalista disse que era bastante elogiada como produtora no departamento de Jornalismo e ganhou a oportunidade de trabalhar na frente das câmeras. Mas a condição seria mudar o penteado. Ela encarou a prerrogativa como um ato racista.

"Eu tinha 22 anos. Meu chefe dessa emissora me disse: 'Aline, eu só acho que a gente precisa mudar algumas coisinhas'. Eu falei: 'Em que sentido?'. Ele falou: 'Algumas coisinhas. Você é bonita, você tem presença, sua voz é boa, mas sabe o cabelo? Acho que não vai ser bem assimilado, acho melhor'", comentou ela, mostrando certa indignação com o fato.

"Aí eu falei: 'Então não é aqui que eu vou começar'. E depois eu acabei começando num outro lugar. E a vida dá voltas, né? Depois de poucos anos eu fui chamada pra voltar pra essa emissora e não voltei", concluiu ela.

Embora não tenha citado nominalmente a Record, foi na emissora que Aline fez sua transição de produtora para repórter. Em 2010, ela recebeu convite da Band para reforçar a equipe de reportagem, mas logo foi promovida a apresentadora. 

Em 2016, a jornalista foi contratada pela GloboNews, onde apresenta o Jornal da GloboNews - Edição das 10h.

Procurada pela reportagem, a Record não se manifestou até a publicação deste texto.

Confira o momento em que Aline fala sobre o racismo sofrido:

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook