Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Onde Nascem Os Fortes

Sofredora em nova novela, Patricia Pillar assume queda por 'coisa cabeluda'

Fotos: Estevam Avellar/TV Globo

Patrícia Pillar interpreta Cássia em Onde Nascem Os Fortes, que estreia nesta segunda (23) - Fotos: Estevam Avellar/TV Globo

Patrícia Pillar interpreta Cássia em Onde Nascem Os Fortes, que estreia nesta segunda (23)

MÁRCIA PEREIRA, na Paraíba

Publicado em 23/4/2018 - 6h02

Mãe dos gêmeos Maria (Alice Wegmann) e Nonato (Marco Pigossi), Cássia (Patricia Pillar) será uma mulher sofrida, corajosa e resistente em Onde Nascem Os Fortes. O sumiço de seu filho dará início à tragédia da personagem. Com papéis intensos em seus últimos trabalhos na TV, Patricia Pillar revela que "tem uma quedinha por coisas mais cabeludas". A nova novela das onze estreia nesta segunda (23), após O Outro Lado do Paraíso

"A gente invoca uma energia muito grande para fazer uma dor assim. Mas o lindo da minha profissão é isso. Vou aprendendo a conviver com sentimentos que não são meus, com fatos que não são da minha vida e princípios que não tenho. São portas que se abrem em mim", explica Patricia. 

Aos 54 anos, a atriz não tem filhos e precisa fazer com que as pessoas acreditem na trama dessa "mãe coragem" que fica dilacerada ao perder Nonato.

O jovem desaparecerá após ser espancado pelo empresário Pedro Gouveia (Alexandre Nero), que é o todo-poderoso da fictícia cidade de Sertão, onde a história de George Moura e Sergio Goldenberg é ambientada. 

"A Cássia clama por justiça, mas não sei se ela vai encontrar", diz. A personagem ainda tem uma relação com seu passado nessa cidade que ela esconde e que tem a ver com o pai de seus filhos.

Maria (Alice Wegmann) e Nonato (Marco Pigossi) vão para Sertão fazer trilha de mountain bike

"Ela não gostaria de voltar para esse lugar nunca mais, e seus filhos vão para lá a contragosto dela e fazem com que ela tenha de voltar e revisitar a sua própria história junto com uma dor monstruosa", adianta Patricia.

A humanidade de todos os personagens da trama faz a atriz afirmar que esse trabalho está lhe tranformando. "Eu acho que a vida é curta. Eu sempre pensei no meu desenvolvimento pessoal, por isso eu digo que é muita sorte ter recebido alguns convites como este", declara. 

Mãe solteira
Cássia é uma engenheira ambiental que criou os filhos sozinha. O pai deles é um desses homens que ela reencontrará em Sertão. Ela se envolverá com o juiz Ramiro (Fábio Assunção), sem saber que ele é um homem corrupto e assassino, que tem como hobby dar o nome de suas vítimas às aves que cria

Ela também lutará contra o desejo que sente justamente por Pedro Gouveia, o empresário que pode ter matado seu filho.

"O Ramiro é uma pessoa que parece ajudar na situação porque ela não conhece ninguém e foi desamparada para uma situação de violência. O Pedro é o suspeito número um do desaparecimento do filho dela. Esses homens entram em sua vida de uma maneira que não é um romance qualquer", comenta a atriz, adiantando que eles formarão um triângulo amoroso.

Pedro Gouveia (Alexandre Nero) é o todo-poderoso de Sertão e suspeito de sumir com Nonato 

Ela diz que Cássia vai necessitar de afeto durante a luta para esclarecer o que aconteceu com Nonato. Sua filha, Maria, também ficará afastada da mãe para não ser presa. Após brigar e acusar o empresário de assassinar o irmão, a ciclista acabará matando acidentamente um segurança de Pedro que tentará estuprá-la.

Alice Wegmann, inclusive, conversou com o Notícias da TV para falar dessa cena e de um episódio de assédio que viveu na vida real

A veterana diz que essas duas mulheres de Onde Nascem Os Fortes representam muito a força feminina, o empoderamento que é tão falado atualmente.

"Tem um choque com o universo masculino e isso é bonito porque mostra as deficiências de cada um. Eu acho que não passa por uma questão ou por outra propriamente, mas passa pelo universo feminino no Brasil e suas fortes personagens", resume. 

Busca por respostas
Dos mesmos autores de O Canto da Sereia (2013) e Amores Roubados (2014), a trama é para adultos e vai explorar sexo e violência, como o horário das 23h permite.

Traz o sotaque nordestino sem localizar exatamente em que região se passa, além de mostrar paisagens áridas e belas por meio de um trabalho de fotografia minucioso de Walter Carvalho.

Samir (Irandhir Santos) é o fundador de uma comunidade religiosa que prega o perdão a todos

Ele assina a direção-geral ao lado de Luisa Lima e Isabella Teixeira. A direção artística é de Jose Luiz Villamarim. 

A trama conta a história do empresário bem-sucedido Pedro Gouveia. Ele é dono de uma fábrica de bentonita, que manda e desmanda em Sertão. Outro eixo da novela das onze envolve o líder religioso Samir (Irandhir Santos), fundador de uma comunidade que prega o perdão, inclusive para criminosos. Ele é quem vai acolher Maria, que virará fugitiva da polícia.

A jovem urbana estará na cidade a passeio com seu irmão gêmeo, fazendo trilhas de mountain bike. Ela é o terceiro pilar do folhetim, que ficará no ar até julho.

Apesar de ter uma história digna de Romeu e Julieta, já que Maria vai se apaixonar por Hermano (Gabriel Leone), filho adotivo de Pedro Gouveia, Alice Wegmann afirma que sua personagem é uma espécie de versão moderna de Maria Bonita, a mulher do cangaceiro Lampião.

Últimas de Onde Nascem os Fortes


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você acha das demissões de veteranos da Globo?