Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Fera ferida

Edson Celulari será homem-puma na 1ª série da Globo para a TV paga

Raphael Dias/TV Globo

Edson Celulari no humorístico Divertics, da Globo; ator será homem-puma em série da Globo para o GNT - Raphael Dias/TV Globo

Edson Celulari no humorístico Divertics, da Globo; ator será homem-puma em série da Globo para o GNT

DANIEL CASTRO, No Rio de Janeiro

Publicado em 14/3/2014 - 12h59
Atualizado em 14/3/2014 - 16h39

A Globo escalou o galã Edson Celulari para ser o protagonista de sua primeira produção para a TV por assinatura. Em Animal, Celulari aparecerá totalmente descaracterizado de tudo o que já fez na carreira, de acordo com Guilherme Bokel, executivo da Globo. Ele será um biólogo que sofre de teriantropia, uma doença muito rara em que a pessoa pensa que é um animal e conversa com outros bichos.

Na série de suspense, que será exibida pelo canal GNT a partir de agosto, Celulari será um biólogo que pensa que é um puma. A produção será movida pela busca do biólogo para a cura da doença, que tem apenas oito casos no mundo, apenas um deles no Brasil, e pode ser considerada um tipo de autismo. Cristiana Oliveira interpretará a mulher de Celulari. 

Animal foi desenvolvida e será dirigida pelo cineasta Paulo Nascimento, roteirista da Globo. Começa a ser gravada na próxima semana em uma cidade a 400 quilômetros de Porto Alegre. Terá ao todo 102 atores, um megaelenco para o padrão da TV paga. Somente Celulari e a também global Cristiana Oliveira estão na produção.

Com 13 episódios na primeira temporada, Animal foi originalmente pensada para ser uma série da Globo, mas não se vislumbrou espaço na grade da emissora para ela.

A série, então, inaugura um novo processo criativo da Globo. No ano passado, a emissora criou um núcleo para estimular a produção de conteúdos para a internet e canais da Globosat. O principal objetivo é estimular os 400 criadores da emissora a desenvolverem “novos gêneros, formatos e linguagens”, que serão testados fora da TV aberta, mas visam renová-la.

Em apresentação do projeto nesta sexta (14) no RioContentMarket, Guilherme Bokel, que lidera o processo pela Globo, explicou que nessa primeira fase estão sendo desenvolvidos projetos apenas para o GNT e o Multishow. A TV Globo banca o desenvolvimento do projeto, mas a produção é bancada pelo canal de TV por assinatura em parceria com produtora independente.

LEIA TAMBÉM:

Reprise de Caras & Bocas supera Malhação e Fernanda Montenegro

Globo garante BBB até 2018, mas já discute 'aposentadoria' do reality

Record coloca Sabrina Sato, Mion e Cortez para trabalhar na Copa

Band desafia Lobão e decide exibir novo quadro que irritou cantor

Em Família:Juliana vai seduzir Jairo e o ameaçará com uma faca

SBT produz série de aventura sobre motoqueira nas ruas de São Paulo

Dramalhão derruba audiência, e SBT enxuga quatro capítulos em um

Ator Paulo Goulart morre de câncer aos 81 anos em São Paulo

Agora É Tarde foge de Danilo Gentili e toma nova surra no Ibope

Com elenco torto, trama de Manoel Carlos tem sua melhor Helena

Em Família: Barracos tumultuam festa de aniversário de Clara

Glória Pires esnoba Aguinaldo Silva, e Globo cancela série Doctor Pri

Em Família: Juliana sequestra menina na praia e vira caso de polícia

Jogo de sedução entre lésbicas de novela desperta fantasias sexuais


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Mitomaníaco, sem noção ou exibido? 5 vezes que Gui Araujo falou demais em A FazendaDe vendedor de pastéis a diretor de cinema: Por onde anda o elenco de Malhação 2008?Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novela

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas