Barbie Ferreira

Filha de brasileiros, modelo plus size estreia como patinho feio em série da HBO

Reprodução/Instagram

A atriz Barbie Ferreira posa em set de gravação da série Euphoria, da HBO; ela interpreta a personagem Kat - Reprodução/Instagram

A atriz Barbie Ferreira posa em set de gravação da série Euphoria, da HBO; ela interpreta a personagem Kat

FERNANDA LOPES - Publicado em 18/06/2019, às 05h24

Euphoria, série da HBO que pega pesado ao expor dramas adolescentes, tem uma atriz de sangue brasileiro. Barbara Linhares Ferreira, que usa o nome artístico de Barbie Ferreira, faz sua estreia com um papel fixo na TV na pele de Kat, uma jovem que é o patinho feio entre suas lindas amigas. Barbie, de 22 anos, ficou famosa nos Estados Unidos como modelo plus size e diz que já passou pelo o que a personagem enfrenta.

A atriz nasceu em Nova York, mas foi criada pela mãe, a avó e uma tia, todas brasileiras de Minas Gerais. Barbie fala português e já fez até um vídeo para a Teen Vogue norte-americana em que prepara um bobó de camarão com sua mãe.

Nas redes sociais, ela sempre exalta o fato de ser "brasileira", principalmente quando fala sobre seu corpo. Barbie acredita que por aqui há uma aceitação e valorização maior de mulheres com curvas, enquanto nos Estados Unidos todas querem ser apenas muito magras.

Ela começou a carreira como modelo após se sentir mal com seu próprio corpo. Para levantar a autoestima, passou a publicar fotos suas bem produzidas nas redes sociais e enviar as imagens para grandes marcas. Logo conseguiu contrato com uma importante agência de modelos e apareceu em campanhas importantes nos Estados Unidos.

Na TV, Barbie fez participação especial em dois episódios de Divorce, também da HBO, e no ano passado foi escalada para o elenco de Euphoria. Sua personagem é Kat Hernandez, uma garota de origem latina que tenta se encaixar entre suas amigas. Todas fumam, bebem e fazem sexo frequentemente, mas Kat começa a série ainda como uma menina gordinha, deslocada e virgem.

No primeiro episódio, ela tenta mudar esse cenário. Afirma para os garotos que é uma vagabunda e perde a virgindade com um deles, numa festa regada a muito álcool e grande variedade de drogas. Ainda assim, Kat é tratada pelas amigas como um "mascote", e não como uma garota descolada.

"Ela está explorando a si mesma e o que é ser uma garota que não cabe nas mesmas caixinhas que as pessoas ao seu redor", defendeu Barbie em entrevista à revista Vogue norte-americana.

Para tentar fugir desse estereótipo, Kat irá em busca de novas experiências sexuais, nada saudáveis para uma garota menor de idade. No terceiro episódio, por exemplo, ela aparecerá em uma cena em que troca mensagens com um homem obeso por Skype. Ele mostrará seu micropênis e se masturbará para a garota. "Eu lembro que todo mundo no set estava boquiaberto, assustado", disse ela ao Hollywood Reporter.

Apesar dos momentos de susto, a jovem de ascendência brasileira está feliz com a oportunidade como atriz. Em suas redes sociais e entrevistas, gosta de ressaltar que seu papel na mídia é enaltecer a beleza e exercer a representatividade de gordinhas.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook