Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Análise

Mudança em votação tira Emmy da mesmice, e Game of Thrones enfim vence

Divulgação/Emmy

Peter Drinklage, de Game of Thrones, comemora o Emmy de melhor ator coadjuvante - Divulgação/Emmy

Peter Drinklage, de Game of Thrones, comemora o Emmy de melhor ator coadjuvante

JOÃO DA PAZ

Publicado em 21/9/2015 - 4h00

Nada de Modern Family e os vencedores de sempre. O Emmy de 2015, realizado ontem (20) nos Estados Unidos, serviu como um novo capítulo para o maior prêmio da televisão norte-americana. A partir da edição deste ano, a 67ª, pela primeira vez todos os mais de 18 mil integrantes da Academia de Televisão, que organiza a premiação, puderam votar nas principais categorias _antes, apenas 300 pessoas tinham esse privilégio. Esse novo método, mais abrangente e menos elitista, gerou dez prêmios inéditos, incluindo melhor drama para Game of Thrones, melhor ator em série dramática para Jon Hamm (por Mad Men) e melhor comédia para Veep.

O drama da HBO saiu como o grande vencedor da noite. Foram 12 estatuetas no total, recorde em uma única edição, ultrapassando The West Wing, que conseguiu nove vitórias em 2000. Entre os prêmios que Game of Thrones levou estão melhor elenco de série dramática, direção, roteiro e melhor ator coadjuvante para Peter Dinklage.

Pela última temporada de Mad Men, o protagonista Jon Hamm finalmente abocanhou o troféu de melhor ator após perder sete vezes. Foi o único prêmio entregue a um ator da série em sete temporadas e 36 indicações.

Outro prêmio inédito relevante se deu na categoria de melhor atriz em série dramática. Viola Davis, por How to Get Away with Murder, ganhou a estatueta na estreia dela no Emmy. Se tornou assim a primeira atriz negra a sair vencedora nessa categoria.

E, após cinco anos o reinado de Modern Family entre as comédias, sofreu um revés. Veep, série que satiriza o mundo político dos Estados Unidos, faturou a categoria, desbancando a então pentacampeã. Veep levou outros três prêmios: ator coadjuvante (Tony Hale), atriz (Julia Louis-Dreyfus, o quarto consecutivo) e roteiro.

Confira os vencedores da 67ª edição do Emmy:

Melhor série dramática:

Better Call Saul (Netflix)
Downton Abbey (GNT, Cultura, +Globosat)
Game of Thrones (HBO) - vencedor
Homeland (FX)
House of Cards (Netflix)
Mad Men (HBO, Cinemax, Cultura)
Orange Is the New Black (Netflix)

Melhor série de comédia:

Louie
Modern Family (Fox Life) 
Parks and Recreation 
Silicon Valley (HBO)
Transparent 
Unbreakable Kimmy Schmidt (Netlfix)
Veep (HBO) - vencedora

Melhor minissérie

American Crime (AXN)
American Horror Story: Freak Show (FX)
Olive Kitteridge (HBO) - vencedor
The Honorable Woman (TNT Séries, Netflix)
Wolf Hall

Melhor atriz em série dramática:

Claire Danes (Carrie Mathison em Homeland)
Elisabeth Moss (Peggy Olson em Mad Men)
Robin Wright (Claire Underwood em House of Cards) 
Taraji P. Henson (Cookie em Empire)
Tatiana Maslany (Vários personagens em Orphan Black)
Viola Davis (Annalise Keating em How to Get Away With Murder) - vencedora

Melhor ator em série dramática:

Bob Odenkirk (Saul Goodman em Better Call Saul)
Jeff Daniels (William Duncan McAvoy em The Newsroom)
Jon Hamm (Don Draper em Mad Men) - vencedor
Kevin Spacey (Frankie Underwood em House of Cards)
Kyle Chandler (John Rayburn em Bloodline)
Liev Schreiber (Raymond Donovan em Ray Donovan)

Melhor atriz em série de comédia:

Amy Poehler (Leslie Knope em Parks And Recreation)
Amy Schumer (ela mesmo em Inside Amy Schumer)
Edie Falco (Jackie Peyton em Nurse Jackie)
Julia Louis-Dreyfus (Selina Meyer em Veep) - vencedora
Lily Tomlin (Frankie em Grancie and Frankie)
Lisa Kudrow (Valerie Cherish em The Comeback)

Melhor ator em série de comédia:

Anthony Anderson (Andre Johnson em Blackish)
Don Cheadle (Marty Kaan em House of Lies)
Louis C.K. (Louis em Louie)
Jeffrey Tambor (Mort/Maura em Transparent) - vencedor
Matt LeBlanc (ele mesmo em Episodes)
William H. Macy (Frank Gallagher em Shameless)
Will Forte (Phil Miller em The Last Man on Earth)

Melhor atriz coadjuvante em série dramática:

Christina Hendricks (Joan Holloway em Mad Men)
Christine Baranski (Diane Lockhart em The Good Wife)
Emilia Clarke (Daenerys Targaryen em Game of Thrones)
Joanne Froggatt (Anna Smith em Downton Abbey)
Lena Headey (Cersei Lannister em Game of Thrones)
Uzo Aduba (Suzanne Warren em Orange is the New Black) - vencedora

Melhor ator coadjuvante em série dramática:

Alan Cumming (Eli Gold em The Good Wife)
Ben Mendelsohn (Danny Rayburn em Bloodline)
Jim Carter (Mr. Carson em Downton Abbey)
Jonathan Banks (Mike Ehrmantraut em Better Call Saul)
Michael Kelly (Doug Stamper em House of Cards)
Peter Dinklage (Tyrion Lannister em Game of Thrones) - vencedor

Melhor atriz coadjuvante em série de comédia:

Allison Janney (Bonnie Plunkett em Mom) - vencedora
Anna Chlumsky (Amy Brookheimer em Veep)
Gaby Hoffman (Ali Pfefferman em Transparent)
Jane Krakowski (Jacqueline Voorhees em Unbreakable Kimmy Schmidt)
Julie Bowen (Claire Dunphy em Modern Family)
Kate McKinnon (Saturday Night Live)
Mayim Bialik (Amy Fowler em The Big Bang Theory)
Niecy Nash (Denise Ortley em Getting On)

Melhor ator coadjuvante em série de comédia:

Andre Braugher (Raymond Holt em Brooklyn Nine-Nine)
Adam Driver (Adam Sackler em Girls)
Keegan-Michael Key (Vários personagens em Key & Peele)
Titus Burgess (Titus Andromedon em Unbreakable Kimmy Schimdt)
Tony Hale (Gary Walsh em Veep) - vencedor
Ty Burrell (Phil Dunphy em Modern Family)

Melhor ator em minissérie ou filme

Adrien Brody (Hary Houdini em Houdini) 
David Oyelowo (Peter Snowden em Nightingale)
Richard Jenkins (Henry Kitteridge em Olive Kitteridge) - vencedor
Ricky Gervais (Derek em Derek: The Final Chapter)
Mark Rylance (Thomas Cromwell em Wolf Hall)
Timothy Hutton (Russ Skokie em American Crime)

Melhor atriz em minissérie ou filme

Felicity Huffman (Barbara Hanlon em American Crime)
Emma Thompson (Mrs. Lovett em Sweeney Todd)
Frances McDormand (Olive Kitteridge em Olive Kitteridge) - vencedora
Jessica Lange (Elsa Mars em American Horror Story: Freak Show)
Maggie Gyllenhaal (Nessa Stein em The Honorable Woman)
Queen Latifah (Bessie Smith em Bessie)


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter@danielkastro

Enquete

Você achou justo Game of Thrones vencer o Emmy de melhor drama?

Sim. Game of Thrones é disparadamente a melhor série da atualidade
45.31%
Sim. Esse prêmio veio tarde. A série merecia ganhá-lo já na primeira temporada
37.87%
Não. Mad Men é melhor e merecia ter se despedido com recorde de estatuetas
11.33%
Não. A melhor série de drama da TV foi esnobada pelo Emmy: Empire
5.49%

Leia também

Web Stories

+
Salve-se Quem Puder: Última semana da reprise tem chantagem, reencontro perigoso e revelaçãoPower Couple Brasil 5 aposta em casais polêmicos e promete barraco e confusãoPereirão, Lurdes e Edilásia Sardinha: veja 7 mães marcantes das novelas brasileirasCaso Evandro e A Mulher na Janela chegam aos streamings; saiba maisPróximos filmes da Marvel têm Pantera Negra e Os Eternos; confira lista completa

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você está animado para a nova temporada do No Limite?