Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Vinyl

Nova série da HBO fará homenagem a David Bowie, anuncia Mick Jagger

Divulgação/HBO

O cantor Mick Jagger ao lado do ator Bobby Cannavale em set de Vinyl, nova série da HBO - Divulgação/HBO

O cantor Mick Jagger ao lado do ator Bobby Cannavale em set de Vinyl, nova série da HBO

JOÃO DA PAZ

Publicado em 13/2/2016 - 8h50

Vinte anos depois de o cantor Mick Jagger apresentar para o cineasta Martin Scorsese a ideia de fazer um filme sobre a cena musical na Nova York dos anos 1970, finalmente ela se concretiza, em formato de série. Neste domingo (14), à meia-noite, estreia Vinyl, atração da HBO em dez episódios que mostrará os bastidores de uma gravadora e relembrará artistas que brilhavam em 1973, como Robert Plant (líder da banda Led Zeppelin), John Lennon e David Bowie.

Bowie aparecerá no sexto episódio. O capítulo sofreu mudanças após a morte do cantor, em janeiro deste ano. Mudou de nome, de Cyclone para Memorian, e trará uma homenagem no final. "A série é uma forma de homenageá-lo", disse Jagger em entrevista ao tabloide britânico The Mirror. "David foi um amigo muito querido e sua morte me entristeceu bastante". O vocalista dos Rolling Stones é um dos produtores-executivos de Vinyl.

O ator Noah Bean (de Nikita) interpretará Bowie. Já Robert Plant será vivido por Zebedee Row no primeiro episódio. John Lennon aparecerá no oitavo, na pele de Stephen Sullivan.

DIVULGAÇÃO/HBO

Filho de Mick Jagger, James Jagger interpreta o vocalista de uma banda de punk rock

Bastidores da música

Dirigido por Scorsese, o episódio de estreia mostra a turbulência que o empresário do ramo musical Richie Finestre (Bobby Cannavale) se envolve ao ver sua gravadora a caminho da falência e prestes a ser vendida para a Polygram. Seu selo, o American Century, antes respeitado no mercado, está minguando. Um acordo com a banda Led Zeppelin poderia mudar tudo.

Finestra quer, além de fechar com um grande nome da indústria, achar um novo som. Em uma reunião com sua equipe, ele fica frustrado ao ver que nenhum deles dá uma sugestão boa. Até que uma secretária apresenta a ele uma fita K-7 do grupo Nasty Bits, que tem como vocalista Kip Stevens (James Jagger). James é um dos filhos de Mick Jagger e está muito bem na série.

divulgação/hbo

Os atores Ray Romano e Bobby Cannavale em cena do primeiro episódio de Vinyl

Mais um Emmy?

Vencedor de dois Emmys, um por Will & Grace (2005) e outro por Boardwalk Empire (2012), Bobby Cannavale tem recebido muitas críticas positivas pelo seu papel em Vinyl, o credenciando a ser um dos favoritos ao Oscar da TV deste ano. A revista Variety rotulou a atuação de Cannavale como "dominante". Para o site TV Line, o ator tem uma "performance de tirar o fôlego'. Já a revista The Hollywood Reporter afirmou que a "excelência da série se deve ao brilhante trabalho de Cannavale".

O telespectador poderá notar muitos momentos marcantes de Cannavale na estreia, mas dois se destacam: logo no começo, quando ele compra cocaína na rua e a cheira dentro do carro, e no instante em que entra em transe ao ouvir a música Personality Crisis, da banda New York Dolls, no casarão Mercer Arts Center.

Vale destacar outras boas atuações em Vinyl, como a de Olivia Wilde, na pele de Devon, mulher de Finestra, e de Ray Romano, interpretando Zak Yankovich, o confidente do empresário e promotor da gravadora American Century.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na política

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas