Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Cabra macho

Por que o comendador José Alfredo é o homem mais amado do Brasil?

Divulgação

O ator Alexandre Nero, que faz sucesso como protagonista da novela das nove da Globo - Divulgação

O ator Alexandre Nero, que faz sucesso como protagonista da novela das nove da Globo

MÁRCIA PEREIRA

Publicado em 22/2/2015 - 6h15

Um homem de 50 anos virou sonho de consumo das mulheres e modelo para os homens. Virilidade, autoconfiança, senso de Justiça, afetuosidade e capacidade de superação estão entre os principais atributos que fazem de José Alfredo Medeiros um personagem amado e querido em todo o país, que arranca gritos e suspiros de fãs como se fosse um líder de boy band.

O comendador de Império alçou ao posto de galã Alexandre Nero, um ator de 45 anos que está na TV há apenas oito e que até então só tinha defendido papéis secundários. Com o sucesso, Nero já foi escalado para substituir Murilo Benício como protagonista da novela das nove que estreia no final do ano. Como se fosse um cantor de boy band, Nero e José Alfredo arrancam suspiros e gritos das fãs.

O Notícias da TV ouviu um especialista em telenovela e um psicanalista para traçar o perfil do comendador e esclarecer por que o personagem interpretado por Alexandre Nero é uma unanimidade. “José Alfredo é um líder, um homem de punho, que assume o comando. Ele toma decisões arriscadas, mas ao mesmo tempo se mantém no controle. Ele mistura potência, afetividade e lealdade à mulher que ama. Dá valor à família, ama seus filhos”, ressalta Sergio Savian, psicanalista especializado em relacionamentos e noveleiro assumido.

Mauro Alencar, doutor em teledramaturgia brasileira e latino-americana pela Universidade de São Paulo, aponta outras qualidades como a determinação, a coragem e a origem popular do homem de preto como os fatores predominantes para tamanha aceitação junto ao telespectador, características que o fizeram “brilhar na vida tal e qual um diamante”, diz o especialista.

“José Alfredo tem uma aura mítica advinda, em parte, de suas superstições, traço característico dos grandes heróis da ficção, arquétipos que servirão de exemplo à audiência de um modo geral, que trazem o reconforto da possibilidade da conquista”, observa Alencar.

Alencar afirma que o comendador entra para o grupo de personagens imortais das novelas, o que recentemente não andava acontecendo com os “mocinhos”, somente com os vilões, como Carminha (Adriana Esteves), de Avenida Brasil (2012), e Félix (Mateus Solano), de Amor à Vida (2013).

O especialista relembra exemplos na história de nossa telenovela como o caso do comendador: Fernando Silveira (Francisco Cuoco) em Redenção (1966), João Coragem (Tarcísio Meira) em Irmãos Coragem (1970), Odorico Paraguaçu (Paulo Gracindo) em O Bem-Amado (1973), Bruno Mezenga (Antonio Fagundes) em O Rei do Gado (1996) e Giovanni Improtta (José Wilker) em Senhora do Destino (2004), são alguns deles.

Alexandre Nero e Marina Ruy Barbosa em cena gravada em agosto (Foto: AgNews)

O psicanalista Sergio Savian lista cinco motivos que levam o público a amar José Alfredo: 

Qualidades: José Alfredo mistura poder, generosidade, senso de Justiça, romantismo e uma forte libido, o que o torna uma espécie de sonho de consumo para as mulheres e um forte modelo para os homens. Ele tem um lado que ajuda os que necessitam e outro mais justiceiro, que bate sem dó.

Virilidade: Aos 50 anos, o mais comum é uma forte queda nas taxas de testosterona, o que implica um rebaixamento na potência sexual. São poucos os homens que, no auge de sua maturidade, ainda se mantém tão viris. A mistura da vivência pessoal e profissional do comendador, somada com a capacidade de se apaixonar e de se dedicar ao amor, coloca o personagem em uma posição invejável.

Popularidade: Ele é um nordestino que venceu na vida trabalhando muito. As histórias de superação costumam fazer sucesso. No caso de José Alfredo, ele se supera inúmeras vezes. É uma espécie de gato com sete vidas. A imortalidade também é um sonho de muitas pessoas. Superação, sensualidade e mistério o tornam fortemente desejável, consequentemente popular.

Raridade: É muito difícil encontrar um homem desses na vida real. Alguém com tanto poder e, ao mesmo tempo, que funcione a partir do coração. O mundo está carente de grandes líderes e José Alfredo sintetiza um olhar firme, uma figura paterna que muita gente busca.

E até defeitos: Até os defeitos deles agregam valores. Ele sofre quando as coisas não acontecem do jeito que deseja. É obsessivo-compulsivo. Não podemos dizer que ele é absolutamente bom ou mau, o que o torna ainda mais humano. É o homem que palita os dentes, que toma pinga no boteco, e tem um lado animal.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Web Stories

+
De Fernanda Montenegro a Sônia Braga: Cinco atrizes que entraram para a históriaDe série com Liniker a nova temporada de Elite: Confira os lançamentos da semanaBastidores de O Diabo Veste Prada tiveram atriz deprimida e look vetado, saiba maisJuliette, Zico e Anitta: Sete celebridades que viraram tatuagens de fãsOportunidade de brilhar: Cinco PCDs que atuaram na TV brasileira

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou da saída antecipada de Faustão da Globo?