Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

THE GOOD FIGHT

No Twitter, Netflix faz propaganda involuntária para série da Amazon

Divulgação/CBS

Christine Baranski está em The Good Wife, disponível na Netflix, e estrela The Good Fight, da Amazon - Divulgação/CBS

Christine Baranski está em The Good Wife, disponível na Netflix, e estrela The Good Fight, da Amazon

REDAÇÃO

Publicado em 26/11/2018 - 15h43

Sem querer, a Netflix acabou fazendo uma propaganda gratuita para a Amazon, sua maior concorrente no mercado de streaming. É que a empresa postou no Twitter uma mensagem na qual enaltece a personagem Diane Lockhart (Christine Baranski), coadjuvante do drama jurídico The Good Wife (2009-2016, disponível na Netflix), mas protagonista da atual The Good Fight, que no Brasil está no catálogo do Prime Video.

"Diane Lockhart, eu nasci para te venerar!", dizia o tuíte postado na rede social oficial da Netflix no Brasil, acompanhado do vídeo Lições de Uma Diva, que mostrava grandes momentos de sabedoria da personagem.

Até aí, tudo certo, já que as seis primeiras temporadas (de sete no total) de The Good Wife estão na plataforma para que seus assinantes acompanhem. O problema é que Diane não é a estrela da série; ela é apenas uma das coadjuvantes de maior destaque, sócia do escritório de advocacia em que a protagonista Alicia Florrick (Julianna Margulies) começa a trabalhar após um escândalo envolvendo o marido.

O papel rendeu à atriz elogios da crítica especializada e seis indicações consecutivas ao prêmio Emmy. Ela, que também rouba a cena em The Big Bang Theory como a sisuda mãe de Leonard (Johnny Galecki), se destacou tanto em The Good Wife que acabou ganhando uma série própria, The Good Fight.

Foi aí que a mensagem da Netflix saiu pela culatra, já que a série derivada, no Brasil, está disponível no serviço da Amazon. Seria muito mais produtivo se o tuíte valorizasse personagens exclusivas de Good Wife, como a própria Alicia Florrick ou a investigadora Kalinda Sharma (Archie Panjabi).

A propaganda involuntária não passou despercebida pelos seguidores da Netflix, que fizeram questão de ressaltar o erro. "O Amazon Prime tem o spin off focado na vida desse ícone de personagem, eu não deixava, Netflix", escreveu um usuário de apelido Urso da Marsha, que ainda pediu: "Põe o spin off dela no catálogo!".

"Podia aproveitar e colocar The Good Fight nesse catálogo aí, né dona Netflix, já que gosta tanto assim da Diane", implicou a internauta Tha Teodoro. "Não adianta venerar Diane Lockhart e não adicionar o spin off no catálogo", criticou Bárbara Borges, homônima da atriz da Record.

"Posso comentar aqui que há um spin off de The Good Wife, chamado The Good Fight, na Amazon Prime? Diane Lockhart continua por lá... Alicia, não", alfinetou Jorge Araújo. "Aguardando o dia que vcs vão venerar o ícone de verdade e colocar The Good Fight no catálogo", pediu uma usuária identificada apenas como Larissa.

Confira o post da Netflix que causou toda a confusão:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?