Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ESPINOSA

Em nova série, Montagner caça assassino de policiais e tem sede de sexo

PAPRICA FOTOGRAFIA

Domingos Montagner é o delegado Espinosa na nova série do canal GNT - PAPRICA FOTOGRAFIA

Domingos Montagner é o delegado Espinosa na nova série do canal GNT

MÁRCIA PEREIRA

Publicado em 15/10/2015 - 6h21

Três policiais são mortos no primeiro episódio de Romance Policial - Espinosa, série que o canal GNT estreia nesta quinta-feira (15), às 22h30. A trama segue os moldes do gênero policial e conta a história escrita por Luiz Alfredo Garcia-Roza no livro Uma Janela em Copacabana. Domingos Montagner vive o policial que dá nome ao seriado, um delegado que promove uma caçada ao assassino de agentes de seu distrito policial. Ao mesmo tempo, ele vive um romance sexualmente aflorado com a garçonete Luana (Bianca Comparato). 

Com oito episódios, Romance Policial - Espinosa tem Domingos Montagner como estrela. O nome do ator foi o primeiro que surgiu durante a pré-produção. Foi a partir da escolha dele que os produtores foram atrás do restante do elenco. 

“Precisávamos de atores que combinassem com ele e com o ambiente de uma delegacia, funcionando em harmonia. Para mim, o Domingos é hoje o Espinosa. Mesmo quem já leu toda a obra do Garcia-Roza, quando falar no Espinosa vai pensar no Domingos depois que ver os episódios da série. Ele soube incorporar o personagem. Ele faz mais do que interpretar o papel, ele vive o papel”, diz o diretor Vicente Amorim, que comandou as gravações com José Henrique Fonseca. 

O elenco conta com nomes conhecidos do grande público, como Nanda Costa, Chandelly Braz e Roberto Bataglin. São atores que fizeram novelas e filmes, e a escolha deles também age como chamariz. “Mas o diferencial do casting é contar com atores que estão acima da média. O que cria empatia com o público são bons atores e as suas capacidades de viver bem os personagens”, afirma Amorim. 

A atriz Nanda Costa em cena do primeiro episódio

No primeiro episódio, o telespectador perceberá o apelo erótico da série. Bianca Comparato surge sensual na pele de Luana, de lingerie, antes de partir para o sexo com a amado. Depois, será a vez de Nanda Costa se apresentar como stripper em uma boate. Ela é Camila, uma prostituta que mantinha um caso com um dos policiais mortos.  

Para o diretor, a atuação de Bianca erotizando é um dos destaques do primeiro episódio. “A atriz mostra um lado sensual que o espectador nunca viu”, comenta. 

Copacabana também é coadjuvante da atração, que conta com cenas externas em ruas e praças do bairro da zona sul do Rio de Janeiro. Uma das dificuldades encontradas pela direção foi conseguir gravar nessa região e mantê-la muito presente na trama. 

“Copacabana pulsa e estará presente do começo ao fim. A gente não diminuiu essa participação. Tem episódios que são ainda mais movimentados do que o primeiro. Filmar nas ruas de Copacabana uma série com investigação e romance é um desafio, tem ônibus que passa, gente que se aglomera, mas não abrimos mão disso”, conta o diretor.

Em foco

Espinosa é o responsável pela 12ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro. Ele é conhecido por seu rigor ético e por examinar as investigações com perguntas excessivamente detalhistas. Charmoso, o personagem é divorciado e vive sozinho há 12 anos em seu apartamento em Copacabana. Para aliviar as tensões do trabalho, costuma nadar na praia e aproveitar seu tempo livre com a namorada.

O suspense começa com policiais sendo assassinados em situações parecidas, mas a violência não é nua e crua. Está em segundo plano. A investigação fará o delegado desconfiar de seus companheiros, e a pressão da corregedoria e da imprensa crescerá ao longo dos episódios.

Um detalhe que chamará a atenção na caçada ao assassino e que gera mais suspense é que todos os policiais assassinados tinham amantes, e elas também passarão a ser eliminadas. 

Paprica fotografia

Nanda Costa e Montagner são orientados por José Henrique Fonseca (à dir.) nos bastidores

A série retrata ainda o lado corrupto e truculento da polícia, que age fora dos padrões intimidando testemunhas e possíveis criminosos. O elenco conta com André Mattos, Antônio Grassi, Paulo Quirino e Luciano Verlings, entre outros. Os atores que atuam como policiais fizeram workshops em institutos de polícia durante quase um mês. 

O último episódio de Romance Policial - Espinosa está previsto para ir ao ar no dia 3 de dezembro. Após a exibição na TV, os episódios do programa estarão disponíveis para os assinantes no GNT Play e Net Now. 


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?