Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Pico da Neblina

Nova série nacional da HBO tem maconha liberada e herói com crime na veia

Divulgação/HBO

Biriba (Luis Navarro) e seu primo Salim (Henrique Santana): família do crime em Pico da Neblina - Divulgação/HBO

Biriba (Luis Navarro) e seu primo Salim (Henrique Santana): família do crime em Pico da Neblina

FERNANDA LOPES

Publicado em 29/7/2019 - 4h56

A história da nova série nacional da HBO se passa em um Brasil fictício, mas a realidade nua e crua do tráfico de drogas numa metrópole parece bem verossímil ao que acontece no país em 2019. Pico da Neblina tem como principal mote a legalização da maconha, e o herói da trama é na verdade um cara com grande talento para o crime.

Com estreia marcada para o próximo domingo (4), Pico da Neblina tem como protagonista Biriba (Luis Navarro), um rapaz que passa boa parte do primeiro episódio dizendo, como se quisesse convencer a si mesmo, que não é bandido. Morador da periferia, ele prepara diferentes tipos e versões de maconha para vender a clientes endinheirados. Um traficante de luxo, praticamente.

Os problema começam a surgir quando o Congresso aprova a legalização da maconha no Brasil. Biriba, seu primo Salim (Henrique Santana) e outros traficantes da região ficam tensos --afinal, a novidade tem tudo para minar o "negócio" deles.

É daí que vem o primeiro conflito da "carreira" de Biriba: ele tem a oportunidade de abrir uma loja de maconha legalizada, uma parceria com um cliente sem noção (de empreendedorismo ou de qualquer atividade adulta). Mas também pode se unir ao primo e se tornar um figurão do tráfico na zona leste de São Paulo.

Ao longo da trama, as duas opções ficam interligadas, e a família de Biriba também entra no jogo. Filho de um grande criminoso, após repetir que não é bandido e renegar seu pai, o rapaz se verá envolvido num assassinato, e a história ficará cada vez mais complexa.

Como todo conteúdo original da HBO, Pico da Neblina não é para os fracos ou mais conservadores. Palavrões são usados como vírgulas, personagens fumam maconha à vontade e cenas de violência não poupam o telespectador.

Com direção de Quico Meirelles, filho de Fernando Meirelles, a trama deixa um mistério em relação ao passado da família de Biriba e ao futuro dos negócios e da relação com o tráfico dele.

A série foi criada e escrita por uma equipe de roteiristas liderada por Chico Mattoso: Mariana Trench Bastos, Marcelo Starobinas e Cauê Laratta. A primeira temporada terá dez episódios e irá ao ar aos domingos, às 21h, a partir do dia 4.

TUDO SOBRE

HBO

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?