Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

EMPODERADAS!

Como Stranger Things transformou crianças inocentes em jovens engajadas

FOTOS: REPRODUÇÃO/NETFLIX

Eleven e Max se divertem no shopping center na terceira temporada de Stranger Things - FOTOS: REPRODUÇÃO/NETFLIX

Eleven e Max se divertem no shopping center na terceira temporada de Stranger Things

GISELE ALQUAS

Publicado em 10/7/2019 - 5h25

[Atenção: este texto contém spoilers]

A terceira temporada de Stranger Things estreou na quinta-feira passada (4) e trouxe meninas empoderadas e engajadas no movimento girl power. Esqueça aquela Eleven (Millie Bobby Brown) ingênua --apesar de corajosa-- e tímida das temporadas anteriores!

Nesta nova fase, por influência de Max (Sadie Sink), a menina com superpoderes recupera a segurança e progride em várias frentes, como tomar decisões sobre a própria vida sem a interferência do pai, o xerife Hopper (David Harbour), nem do namorado, Mike (Finn Wolfhard), que demonstra preocupação excessiva com ela.

Além de uma nova coleção de referências a vários clássicos do cinema, a série revela outras personagens interessantes e essenciais, como Robin (Maya Hawke), colega de trabalho de Steve (Joe Keery) e responsável por um dos momentos mais importantes no desenrolar da trama.

Outra personagem que atrai atenção e muita simpatia é a carismática e destemida Erica (Priah Ferguson), irmã de Lucas (Caleb McLaughlin). Esperta e inteligente, a menina tem muito a ensinar aos parceiros Steve e Dustin (Gaten Matarazzo).

O fato é que Stranger Things, mais uma vez, mexe com a emoção do público e traz ainda mais nostalgia da década de 1980 à fictícia cidade de Hawkins. E, agora, com mulheres no comando. Veja cinco destaques girl power da nova temporada:

Eleven (Millie Bobby Brown) muda o visual e fica mais empoderada na terceira temporada


Eleven

Eleven nunca decepciona. E nesta terceira temporada a menina superpoderosa descobre que pode tomar as próprias decisões e não precisa depender da interferência de ninguém, principalmente do namoradinho Mike, que fica chocado com a mudança no comportamento da amada.

Após flagrar o menino em uma mentira, Eleven procura Max para pedir conselhos e decide terminar o relacionamento. A amizade das duas faz a protagonista enxergar o mundo real e enfrentar problemas comuns da adolescência. Literalmente empoderada, ela está toda fashionista e dá os melhores foras em Mike, como quando dispara: "Você me tratou como lixo, estou dando um pé na sua bunda".

Além disso, os poderes de Eleven estão ainda mais impressionantes. Em uma das cenas, ela arremessa um carro sobre os homens da força secreta russa, além de sempre ser a peça fundamental contra as iminentes ameaças do Devorador de Mentes e do Mundo Invertido. Em entrevista à revista Entertainment Weekly, Millie Bobby Brown afirmou que esta foi a temporada mais difícil de gravar.

A ruivinha Max (Sadie Sink) enfrenta os meninos e avisa a Mike que ele não manda em Eleven


Max

Foi graças a Max que Eleven mudou o jeito de pensar e agir --para melhor. Se a chegada da ruivinha na segunda temporada provocou ciúme em Eleven, agora ela é a responsável por fazer a menina enxergar que pode e deve responder por si mesma: "Ele [Mike] te tratou como lixo. Trate-o como lixo. Faça-o provar do mesmo veneno. Se ele não consertar isso, se ele não explicar, dá um pé na bunda dele. Vamos nos divertir, a vida é mais do que só meninos estúpidos", dispara.

Em outra cena, Eleven pergunta para Max quem é a Mulher-Maravilha, ao ver uma HQ da heroína pela primeira vez. Antes de explicar tudo sobre a personagem, a ruivinha faz questão de frisar: "É por isso que você não pode ficar com o Mike o tempo todo", alfinetando os gostos machistas do menino.

"Essa é a Mulher-Maravilha, também conhecida como princesa Diana. Ela é da Ilha do Paraíso, que é uma ilha escondida onde só tem guerreiras amazonas". Com essa amizade sincera, Eleven está pronta para encarar a vida além do Mundo Invertido.

Irmã caçula de Lucas, Erica (Priah Ferguson) rouba a atenção na nova fase com sua esperteza


Erica

Erica, a irmã mais nova de Lucas, também mostra a que veio no episódio A Prova da Sauna, no qual se infiltra em um duto de ventilação e entra no esconderijo dos russos para ajudar Dustin, Steve e Robin. Em troca, a menina exige apenas sorvete de graça. Com sacadas muito inteligentes e raciocínio rápido, Erica desvenda equações e deixa até Dustin desconcertado ao questionar os argumentos dele.

Em um dos diálogos divertidos, o menino diz que eles poderiam ser verdadeiros heróis norte-americanos e pergunta para Erica se ela não ama seu país. Com ar de deboche, a menina dispara: "Você não pode soletrar América sem Erica". Até o próprio Dustin se surpreende com essa resposta.

Amiga de Steve, a novata Robin (Maya Hawke) esbanja carisma na terceira temporada


Robin

Robin é uma ótima adição à terceira temporada de Stranger Things. A personagem surge como a colega de Steve na Scoops Ahoy, mas logo se mostra uma amiga inteligente e importante na missão do grupo. Robin é a responsável por desvendar o código dos russos com seu conhecimento do idioma.

Em um dos momentos mais emocionantes da personagem, a balconista revela para Steve que é lésbica, mas tinha medo de contar por não poder prever a reação do amigo. A maneira inteligente e nada caricata como a atriz representou a comunidade LGBTQ+ agradou aos fãs da série, que foram só elogios à filha de Uma Thurman. 

Nancy (Natalia Dyer) descobre que o Devorador de Mentes está usando ratos para se proliferar


Nancy

Após Nancy (Natalia Dyer) mostrar que tinha dotes para jornalista na segunda temporada de Stranger Things, ela consolida sua vocação na nova fase. Estagiária do jornal local ao lado do namorado, Jonathan (Charlie Heaton), é ela quem descobre que o Devorador de Mentes está usando ratos como hospedeiros para se proliferar.

Mas Nancy tem que lidar com o machismo e a humilhação que sofre na Redação composta apenas por homens misóginos. Quando ela apresenta aos chefes a história que descobriu, todos debocham da garota e depois a demitem. Em uma das cenas de destaque da personagem, a jovem desabafa com a mãe, Karen (Cara Buono), sobre a humilhação que viveu, e recebe conselhos inspiradores dela.

"Não é fácil lá fora, Nancy. Sempre dizem que você não consegue, que não deveria. Que você não é boa o suficiente. Esse mundo vai bater em você, até que finalmente a maioria das pessoas desiste de tentar. Mas você não é assim. Você é uma lutadora. Sempre foi. Tenho orgulho de você", diz a mãe.

Nancy, então, refuta: "Orgulho por eu ter sido demitida?". "Por você ter se defendido daqueles merdas. E se acredita nessa história, termine-a", encoraja a mãe. As duas encerram o papo com um abraço caloroso --e empoderado.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?