Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ALVARO MORTE

Professor de La Casa de Papel pede para público não maratonar sua nova série

FOTOS: DIVULGAÇÃO/LIFETIME

Álvaro Morte e Irene Arcos em cena da série O Píer

Os atores Irene Arcos e Álvaro Morte em cena da série O Píer, que estreia neste sábado no canal Lifetime

GABRIEL PERLINE

Publicado em 23/11/2019 - 5h17

Álvaro Morte faz um apelo a seus fãs brasileiros: não maratonem O Píer, série que estreia neste sábado (23) no Lifetime. Conhecido por interpretar Professor no fenômeno La Casa de Papel, o ator defende que seu novo trabalho tem um roteiro que merece ser visto com um olhar analítico e não quer que seu personagem, Oscar, seja resumido a um homem infiel.

"Gosto de pensar que as pessoas, quando assistirem a O Píer, possam ver cada capítulo um a um, gostaria que não o vissem de maneira compulsiva, como 'binge watching' [termo em inglês que equivale a 'maratonar'], que vejam um capítulo e parem para pensar sobre ele e o discutam com seu parceiro ou com seus amigos", disse o ator em entrevista ao Notícias da TV.

A síntese de O Píer é uma história de infidelidade. Oscar comete suicídio logo nos minutos iniciais do primeiro episódio e é por essa razão que sua mulher, Alejandra (Verónica Sánchez), descobre que seu marido levava uma vida dupla e tinha uma filha com Verónica (Irene Arcos). Casados há 15 anos, ela se dá conta de que não conhecia completamente o homem de sua vida, já que ele nunca lhe havia dado sinais de desinteresse ou de que teria uma outra mulher.

"Em cada projeto que embarco, creio que o interessante é o que te faz refletir. É muito interessante deixar-se levar pelo que uma obra audivisual está te propondo. Em meu caso, sou monogâmico, mas é verdade que as pessoas estão mudando. Há maneiras novas e diferentes de entender a vida e o amor. E cada um deve amar como quiser, e não como dizem as regras estabelecidas pela sociedade", discursou.

A problemática de Oscar em O Píer, no entanto, não se limita a uma pulada de cerca. Ele de fato se apaixona igualmente por duas mulheres completamente opostas: Alejandra, uma arquiteta bem-sucedida, perfeccionista, urbana e controladora que vive em Madri. Já Veronica vive em Albufera de Valência, região dedicada ao cultivo de arroz. Trata-se de uma mulher espontânea e destemida, que possui um grande magnetismo, força e sensualidade.

Álvaro Morte em cena com Verónica Sanchez na série O Píer, estreia do canal Lifetime

"É um homem que todos vão condenar a princípio, porque é infiel. Oscar não tenta simplesmente ter relação sexual com uma amante porque em sua casa lhe falta algo. Ele se apaixona e não consegue evitar, porque esse amor que sente é absoluto e verdadeiro. Ele mesmo se coloca em conflito. Se não estivesse em conflito, pouco se importaria com o que acontece em sua casa ou com essa mulher", explicou.

"Aí é que temos o problema: ele é o primeiro que sofre com tudo isso, porque é algo que não pode evitar, porque o amor é algo completamente incontrolável, não é algo que seja racional. Se tivesse a oportunidade de fazer análise e avaliar o caminho a seguir... Mas não estamos falando de uma matemática, e sim de um sentimento poderoso, como o amor. É o sentimento mais importante de todos. Ele não pode fugir disso e é vítima de seus proprios sentimentos", refletiu.

Criada por Álex Piña e Esther Martínez Lobato --também responsáveis pelas badaladas La Casa de Papel e Vis a Vis, ambas da Netflix--, O Píer é um suspense romântico que traz o clichê de um triângulo amoroso como ponto central de sua história, mas com uma abordagem muito menos sombria, sem sugerir ao telespectador um mocinho ou vilão.

"Estamos tentando entender por que esse triângulo se formou, e porque a priori a sociedade irá condená-lo e não irá entendê-lo. Isso é o que aborda essa série. Estamos diante de uma história que tenta romper uma barreira e colocar o telespectador diante de uma tecitura que ele não está acostumado. Que tal se esse triângulo fosse visto de uma maneira mais luminosa e mais aberta?", sugeriu o ator.

Se em La Casa de Papel o público viu Álvaro Morte na pele de um homem tímido, sem traquejo social e com tiques nervosos, em O Píer o ator surge completamente diferente. Oscar é um homem solar e sociável, porém menos inteligente. "Porém ambos são pessoas muito boas", defende o intérprete.

O Píer já foi renovada para a segunda temporada, e os dois primeiros episódios da história serão exibidos neste sábado, às 21h40, no canal Lifetime.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?