Levi e Nico

Grey's Anatomy quebra tabu e investe no primeiro romance entre homens

Divulgação/ABC

Os atores Jake Borelli e Alex Landi na 15ª temporada de Grey's Anatomy: primeiro casal de homens da série - Divulgação/ABC

Os atores Jake Borelli e Alex Landi na 15ª temporada de Grey's Anatomy: primeiro casal de homens da série

JOÃO DA PAZ - Publicado em 11/12/2018, às 05h23

Demorou quase 14 anos, mas aconteceu. O Canal Sony exibiu na noite de ontem (10) o primeiro beijo entre homens de toda a história de Grey's Anatomy, série marcada pela diversidade. Os atores Alex Landi (o médico Nico Kim) e Jake Borelli (o residente Levi Schmitt) foram os protagonistas da cena e vão embarcar no primeiro romance gay do drama.

Até então, Grey's Anatomy havia narrado apenas histórias de amor entre lésbicas ou mulheres bissexuais. Todos os namoros e lances homossexuais sempre contaram com uma das duas mulheres que formaram um dos principais casais de toda a série: Callie Torres (Sara Ramirez) e Arizona Robbins (Jessica Capshaw).

Callie já tinha se envolvido com um homem e com uma mulher antes de se casar com a pediatra. Arizona se relacionou com quatro mulheres no total. As duas médicas já deixaram o elenco.

O beijo singelo entre o charmoso Nico e o atrapalhado Levi ocorreu em um dos elevadores do Grey Sloan Memorial, um dos inúmeros lugares "românticos" do hospital, sempre marcado pela pegação. O momento íntimo foi especial, pois se tratava do primeiro beijo do personagem Levi com outro homem. Também serviu como uma virada na trajetória de vida do ator que o interpreta.

Aos 27 anos de idade, Jake Borelli assumiu ser homossexual um dia após o episódio ir ao ar na rede ABC (em novembro). No Instagram, ele compartilhou a importância do romance em Grey's Anatomy. "Para todos vocês que se identificaram com a história de Levi, saibam que eu também compartilho do mesmo sentimento. Vocês estão sendo representados. Estamos juntos nessa [jornada]", escreveu o ator.

Os médicos Nico e Levi vão trilhar um caminho cheio de altos e baixos nessa temporada, como ocorre com qualquer casal hétero na série. Em alguns momentos, estarão na mesma sintonia; em outros, vão mostrar que são bem diferentes.

O importante é que a paquera seguirá normalmente, sem nada forçado. E mostrará uma lição, com um homem confiante e experiente em relacionamentos (Nico) ao lado de um cara que até pouco tempo atrás era BV, o popular boca virgem (Levi).

Em um elevador, Nico Kim (Alex Landi) e Levi Schmitt (Jake Borelli) se beijam pela primeira vez

São momentos como esse que mostram por que, depois de 13 anos e nove meses no ar, Grey's Anatomy ainda é uma drama relevante para a TV. A série médica conta histórias desse tipo e tem o poder de influenciar pessoas.

Em outubro, durante uma entrevista no talk show da Ellen DeGeneres, a protagonista Ellen Pompeo, que interpreta Meredith Grey, ficou emocionada ao falar sobre o impacto que esse tipo de história tem nos telespectadores. E ressaltou os motivos pelos quais a série precisa continuar por mais temporadas.

"Temos que continuar fazendo isso, porque estamos tocando a vida das pessoas e fazendo uma diferença", comentou a atriz, após citar um caso emblemático, que ocorreu no 15º episódio da 14ª temporada, dirigido por ela própria.

"Um ator adolescente gay, que interpretou um menino homossexual nesse episódio, me procurou e disse que Grey's Anatomy o ajudou a mostrar aos seus pais que ele não era diferente, que não havia nada de errado com ele, que ter um filho gay não é necessariamente uma coisa ruim", detalhou Ellen, com lágrimas nos olhos.

"Por onde quer que eu vá, seja na Itália, na França, em Londres ou no interior dos Estados Unidos, pessoas de todos os tipos me abordam e, chorando, dizem o quanto a série é importante para elas", encerrou.

Lésbicas
A 15ª temporada de Grey's Anatomy é a primeira, desde o quinto ano, sem Jessica Capshaw, a cirurgiã Arizona Robbins. Mas o drama hospitalar conta com outras duas mulheres que se relacionam com pessoas do mesmo sexo.

Especializada em estudos sobre o orgasmo feminino, a médica Carine DeLuca é uma ex-namoradinha de Arizona. Ela continua na trama, mas por enquanto está solteira. Já a residente Taryn Helm (Jaicy Elliot), novata no hospital, tem um crush platônico pela sua mentora, justamente a poderosa Meredith Grey.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou de Órfãos da Terra?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook