JOTTAPÊ

Símbolo do sertanejo, Menino da Porteira se joga no funk e vira astro da Netflix

Divulgação/Columbia Pictures e Reprodução/Netflix

Dois momentos de Jottapê: em O Menino da Porteira (2009), quando ainda era João Pedro, e em Sintonia - Divulgação/Columbia Pictures e Reprodução/Netflix

Dois momentos de Jottapê: em O Menino da Porteira (2009), quando ainda era João Pedro, e em Sintonia

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 13/08/2019, às 04h37

O menino da porteira trocou a estrada de Ouro Fino pela periferia de São Paulo, e o berrante abriu espaço para o pancadão. João Pedro Carvalho, que em 2009 emocionou o público ao atuar no filme O Menino da Porteira ao lado do sertanejo Daniel, agora interpreta o funkeiro MC Doni na série Sintonia, lançada na última sexta-feira (9) pela Netflix.

Na atração do streaming, Carvalho aparece nos créditos como Jottapê, nome artístico que adotou em 2015, quando ainda dava seus primeiros passos no funk. A carreira musical, inclusive, surgiu como uma consequência de seu lado ator.

"Eu sempre cantei, toquei instrumentos, mas não seguia isso. Aí, por causa dos meus trabalhos no cinema e na TV, comecei a ganhar fãs e a promover encontros com eles. Nisso, passei a cantar nesses eventos umas músicas que eu escrevia", lembra Jottapê, que depois do longa com Daniel, também atuou em Avenida Brasil (2012), Chiquititas (2014) e foi repórter mirim do CQC (2008-2015).

As canções que apresentava nos encontros com fãs foram agradando, e Carvalho passou a compartilhá-las no YouTube. E é aí que a sua trajetória pessoal se confunde com a do personagem que interpreta na série da Netflix.

"Depois que publiquei as primeiras músicas, passei um bom tempo fazendo esse trabalho [de divulgação]. Era como se eu fosse o Doni mesmo (risos). Consegui um produtor, mas ele não era muito bom, então fiquei um tempo parado até que meu trabalho chegou no KondZilla [produtor musical e criador de Sintonia]. Marcamos uma reunião, assinei o contrato e estou há dois anos com ele", explica.

"Eu me identifico muito com a história do Doni, a única diferença é que ele não tem o apoio dos pais, porque os meus sempre me ajudaram muito. Então, na hora de fazer o personagem, me assustei com essa parte. Como é que você vai sair para a rua se não está preparado nem dentro de casa, sabe?", ressalta ele ao Notícias da TV.

Universo em sintonia

Jottapê largou na frente na hora da escalação do elenco de Sintonia por dois fatores: além de ter contrato musical com KondZilla, ele ganhou pontos porque já tinha trabalhado com Luiz Mario Vicente, preparador dos atores da série.

"O Luiz Mario já tinha preparado o Jottapê para O Menino da Porteira. E, como ele ia representar esse universo do funk, e já é funkeiro na vida real, já era meio caminho andado, não ia precisar fazer laboratório, essas coisas", explica Kond.

A escalação também rendeu frutos para a trilha sonora da atração. O ator e intérprete de Doni acabou escrevendo uma das músicas que seu personagem canta, Passei de Nave, em parceria com MC EZ. É mais um sucesso para o catálogo do funkeiro, que já inclui hits como Sentou e Gostou (37 milhões de visualizações no YouTube) e Ladrão da Noite (9,9 milhões).

Confira o trailer da primeira temporada de Sintonia, já disponível na Netflix:

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Com quem Paloma deve ficar em Bom Sucesso?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook