Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ESTREIA DA NETFLIX

Mortes, segredos e reviravoltas: Saiba tudo sobre a quarta fase de La Casa de Papel

FOTOS: DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Helsink (Darco Perik) e Tóquio (Úrsula Corberó) em cena da quarta parte de La Casa de Papel, que estreia na Netflix

Helsink (Darco Perik) e Tóquio (Úrsula Corberó) em cena da quarta parte de La Casa de Papel

REDAÇÃO

Publicado em 1/4/2020 - 5h56

Quer saber como será a quarta parte de La Casa de Papel? Álex Pina, criador do fenômeno mundial da Netflix, promete criar um eletrochoque nos fãs. "Vamos desfibrilar o telespectador no sofá", disse ao jornal argentino Clarín. A nova leva de episódios estreia na madrugada desta sexta-feira (3) desvendando segredos de personagens, com mais mortes e promovendo reviravoltas, marca registrada do roteiro.

Como muitas pontas ficaram soltas, o público terá resposta para a maioria das questões que ficaram em aberto. Algumas, no entanto, devem seguir no campo do mistério. Isso porque o jornal El Español publicou que a série tem mais duas temporadas encomendadas pela Netflix, mas que o anúncio oficial de sua continuidade será feito horas depois do lançamento dos episódios da quarta parte.

A terceira fase terminou com o grupo de ladrões em plena decadência graças às ações da impiedosa inspetora Alicia Sierra (Najwa Nimri), que conseguiu capturar Lisboa (Itziar Ituño) e fez o Professor (Álvaro Morte) ficar em estado de choque ao simular o assassinato de sua aliada.

Há ainda Nairóbi (Alba Flores), que caiu em uma emboscada e está entre a vida e a morte. Os ladrões entraram em conflito por conta da péssima liderança de Palermo (Rodrigo De La Serna), o relacionamento de Denver (Jaime Lorente) e Estocolmo (Esther Acebo) está prestes a ruir, e Tóquio (Úrsula Corberó) e Rio (Miguel Herrán) terminaram o namoro. 

Nairóbi entre a vida e a morte em La Casa de Papel

Morte de Nairóbi

Uma das personagens mais carismáticas do grupo de bandidos, Nairóbi terá seu destino definido nos episódios que estão por vir. Após levar um tiro, sua vida depende de uma cirurgia de emergência. Sua intérprete, a atriz Alba Flores, tem dificultado a vida dos fãs mais curiosos sobre sua permanência na trama. O que se pode cravar é que ela aparecerá ao longo de toda a quarta temporada.

Assim como Berlim, que morreu na segunda fase, a bandida feminista surgirá em diversas cenas de flashback --além de agonizar bastante enquanto seu sangue escoa pela tela. A morte, ao que tudo indica, é o destino da personagem. Ao UOL, ela disse: "Quem gosta da Nairóbi vai sofrer, mas espero que gostem do nosso trabalho mesmo assim."

Inimiga ou aliada?

A implacável inspetora Alicia Sierra foi a responsável por bagunçar o plano criado por Professor para assaltar o Banco da Espanha. Mas de acordo com uma teoria da conspiração criada por fãs, ela seria a ex-namorada de Berlim, apresentada em flashback como Tatiana ao final da terceira temporada. Uma fala específica do braço direito do Professor deixou em aberto que essa mulher esteve ao seu lado durante o planejamento do assalto ao banco e sabe de todos os segredos que foram traçados.

Os fãs mais conspiradores acreditam que Tatiana, na figura de Sierra, tenha se infiltrado na polícia para, no fim das contas, ajudar o grupo de bandidos. Somente na sexta-feira essa resposta vira à tona.

Raquel Murillo (à esq.) e a inspetora Alicia Sierra (à dir.) na quarta parte de La Casa de Papel


Entre a filha e o namorado

Capturada por Sierra, a inspetora Raquel Murillo --que adotou o nome de Lisboa desde que migrou para o time dos bandidos-- terá que optar por sua filha ou pelo Professor, seu namorado.

Caso decida proteger os bandidos, receberá a pena de 30 anos atrás das grades e não poderá ver sua filha crescer. Mas também lhe será oferecida a liberdade. Em troca, precisa entregar todo o plano elaborado por seu parceiro e, desta maneira, empurrar todos os Dalis para a cadeia.

A decisão parece óbvia, mas Raquel estará diante de Ángel (Fernando Soto), sua antiga dupla de trabalho na polícia. O oficial sempre foi apaixonado pela inspetora e a ajudou em diversas ocasiões em nome do amor que sente pela colega. Ele pode ser tornar novamente seu aliado e facilitar a vida da namorada do Professor.

Gandía é o vilão da nova temporada da série da Netflix

Novo vilão

Gandía (José Manuel Poga), chefe da segurança do Banco da Espanha, estava entre os reféns, mas consegue se libertar e promove uma implosão nos planos dos bandidos. Ele é o grande vilão da temporada e fará os Dalis se perderem na execução do assalto --e também provocará novas baixas no elenco.

Matriarcado

Tóquio assumirá temporariamente a função de líder do grupo dentro do Banco, reforçando um dos debates da série, que é a posição da mulher na sociedade. Em La Casa de Papel, as bandidas suscitaram diversos assuntos ao longo das três temporadas, como violência de gênero e sexualização, e isso será mantido nesta fase. Uma nova personagem, transexual, ganhará destaque.

Mentes criminosas

Álex Pina, criador de La Casa de Papel, avisou em diversas entrevistas que a tônica desta temporada é perturbação da mente criminosa dos personagens. Em vez de apostar nas longas --e muito bem produzidas-- cenas de tiroteios, nesta fase o público entrará ainda mais na cabeça dos ladrões. 

"Nesta quarta temporada, o que propomos é parar um pouco, abaixar a velocidade para poder saborear alguns personagens drasticamente", disse Pina ao site mexicano Estilo DF.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?