Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

VOCÊ NUNCA ESTEVE SOZINHA

De onde veio Juliette? Documentário traz origem humilde da campeã do BBB21

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Imagem de Juliette Freire dando depoimento ao documentário Você Nunca Esteve Sozinha

Juliette Freire no documentário Você Nunca Esteve Sozinha; 1º episódio mostra origem humilde

PAOLA ZANON

paola@noticiasdatv.com

Publicado em 29/6/2021 - 11h14
Atualizado em 29/6/2021 - 11h25

Intitulado como Disparada, o primeiro episódio do documentário Você Nunca Esteve Sozinha, sobre a vida de Juliette Freire, estreou nesta terça-feira (29) no Globoplay. O começo da série documental mostra a origem humilde da campeã do BBB21 e todas as dificuldades que ela e sua família passaram em Campina Grande, na Paraíba.

A advogada conta sua própria história, mas o depoimento é intercalado com as versões dos irmãos, amigos de infância e da mãe, Fátima Freire. Juliette tem quatro irmãos mais velhos por parte de pai, e a matriarca adotou os enteados mesmo sem ter condições para criá-los. Depois ainda chegou Julienne Freire, a caçula que morreu aos 17 anos.

Dona Fátima começou a cortar cabelo em casa por não ter condições de levar cinco crianças ao salão sempre que precisava. Com isso, abriu seu próprio estabelecimento, no qual cortava cabelos de crianças a R$ 2 e de adultos a R$ 3. Com a alta demanda no serviço, os filhos passaram a ajudar também; Juliette começou lavando os fios dos clientes com apenas oito anos.

reprodução/arquivo pessoal

Juliette trabalhava no salão da mãe desde criança

Hoje milionária, a ex-BBB sempre morou em comunidades de Campina Grande e estudou em escolas públicas. Em alguns momentos, precisava estudar no período noturno para trabalhar e ajudar a sustentar a casa. "A gente trabalhava muito para ter o mínimo, era tudo sempre bem divididinho", relatou ela.

Em depoimento, seus amigos de infância contaram de onde vieram algumas manias que viralizaram no BBB21. O famoso "tchurubei tchurubai", por exemplo, começou porque o pai de uma de suas amigas era alemão e ela não entendia nada do que ele falava. Com isso, as meninas passaram a imitá-lo.

Sem a mãe alfabetizada e com o pai fora de casa o dia inteiro, Juliette precisava pedir ajuda para sua vizinha nos estudos. Assim que aprendia as tarefas, voltava para casa e tentava ensinar dona Fátima e a irmã mais nova. Aos poucos, a paraibana incluiu Julienne em todos os seus círculos.

Na escola, a ex-BBB não dava sossego aos professores e chegava em casa com muitas advertências por indisciplina, coisa que sua mãe nem ligava. Ela e seus amigos costumavam trocar o passe escolar, que valia R$ 0,70, por um pastel para não passar fome e iam andando para a aula.

Conforme foi crescendo, Juliette foi descobrindo o mundo fora de casa. Teve seu primeiro namorado aos 19 anos e não parou mais de paquerar. "Quando descobri o mundo das festas, me encontrei. Meus pais me prendiam, e eu fugia, eu e minha irmã", contou ela.

O primeiro episódio do documentário mostra que a série terá depoimentos de famosos como Suzana Vieira, Selton Mello e Marta Silva. Segundo a colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, os ex-BBBs Lumena Aleluia, Rodolffo Matthaus, Gilberto Nogueira e Lucas Penteado também darão depoimentos. Disparada termina com um gancho para a história da morte de Julienne. 


Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?