Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SÉRIE DA GLOBO

Bruno Garcia diz que beijo gay em Sob Pressão foi 'desafio dramatúrgico'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Kleber (Kelner Macêdo) beija Décio (Bruno Garcia) na porta do Hospital São Tomé Apóstolo em Sob Pressão - REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Kleber (Kelner Macêdo) beija Décio (Bruno Garcia) na porta do Hospital São Tomé Apóstolo em Sob Pressão

REDAÇÃO

Publicado em 24/5/2019 - 11h13
Atualizado em 24/5/2019 - 11h29

Bruno Garcia considerou um "desafio dramatúrgico" o beijo gay na cena exibida na noite desta quinta-feira (23) em Sob Pressão. Na série da Globo, o ator vive o médico Décio, que foi beijado na saída do hospital onde trabalha pelo paciente Kleber (Kelner Macêdo). O capítulo mexeu com os fãs da produção, mas foi encarado com naturalidade pelo elenco.

"Zero problema em dar um beijo na boca de outro homem, pelo contrário, é até um desafio dramatúrgico maravilhoso", explicou Garcia em entrevista ao Gshow.

Antes de a cena ir ao ar, os dois atores conversaram sobre o modo como seria apresentada ao público e combinaram que a sugestão de um beijo gay na TV não seria descartada.

"A gente está fazendo um seriado que é realista. Não tem discussão: 'Vamos dar o beijo e é isso, vamos só cuidar para que a cena seja delicada e não pareça apelativa'", justificou o ator.

"Acho que um dos sentimentos que ficam fortes desse encontro é a importância de se sentir bem resolvido com os próprios desejos e de ser livre para vivê-los. Independentemente de orientação sexual, somos pessoas, que estão vivas, e que são e precisam ser livres para existir e ser, e desejar, e viver!", opinou Kelner Macêdo.

Na visão de Bruno Garcia, além da parceria com Macêdo, o principal diferencial da narrativa foi a direção da cena. "A Rebeca Diniz, diretora, mandou muito bem. Aquele plano-sequência é lindo, com uma atmosfera de verdade para tocar as pessoas de uma maneira geral", falou. 

No quarto episódio da trama, o personagem precisou encarar um conflito ético porque o beijo pôs à prova a relação médico-paciente e ainda aconteceu em frente ao Hospital São Tomé Apóstolo, seu local de trabalho. 

O capítulo ganhou repercussão positiva nas redes sociais:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?