Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FRACASSO COMERCIAL

Power Couple vira problema, e Record corre para evitar prejuízo milionário

REPRODUÇÃO/RECORD

Adriane Galisteu com uma camisa preta, cinto fivelado e sorrindo para a câmera durante uma noite em Power Couple, da Record

Adriane Galisteu no Power Couple 6: reality tem dificuldades para vender patrocínio neste ano

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 12/5/2022 - 6h35

Principal aposta da Record entre maio e julho --para aproveitar o público que fica órfão do BBB--, o Power Couple Brasil 6 virou uma dor de cabeça para a emissora. O reality estreou sem patrocinadores. Apenas na quarta-feira (11), dez dias após a estreia, o departamento comercial fechou a primeira marca anunciante. Os executivos seguem na correria para vender mais espaços.

O departamento de vendas da emissora não colocou um número limite de cotas, mas internamente, segundo apurou o Notícias da TV, a expectativa era tentar acordos com seis empresas para recuperar o investimento e ter lucro. Até agora, só a farmacêutica Reckitt Benckiser, que é figurinha carimbada na programação da Record, comprou uma cota master para expor as marcas Strepsils e Naldecon.

A venda de patrocínios se mostrou bem mais difícil do que o previsto. O primeiro obstáculo é que a edição de 2021 não foi bem e ficou marcada por casais pouco conhecidos, o que parte do mercado publicitário rejeita. Como o reality não tem o mesmo alcance de público de A Fazenda nem uma audiência considerada qualificada, as negociações são mais complicadas. 

No ano passado, o programa conseguiu ter boas marcas por causa do fenômeno do BBB 21 e porque a demanda do público por realities era grande. Mas as entregas também foram consideradas insuficientes.

A audiência da temporada de 2021 foi de 6,3 pontos em São Paulo, abaixo do ideal. Além disso, a repercussão nas redes sociais também não foi considerada positiva por quem anunciou. 

Também complica o fato de a área comercial da Record estar em processo de renovação. No fim do ano passado, Walter Zagari deixou o comando do setor, e para seu lugar veio Alarico Naves, que trabalhava em Brasília. Ele montou uma nova equipe considerada muito boa, mas que precisa mudar o olhar que o mercado tem da Record.

O foco agora não é somente a venda em televisão. A Record, assim como a Globo, tem como objetivo negociar a exposição comercial de maneira integrada daqui para frente, com a soma de internet, plataformas digitais, Play Plus e a TV aberta. Apresentar essa linha para os publicitários não é fácil. 

Além dos problemas comerciais, a audiência deste ano não tem ajudado. Apesar da repercussão de brigas no Twitter, a atração tem média de 4,8 pontos na Grande São Paulo até o momento. É o pior início da história do jogo de casais. Se seguir nessa toada, muita gente aposta que a atração pode não retornar no ano que vem. 

Procurada pela reportagem ao longo de toda a quarta-feira (11), a Record respondeu que o Power Couple é um dos realities de maior repercussão da TV brasileira e que a demora em sua venda se deve às mudanças no comercial. Confira a nota na íntegra:

"O Power Couple é um dos realities de maior repercussão da Record. Não por acaso está na sexta edição, pela segunda vez sob o comando de Adriane Galisteu. Em apenas uma semana no ar, a atração atingiu 30 milhões de telespectadores e gerou, por diversas vezes, enorme repercussão e engajamento nas redes sociais. Tanto a apresentadora como o formato são muito bem aceitos pelo público e pelo mercado.

Por questões estratégicas, já que estamos reformulando nosso departamento comercial num processo transparente e amplamente divulgado pela mídia, desenvolvemos nesse momento uma atuação diferenciada. Um processo que considera nossas novas diretrizes, que demandam projetos personalizados para cada cliente.

Com esse trabalho altamente direcionado, especializado e integrado com todas as plataformas do Grupo Record, anunciamos nesta semana a primeira cota de patrocínio do Power Couple com as marcas Strepsils e Naldecon, ambas da Reckitt Benckiser, que, como outros parceiros com os quais estamos trabalhando, acredita no potencial do reality."


Últimas de Power Couple Brasil 6

Leia também

Enquete

Você acha que a edição 2022 de No Limite vai superar a do ano passado?

Web Stories

+
Pão Pão, Beijo Beijo chega no Viva 39 anos depois: Quais atores já morreram?Resumo de Pantanal: Madeleine sofre tragédia, e Bruaca se choca com podridão do maridoGkay já fez harmonização facial? Veja antes e depois da influenciadoraNovela Pantanal: Descubra quem é Guito, o ator que interpreta Tibério na tramaEnquete: Barraqueiro x Sem graça - Vote no casal que vai gerar caos no Power Couple

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas