Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Arte imita a arte

De barracos em reality a jornal; veja 5 séries sobre os bastidores da TV

Divulgação/Lifetime

Natasha Burnett e Breeda Wool discutem na série UnReal, sobre um reality show de namoros - Divulgação/Lifetime

Natasha Burnett e Breeda Wool discutem na série UnReal, sobre um reality show de namoros

JOÃO DA PAZ

Publicado em 8/7/2015 - 14h03
Atualizado em 9/7/2015 - 8h04

A mídia norte-americana já elegeu o grande sucesso da temporada de verão (local) deste ano: UnReal. O drama do canal Lifetime, sobre os bastidores de um reality show de namoros, está recebendo críticas positivas de várias publicações, incluindo veículos renomados como o jornal The New York Times e a revista New Yorker.

Alusão a The Bachelor, UnReal é o caso mais bem-sucedido de uma safra de programas que retratam os bastidores da TV. Também estão no ar atualmente nos EUA o drama Being Mary Jane, sobre uma apresentadora negra em um canal de notícias, e as comédias Episodes, com Matt LeBlanc, The Comeback, com Lisa Kudrow, e The Comedias, com o humorista Billy Crystal. No Brasil, só The Comeback está no ar, via HBO.

Saiba mais sobre essas cinco séries:

A atriz Gabrielle Union apresenta telejornal na série Being Mary Jane

Being Mary Jane
Tema: Uma apresentadora negra tenta se firmar em um canal de notícias
Referência: CNN
Canal nos EUA: BET 
Estreou em: 2 de julho de 2013
Temporadas: Duas. A terceira estreia em fevereiro

Being Mary Jane é a principal série do canal BET (Black Entertainment Television), voltado ao público afro-americano. A produção tem como protagonista a atriz Gabrielle Union (do filme Bad Boys 2). Ela interpreta a apresentadora Mary Jane Paul, uma das estrelas vespertinas do canal SNC, inspirado na rede norte-americana CNN.

O drama, além de acompanhar o relacionamento conturbado de Mary Jane com a família e namorados, traz a luta da jornalista para chegar ao horário nobre. Por mais que seja adorada pelo público, Mary Jane sofre resistência de diretores de programação. Eles mostram receio em colocar uma negra à frente de um jornal conceituado, à noite, e restringir a audiência às minorias.

Em Episodes, Matt LeBlanc trabalha em uma adaptação de uma comédia britânica

Episodes
Tema: Sátira das adaptações de séries britânicas pelas redes norte-americanas
Referências: The Office, Queer as Folk, Shameless
Canal nos EUA: Showtime 
Estreou em: 9 de janeiro de 2011
Temporadas: Quatro. A quinta estreia em maio de 2016

Matt LeBlanc, o eterno Joey de Friends, interpreta ele mesmo em Episodes. Após o fracasso da série Joey, o ator busca uma nova produção para continuar na ativa. Um canal (não se fala o nome) o escala para ser a estrela de uma comédia inspirada em um sucesso da TV britânica: Lyman’s Boys. Os roteiristas Beverly (Tamsin Greig) e Sean Lincoln (Stephen Mangan) deixam a Inglaterra e vão para os Estados Unidos trabalhar no remake, porém são surpreendidos com as interferências de diretores no texto da nova atração, fazendo com que o produto final fique completamente diferente do original.

Episodes ironiza a interação entre diretores da TV, roteiristas e protagonistas. Beverly odeia trabalhar com Matt, que por sua vez tem uma boa amizade com o marido dela (Sean). Esse triângulo não amoroso movimenta a comédia, com ênfase no comportamento “diva” de Matt. .

Lisa Kudrow, a Phoebe de Friends, na pela de uma atriz decadente em The Comeback

The Comeback
Tema: Atriz decadente luta para se manter relevante em Hollywood
Referências: Realities de subcelebridades e documentários amadores
Canal: HBO
Estreou em: 5 de junho de 2005 (1º temporada); 9 de novembro de 2014 (2ª temporada)
Temporadas: Duas. A terceira estreia em novembro

Após nove anos, a HBO decidiu fazer uma segunda temporada de The Comeback, estrelada por Lisa Kudrow, conhecida pelo papel da atrapalhada Phoebe de Friends. Na série, ela é a atriz Valerie Cherish, que busca voltar ao estrelato após se recusar a participar do reality Real Housewives of Berverly Hills. Valerie chama estudantes de uma universidade para filmar o cotidiano dela e, assim, tentar ser lembrada pelos fãs e gente importante de Hollywood.

Durante esse especial, Valerie descobre que o diretor com quem trabalhou em anos anteriores, Paulie G. (Lance Barber), está produzindo uma comédia para a HBO chamada de Seeing Red, sobre a dificuldade que ele teve em trabalhar com Valerie. A atriz vai bater na porta do canal exigindo participar da comédia.

Os atores Billy Crystal e Josh Gad fazem um esquete na série The Comedians

The Comedians
Tema: Veterano comediante quer atuar na TV em um programa de esquetes
Referência: Superestrelas que acham ter o poder sobre tudo
Canal nos EUA: FX 
Estreou em: 9 de abril de 2015
Temporada: uma 

O humorista Billy Crystal interpreta ele mesmo em The Comedians. Na série, ele tenta emplacar um programa com um nome um tanto egocêntrico: The Billy and Billy Show. Claro, a cúpula do canal FX veta a ideia e sugere que Crystal divida a tela com Josh Gad (do filme Jobs), um jovem e promissor comediante. Crystal reluta, mas acata.

O nome do programa muda e passa a se chamar The Billy and Josh Show. O entrosamento entre os dois é péssimo, já que Crystal não tem paciência para lidar com o comportamento infantil e descompromissado de Gad. Porém, com o único objetivo de ficar com o emprego, eles fazem de tudo para manter a aparência e gravar os esquetes necessários. Mas quando as câmeras desligam, entram em cena as desavenças dos protagonistas.

Shiri Appleby com Johanna Braddy em UnReal, grande sensação da summer season 2015

UnReal
Tema: As intrigas forjadas em um reality show de namoro
Referência: The Bachelor
Canal nos EUA: Lifetime
Estreou em: 1º de junho de 2015
Temporada: uma

UnReal escancara os podres por trás das câmeras de um reality show de namoro chamado de Everlasting, uma cópia do popular The Bachelor. As cenas e atuações de UnReal são bem próximas do real. A série foi criada por uma ex-produtora de The Bachelor, Sarah Gertrude Shapiro. Ela levou para a série seis anos de experiência na armação de barracos entre participantes para conquistar audiência.

Esse traço maquiavélico é projetado na personagem Rachel Goldberg (Shiri Appleby). Ela cria as mais maldosas encrencas em Everlasting, pressionada pela chefe, Quinn King (Constance Zimmer). Apesar de ganhar um dinheiro necessário para pagar suas dívidas, Rachel mostra muito remorso e se arrepende constantemente das manipulações que cria, assim como Sarah se sentia em The Bachelor.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?