Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PROGRAMA RELIGIOSO

Após Universal citar 'magia negra' de Beyoncé, Record é acusada de racismo

REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Montagem de fotos com o bispo Adilson Silva em programa da Igreja Universal ao lado da cantora Beyoncé

O bispo Adilson Silva em programa da Igreja Universal que teve como pauta a cantora Beyoncé

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 6/1/2021 - 14h06

No início da madrugada desta quarta-feira (6), o programa religioso da Igreja Universal do Reino de Deus exibido na faixa de 0h45 pela Record teve como pauta "magia negra e bruxaria". A atração relembrou que Beyoncé foi acusada por uma ex-funcionária de realizar tais práticas, o que revoltou fãs da artista. A hashtag "Record racista" entrou para os assuntos mais comentados no Twitter.

"Tem muita gente se envolvendo com magia negra, inclusive pessoas famosas", anunciou o bispo Adilson Silva, que comandava o programa.

Na sequência, uma reportagem mostrou que Beyoncé coleciona poucas polêmicas na carreira, mas que uma delas envolve "supostos atos de bruxaria e magia negra", denunciados em 2018 por Kimberly Thompson, sua ex-baterista. Para ilustrar o conteúdo, a Universal usou imagens de Black Is King, filme que exalta a cultura negra, o que revoltou internautas.

O programa ainda explicou o que é magia negra, de acordo com os dogmas da igreja comandada por Edir Macedo. "Uma prática obscura, famosa mundialmente pelo sacrifício de vidas. No Brasil, muitos crimes já foram motivados pela magia negra", justificou a atração, que exibiu uma sequência de casos.

Na manhã de hoje, a página Beyoncé Access no Twitter comentou o conteúdo. "Em pleno 2021, a Record fez uma matéria insinuando que Beyoncé pratica 'magia negra e bruxaria'. Enquanto falavam essas atrocidades, a emissora usou imagens de Black Is King, filme de Beyoncé que exalta a cultura africana!", escreveu.

No fim do post, colocaram a hashtag #RecordRacista, além de publicarem o trecho do vídeo do programa da Universal. Diversos perfis concordaram com a reclamação e ficaram revoltados com a abordagem.

Outros, no entanto, entenderam que não houve acusação contra Beyoncé por parte da Universal. "Olha, não quero pensem algo errado de mim, ou algo do tipo, mas em nenhum momento a Record disse que ela praticava magia negra, ela apenas disse de um caso no passado, em que ela foi acusada pela baterista", defendeu o perfil @DiMinutu.

Apesar de o programa ser uma produção da Igreja Universal do Reino de Deus, a principal acusada pelos internautas é a Record. O Notícias da TV pediu um posicionamento da emissora sobre o caso, mas não teve resposta até o fechamento deste texto.

Veja abaixo o vídeo e os comentários no Twitter:


Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na política

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas