Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

VOCÊ NUNCA ESTEVE SOZINHA

Advogada ou maquiadora? Juliette Freire se dividiu para realizar sonho

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Imagem de Juliette Freire dando depoimento ao documentário Você Nunca Esteve Sozinha

Juliette Freire em seu documentário, Você Nunca Esteve Sozinha; ex-BBB relembrou a carreira

PAOLA ZANON

paola@noticiasdatv.com

Publicado em 7/7/2021 - 6h25

Juliette Freire passou muito perrengue financeiro antes de se tornar milionária. O segundo episódio de Você Não Está Sozinha mostrou como a paraibana se virava com pouco dinheiro até se tornar a campeã do BBB21. Durante a faculdade de Direito, por exemplo, ela precisou se dividir entre o estágio e um salão de beleza para conseguir pagar as contas.

Estudante da Universidade Federal da Paraíba, Juliette não precisava se preocupar em pagar os estudos, mas tinha que se manter em João Pessoa, onde ficava o campus Santa Rita, especializado em ciências jurídicas. A capital fica a quase duas horas de carro de sua cidade natal, Campina Grande.

"Eu comecei a morar só, e minha família nunca teve condições de me ajudar. Só o estágio não dava, [o salário] era pouquinho, era menos de um salário mínimo. Aí eu fui para a maquiagem", contou.

A dona do salão em que Juliette foi trabalhar, Janeide Costa, a contratou em 2012 mesmo sem nenhuma experiência profissional. "Eu só tinha a cara, a coragem e uma maletinha. Eu aprendi fazendo", compartilhou a maquiadora, que a princípio, trabalhava apenas aos finais de semana.

A filha de Fátima Freire já tinha intimidade com salões de beleza, já que ajudava a mãe desde criança. O gosto por maquiagem cresceu tanto que ela considerou fazer seu trabalho de conclusão de curso sobre o tema, mas acabou optando por uma dissertação que envolvia Literatura, faculdade que ela cursou durante três anos, antes de ser aprovada em Direito.

Juliette se especializou em cursos de maquiagem e continuou no mesmo salão durante cinco anos, até abrir o próprio estúdio, a Cabine Beauty, com algumas maquiadoras que tinha conhecido lá. O estabelecimento funcionou até maio de 2020, quando precisou ser fechado por causa da pandemia.

A paraibana costumava maquiar todas as amigas de graça para festas, formaturas e casamentos. Quando faliu, foi para elas que pediu socorro financeiro. "Acho que estou devendo ainda até hoje, minhas amigas diziam para pagar metade em dinheiro, metade em maquiagem", contou ela.

Hoje fenômeno nacional, a advogada ficou no aperto até sua entrada no Big Brother Brasil, em janeiro de 2021. "Foram seis meses sem entrar nenhum real, eu peguei auxílio emergencial para não ter que entregar meu apartamento, e mainha me ajudava como podia", relatou. 


Leia também

Web Stories

+
Quem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no PedaçoAgressão e barraco em festa clandestina: Veja histórico dos peões de A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou do elenco de A Fazenda 13?