Estreia hoje

‘Vida de popstar é um inferno’, diz Taís Araújo, rica e famosa em Mister Brau

Fotos Tata Barreto/TV Globo

Lázaro Ramos (Brau) e Taís Araujo (Michele) estrelam Mister Brau, nova série da TV Globo - Fotos Tata Barreto/TV Globo

Lázaro Ramos (Brau) e Taís Araujo (Michele) estrelam Mister Brau, nova série da TV Globo

MÁRCIA PEREIRA, enviada ao Rio de Janeiro - Publicado em 22/09/2015, às 05h35

Mister Brau (Lázaro Ramos) e Michele (Taís Araújo) são ricos e famosos, mas não escondem a origem suburbana. Depois de virarem estrelas internacionais da música, o casal compra a maior casa de um condomínio de luxo no Rio de Janeiro e choca a vizinhança com festas diárias e muita ostentação. Eles são os protagonistas da nova série da Globo, Mister Brau, que estreia nesta terça-feira (22) após A Regra do Jogo. “Vida de popstar é um inferno, mas brincar de ser um é muito legal”, diz Taís Araújo. 

Na pele dos personagens, os dois têm rotina de astros do showbizz. Vivem como Beyoncé e Jay-Z, ganham R$ 14 milhões de reais por mês, não têm regras e buscam aventuras e diversão em tempo integral. O texto da série é de Jorge Furtado, que teve a ideia de fazê-la após a Globo lhe encomendar um programa que pudesse substituir A Grande Família ou Tapas & Beijos. 

Isso foi há um ano e meio. O autor revela que desde o início trabalhou nos 13 primeiros episódios pensando em Lázaro Ramos e Taís Araújo nos papéis principais. “Brau é uma mistura de vários artistas talentosos e indomáveis. Ele é incontrolável. É a história de uma pessoa que todo mundo admira, mas ninguém quer ser vizinho dele. Busquei inspiração em figuras geniais”, conta o Furtado.

Brau e Michele são casados e trabalham juntos. Ele canta e compõe um gênero musical que é popular e tem influência de vários estilos. Michele é sua dançarina. Quando não está no palco, torna-se uma hábil empresária, que controla com mãos de ferro o dinheiro da família.

Furtado adianta que o casal briga muito, mas ele adicionou um ingrediente diferente aí. “Ela não é a típica mulher de astro que aceita traições. Michele não aceita de jeito nenhum. Brau é um cara solicitado, muito assediado pela mulherada, mas sabe que não pode facilitar porque sua mulher vai dar o troco. Se ele traí-la, ela vai traí-lo também.”

Taís Araújo e Lázaro Ramos em ensaio fotográfico como Michele e Brau

Porém, os conflitos do casal não estão em primeiro plano. As brigas deles com os vizinhos é que geram situações inusitadas para fazer o público rir. Andrea (Fernanda de Freitas) e Henrique (George Sauma) não têm mais um minuto de sossego depois que o casal de celebridades passa a morar na casa ao lado da deles.

Andrea é a vilã. Quando a grã-fina se dá conta que os artistas não vão embora do condomínio, do qual ela também é síndica, entende que é ela quem vai ter de se mudar. Só que ninguém vai querer comprar sua casa. 

“Brau e Michele são carismáticos e queridos. Tudo pode acontecer. Andrea implica muito com eles, mas no fundo tem uma certa admiração porque os dois são o que ela não consegue ser: uma pessoa livre. A minha personagem é certinha na sua forma de agir e de se vestir. É careta e preconceituosa”, conta Fernanda.

Para viver a vizinha atazanada, a atriz teve jornada dupla enquanto ainda gravava os episódios finais do seriado Tapas & Beijos. Mas ela afirma que nem pestanejou ao ser convidada para esse papel. 

Fábrica de dinheiro

Lázaro Ramos não pensa como sua mulher, Taís Araújo, sobre como deve ser difícil ser uma estrela internacional. Para ele, vida de popstar não é um inferno. O ator vai além. Ele conta que Brau e Michele são marqueteiros e sabem fazer dinheiro, assim como o casal Beyoncé e Jay-Z e tantos outros que lucram muito com a fama.

“Deve ser maravilhoso ter aquele dinheiro todo, aqueles aviões. A gente está vivendo uma rotina que é meio como a dessas supercelebridades internacionais. Outro dia, Taís até disse que estamos mesmo tendo a rotina da Beyoncé e Jay-Z, só que sem a rentabilidade deles”, comenta Ramos. 

O casal de atores grava seis dias por semana e ainda tem aulas de canto e dança. "Eu tenho estúdio de gravação, pois cada episódio tem duas músicas inéditas. Já a Taís treina as coreografias quando não está gravando."

Desde que começou no teatro, o ator faz aula de canto. Com Mister Brau, sua preparação vocal foi reforçada. No entanto, ele faz questão de dizer que não tem a menor pretensão de virar cantor profissional. Sua intenção é só contar a história de Brau da melhor maneira possível.

A série está contando com a ação de vários departamentos da Globo. Esse trabalho traz uma jogada de marketing que mistura propaganda com dramaturgia. Antes de a série estrear, cantores famosos como Ivete Sangalo e Lulu Santos gravaram depoimentos fictícios falando de Brau. Esses "testemunhos" serviram para apresentar o cantor ao público.

Os telespectadores também poderão conferir material inédito no site oficial, o que inclui clipes e ensaios fotográficos. “No segundo dia da divulgação do seriado, um segurança me abordou em um parque e disse que estavam lançando um cantor com a minha cara. Eu ri muito”, diz Ramos.


Taís Araújo e Lázaro Ramos durante participação no Domingão do Faustão (Reprodução/TV Globo)

O ator declara que não cai na armadilha de dizer que a série será um sucesso. “Minha expectativa é fazer bem, o público é quem vai dizer se é um sucesso ou não.”

Ele conta ainda que se identifica muito pouco com Brau, que é um ser excêntrico. "Pareço com ele somente na vontade que tenho de celebrar a vida e o fato de valorizar as minhas origens", fala.

Taís Araújo ressalta que Mister Brau não tem pretensões além de levar leveza e a mensagem da tolerância ao público. “A gente mostra o olhar do preconceito sobre o outro. Brasileiro tem mania de achar que o que é popular é menor. É para olhar isso na série e ter vergonha disso”, declara.

A atriz também conta que, em geral, nos seriados semanais os profissionais trabalham menos do que nas novela, mas esse não é o caso de Mister Brau. O elenco está atuando de segunda a sábado. “Eu sou cagada. Entrei em uma série que tem um outro modelo de produção, 80% é feito em externa, com luz natural.”

Sobre o fato de Michele ser comparada a Beyoncé, Taís afirma que até pode ser, mas desde que seja a versão brasileira. "A Beyoncé de Madureira, que tem gírias cariocas e é extremamente popular."

Uma segunda temporada com 18 episódios já está sendo preparada por Jorge Furtado. 


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter@danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da escolha de Maju Coutinho para o Jornal Hoje?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook