20 anos de Sports Night

De Felicity Huffman a Peter Krause: Xerox da ESPN revelou quarteto de ouro

Divulgação/ABC

Felicity Huffman, Josh Charles e Peter Krause no cenário de Sports Night, que completa 20 anos - Divulgação/ABC

Felicity Huffman, Josh Charles e Peter Krause no cenário de Sports Night, que completa 20 anos

JOÃO DA PAZ - Publicado em 22/09/2018, às 06h29

Série que virou cult, cobiçada até pela HBO e outros canais pagos, Sports Night completa 20 anos neste sábado (22). Com a proposta de contar como é feito um telejornal esportivo, copiando o famoso SportsCenter, da ESPN, a comédia da rede ABC foi um celeiro de talentos. Revelou nomes como Felicity Huffman, Josh Charles, Joshua Malina e Peter Krause.

Exibida no Brasil pelo Canal Sony, Sports Night nunca foi um sucesso estrondoso de audiência e por isso durou somente duas temporadas. Após o cancelamento, em 2000, canais como HBO e Showtime quiseram continuar a atração criada por Aaron Sorkin, mas ele preferiu se dedicar a West Wing (1999-2006), que tinha acabado de estrear, ao invés de tocar os dois projetos.

A aposta de Sorkin vingou. O drama político estrelado por Martin Sheen foi um sucesso de público e crítica, com 26 vitórias no Emmy em suas sete temporadas.

Sorkin teve a ideia de fazer Sports Night enquanto trabalhava no filme Meu Querido Presidente (1995). Ele passou 13 meses em um quarto de hotel e, todas as noites, assistia ao popular SportsCenter. O roteirista julgou que o telejornal esportivo era o programa mais bem escrito da TV e imaginou como seriam os bastidores.

Surgiu aí a trama de Sports Night, que acompanhava uma dupla de âncoras e outros tantos produtores que trabalhavam no telejornal homônimo do canal fictício CSC (Continental Sports Channel). Como a atração levava surras de audiência da ESPN e da Fox, a equipe suava para fazer um programa bom e conseguir atrair público. 

Saiba um pouco mais sobre o "quarteto de ouro" revelado por Sports Night:

divulgação/abc

Estrela da TV americana, Felicity Huffman foi presença certa no Emmy com American Crime 

Felicity Huffman
Na pele da produtora-executiva Dana Whitaker, Felicity Huffman foi revelada para Hollywood, com direito a uma indicação ao Globo de Ouro, em 2000 (perdeu para Sarah Jessica Parker, de Sex and the City). Dana era amiga de longa data do âncora Casey McCall (Peter Krause) e havia muito flerte entre eles.

Quatro anos depois do fim de Sports Night, ela entrou na série que a fez ser conhecida do grande público. Em Desperate Housewives (2004-2012), interpretou a neurótica Lynette Scavo e ganhou um Emmy, em 2005.

Recentemente, ela recebeu elogios pelas suas atuações nas três temporadas de American Crime  (2015-2017), com direito a indicações ao Emmy vivendo três personagens diferentes.

divulgação/ABC/CBS

Josh Charles não largou o terno, só o deixou mais alinhado para atuar em The Good Wife

Josh Charles
Em Sports Night, Josh Charles fez o depressivo âncora Dan Rydell, que já havia trabalhado com Dana em uma TV local em Dallas, no Texas. Seu baixo-astral tinha raiz em problemas familiares: o irmão caçula morreu em um acidente de carro e sua relação com o pai era bem conturbada.

Após Sports Night, foram nove anos fazendo alguns filmes e participações em séries até cravar um espaço em The Good Wife (2009-2016), pela qual conseguiu duas indicações ao Emmy pelo advogado Will Gardner. Em seu currículo, Charles também tem atuações em Masters of Sex (2013-2016), Unbreakable Kimmy Schmidt e Law & Order True Crime: The Menendez Murders (2017).

divulgação/abc

A vida estressante no mundo político de Scandal rendeu algumas rugas a Joshua Malina

Joshua Malina
Aaron Sorkin já tinha trabalhado com Joshua Malina no filme Meu Querido Presidente. Mas foi na série Sports Night que o ator acabou revelado para o público da TV como o assistente de produção Jeremy Goodwin, um viciado em estatísticas.

Sorkin fez lobby para Malina entrar na quarta temporada de West Wing. Seu personagem, Will Bailey, trabalhou no departamento de Comunicação da Casa Branca, sede do governo norte-americano, e apareceu em 71 episódios da série. Na recém-encerrada Scandal (2012-2018), o ator foi o procurador-geral David Rosen.

divulgação/abc/fox

Peter Krause se gabava de seu visual jovial em Sports Night; agora, fecha a cara em 9-1-1

Peter Krause
No mundo fictício de Sports Night, o personagem de Peter Krause, o âncora Casey McCall, é bem famoso. Casey chegou a recusar uma proposta da rede NBC para substituir David Letterman no tradicional talk show do lendário apresentador.

A comédia alçou Krause à fama e, um ano depois do término, ele cravou o papel de protagonista em Six Feet Under (2001-2005), drama que lhe rendeu três indicações ao Emmy. Nesta década, ganhou destaque na mídia por Parenthood (2010-2015) e está em uma das séries mais empolgantes do momento, a insana 9-1-1.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que destino Fabiana deve ter em A Dona do Pedaço?
Morrer, essa aí é tão mau-caráter que não tem salvação
15.22%
Ir para a cadeia e pagar por todas as maldades que cometeu
42.86%
Virar boazinha e ajudar Maria da Paz a derrotar Josiane
13.40%
Voltar para o convento de onde nunca deveria ter saído
28.52%

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook