THE L WORD

Quinze anos após estreia, primeira série lésbica da TV ganha continuação

Divulgação/Showtime

Jennifer Beals, do filme Flashdance, viveu a empoderada Bette no drama lésbico The L Word - Divulgação/Showtime

Jennifer Beals, do filme Flashdance, viveu a empoderada Bette no drama lésbico The L Word

REDAÇÃO - Publicado em 31/01/2019, às 17h15

A série The L Word, originalmente produzida entre 2004 e 2009, vai ganhar episódios inéditos. A produção de drama marcou época por ser a primeira atração da TV norte-americana com personagens que eram, em sua maioria, lésbicas ou bissexuais. A nova temporada terá oito episódios e será exibida ainda neste ano, no canal pago Showtime.

Do elenco original, estão confirmados os retornos de Jennifer Beals (Bette Porter), Leisha Hailey (Alice Pieszecki) e Katherine Moennig (Shane McCutcheon). As três atrizes também vão ser produtoras dos novos episódios.

Segundo o comunicado divulgado à imprensa, a nova versão de L Word mostrará "uma nova geração de personagens LGBTQ+ vivenciando o amor, desilusão, sexo, sucesso e fracasso na cidade de Los Angeles".

A criadora da série original, Ilene Chaiken, será creditada na parte criativa da nova L Word, mas não deve ter envolvimento direto com esses capítulos --ela está envolvida com o drama musical Empire, um dos grandes sucessos da Fox.

Assim, a novata Marja-Lewis Ryan assumirá o posto de showrunner. "Marja trouxe sua visão única e contemporânea  ao mundo de L Word e a misturou de uma maneira linda à base da série vanguardista de Ilene", disse Gary Levine, chefe de Entretenimento do canal.

"Essa série aclamada era ao mesmo tempo divertida e impactante quando foi ao ar pela primeira vez, e temos confiança de que a nova versão vai fazer tudo isso e muito mais em 2019", continuou o executivo.

A ideia de uma continuação de The L Word circula em Hollywood desde 2017, mas só agora saiu do papel. O anúncio vem pouco mais de uma semana após o aniversário de 15 anos da série, lançada em 18 de janeiro de 2004.

Na época, a série foi lançada como uma resposta do canal ao sucesso Queer as Folk (2000-2005), que mostrava um grupo de homens gays em Pittsburgh. O drama até tinha um casal lésbico, Lindsay (Thea Gill) e Melanie (Michelle Clunie), mas as histórias das duas geralmente ficavam em segundo plano.

O elenco de The L Word contava ainda com Mia Kirshner (a irritante Jenny), Laurel Holloman (a executiva Tina), Erin Daniels (a tenista Dana) e Rachel Shelley (a filantropa Helena), entre outras. O Showtime não informou se essas atrizes aparecerão em algum momento dos novos episódios.

Tudo sobre

Showtime The L Word

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook