Pausa forçada

Greve dos roteiristas pode prejudicar Walking Dead; veja se sua série está na lista

Divulgação/AMC

O ator Andrew Lincoln na sétima temporada de Walking Dead; greve pode parar o drama zumbi - Divulgação/AMC

O ator Andrew Lincoln na sétima temporada de Walking Dead; greve pode parar o drama zumbi

JOÃO DA PAZ - Publicado em 26/04/2017, às 05h32

Séries de grande sucesso, como The Walking Dead, Jessica Jones e American Horror Story, podem ter sua produção afetada caso a greve dos roteiristas de Hollywood tenha início na próxima terça (2). Na última segunda (24), o sindicato da categoria colocou mais pressão nos estúdios após os integrantes votarem massivamente a favor da greve. A última paralisação, em 2007, durou cem dias e prejudicou diversas atrações, que foram canceladas, adiadas ou tiveram temporadas mais curtas.

Neste ano, The Walking Dead será a principal atração atingida pela possível greve. Uma das produtoras do drama zumbi, Gale Anne Hurd, publicou uma foto no Twitter, também na segunda-feira, anunciando o início dos trabalhos da oitava temporada. As filmagens estão programadas para começar em maio e, sem roteiristas, não haverá episódios.

Outras séries na mesma situação são Jessica Jones, American Horror Story e Luke Cage. As três também serão filmadas a partir do mês que vem.

A duração da greve determinará se as produções terão seus retornos adiados ou se sofrerão cortes no número de episódios. Séries com filmagens em andamento podem ser encurtadas. É o caso da prestigiada Mr. Robot. O elenco está trabalhando no terceiro ano da série há apenas 11 dias, em Nova York.

Ilesas
Algumas séries já estão com novas temporadas finalizadas e serão exibidas normalmente. São os casos de Twin Peaks, terceira temporada, a partir de 21 de maio; Orange Is the New Black, quinta temporada, em 9 de junho; Game of Thrones, sétima temporada, estreia em 16 de julho; e Stranger Things, segunda temporada, em 31 de outubro.

Impacto imediato e futuro
O telespectador norte-americano sentirá o baque da greve imediatamente. Todos os talk shows diários, de Jimmy Fallon a  Stephen Colbert, serão suspensos se não tiverem roteiristas trabalhando. Os programas podem sair do ar ganhar reprises. As novelas, exibidas diariamente à tarde, também correm risco de sair do ar.

No mês que vem, as redes de TV aberta dos Estados Unidos (ABC, CBS, Fox e NBC) têm agendados eventos para mostrar ao mercado publicitário a grade de programação da nova temporada, incluindo as novas séries aprovadas. Com a possível greve na semana que vem, essa apresentação pode ser suspensa.

Quanto mais a greve durar, mais séries serão afetadas. Tradicionalmente, as atrações da fall season, lançadas entre setembro e novembro, começam suas gravações em julho. Uma paralisação curta salvaria a produção de uma temporada completa de hits como The Big Bang Theory, NCIS, Empire, Grey’s Anatomy.

Leia também

 

 

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook