15ª temporada

Por que a protagonista de Grey’s Anatomy precisa de um namorado?

Imagens: Divulgação/ABC

Ellen Pompeo com Martin Henderson em Grey's Anatomy; ator protagonizou o último romance com Meredith - Imagens: Divulgação/ABC

Ellen Pompeo com Martin Henderson em Grey's Anatomy; ator protagonizou o último romance com Meredith

JOÃO DA PAZ - Publicado em 12/08/2018, às 06h34

Na era das séries com mulheres empoderadas, por que um dos dramas mais populares da TV precisa arranjar um namorado para a protagonista? A atriz Ellen Pompeo, estrela de Grey's Anatomy, reclamou publicamente sobre a fila romântica da médica Meredith Grey, que não para de andar. Em resposta, a presidente da ABC, rede que exibe a série nos EUA, disse que a jornada da cirurgiã na próxima temporada seria sem romance. Mas a showrunner logo a desmentiu.

Com pegação para todos os gostos, inclusive de chefe com estagiário, Grey's Anatomy não deixa os personagens sossegados. Estão sempre envolvidos em casos, lances e romances. Em tese, deixar Meredith de fora desse padrão seria estranho.

Mas, na 15ª temporada, que estreia em setembro, a trama não poderia seguir com a viúva Meredith apenas focada no trabalho e na família, sem necessariamente ter um homem ao seu lado para dar sentido a sua vida? Após tantas temporadas, Meredith tem bagagem, dá conta de suas três crianças sozinha e tem objetivos suficientes para carregar a trama sem uma figura masculina por perto.

Foi justamente isso o que Channing Dungey, presidente da rede ABC, falou que aconteceria, em entrevista ao site TV Line, publicada na última terça (7). "Meredith embarcará em uma nova trajetória, mais voltada à sua vida como mãe solteira e cirurgiã".

De acordo com a executiva, a história da protagonista seria "bem emocional, pois ela investigará uma condição médica [doença] que é muito similar a algo que aconteceu no passado de sua família".

A presidente reforçou que esse caminho de Meredith Grey seria para atender a uma demanda de Ellen Pompeo, uma das atrizes mais bem pagas da TV norte-americana. "Ellen falou com clareza que ela não quer que as aventuras de Meredith sejam só românticas", disse a executiva, que se referiu a uma entrevista que a atriz concedeu para a revista The Hollywood Reporter.

No dia seguinte ao da fala de Channing, no entanto, a comandante de Grey's Anatomy, Krista Vernoff, contradisse a chefe. "Como showrunner, eu posso confirmar que Meredith Grey fará parte da Temporada do Amor [título da 15ª temporada]", contou ao site TV Line.

Ela deixou o assunto ainda mais claro: "A questão da próxima temporada não é se Meredith Grey vai se apaixonar de novo, mas por quem ela irá se apaixonar".

Os atores Patrick Dempsey e Ellen Pompeo formaram o casal ideal em Grey's Anatomy 

Chutou o balde
Para a Hollywood Reporter, Ellen demonstrou seu descontentamento com a vida amorosa de Meredith Grey, principalmente após a morte de Derek Shepherd (Patrick Dempsey), o grande amor da médica. "A tinta da caneta sequer tinha secado, e eles [roteiristas] já armaram um novo romance para Meredith", reclamou a atriz.

Ela continuou a bronca. "Eu estava de férias na Sicília, relaxando... E eles me ligavam perguntando: 'O que você acha desse cara? E desse?' E me mandavam fotos... Minha reação foi: 'Vocês só podem estar malucos, porra?'".

"Eu não acreditei na rapidez da rede [ABC], que alucinadamente queria colocar um pênis [na vida de Meredith]", comentou a atriz, estarrecida.

Assim que ficou viúva, na transição da 11ª para a 12ª temporada, Meredith Grey engatou um romance com o cirurgião Nathan Riggs (Martin Henderson). A relação acabou em bons termos, no começo da 14ª temporada, a mais recente.

No restante dos episódios, Meredith teve flertes com outros dois médicos: David (Loren Dean) e Nick Marsh (Scott Speedman). Não ocorreu nada demais.

Ao TV Line, Krista destacou o encontro dela com Marsh como justificativa para não deixar que Meredith fique completamente sozinha. "A paquera entre os dois reacendeu um desejo [de se relacionar com alguém] que ela não consegue controlar", explicou.

A showrunner adota um modelo no qual a mocinha da história sempre tem de estar acompanhada, observado também em séries como The Good Wife (2009-2016), Queen Sugar e até em uma atração que humilha mulheres ao colocá-ls em posições de escravas sexuais, The Handmaid's Tale.

Todas elas trazem protagonistas empoderadas, mas sempre com um companheiro ao lado. Grey's Anatomy perdeu a oportunidade de, ao menos em uma temporada, quebrar esse padrão.

A 15ª temporada de Grey's Anatomy estreia nos Estados Unidos em 27 de setembro. No Brasil, a série vai ao ar no Canal Sony e está disponível na Netflix.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da novela Orgulho e Paixão?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook