Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Novela das nove

O Outro Lado do Paraíso: Juíza, Raquel ameaça prender Gustavo por racismo

Raquel Cunha/TV Globo

Raquel (Erica Januza) em cena da novela; personagem trocará farpas com colega juiz - Raquel Cunha/TV Globo

Raquel (Erica Januza) em cena da novela; personagem trocará farpas com colega juiz

MÁRCIA PEREIRA

Publicado em 29/11/2017 - 6h45

Gustavo (Luis Melo) será preconceituoso quando Raquel (Erika Januza) virar sua colega de trabalho. Em O Outro Lado do Paraíso, ele fará questão de lembrar que ela era sua "empregadinha". O juiz se dirá admirado por Raquel ter passado no concurso para juíza. No embate, Raquel avisará que, se o juiz for racista, ela emitirá uma ordem de prisão.

Na segunda fase da novela, a campanha contra o racismo será fortalecida. A cada dia, um personagem diferente surgirá lembrando Nádia (Eliane Giardini) e seu marido de que racismo é crime.

Em seu primeiro dia de trabalho como juíza, Raquel vai querer saber como pode localizar os processos que julgará.

"Perdoe-me. Mas é mais antigo do que eu aqui, doutor Gustavo. Preciso de um favor", falará a personagem de Erika Januza. "Mais antigo é força de expressão. Quando você nem pensava em ser juíza, eu já estava neste tribunal", retrucará o pai de Bruno (Caio Paduan).

Raquel lembrará que sabe que a mulher do colega não a suporta. "Imagino que também não morra de simpatia por mim", comentará a juíza, que será interrompida. "Vamos deixar o passado para trás. Você estudou, se formou, passou no concurso. Temos que trabalhar lado a lado, e como colegas devemos nos respeitar. Eu nunca vou me referir ao fato de ter sido empregadinha em nossa casa", vai disparar o juiz.

Raquel afirmará que tem orgulho de ter sido empregada e que sua história serve de exemplo para muitas pessoas. "Trabalho honesto nunca foi vergonha para ninguém", alfinetará a jovem. "Poupe-me desse seu discurso politicamente correto. O fato é que sou obrigado a obedecer as leis, e acolhê-la como uma colega", responderá o juiz.

Ele dirá como funciona o sistema que localiza processos digitalizados e voltará a cutucar a colega. "Sabe usar computador?", indagará Gustavo. "Quando vai me perguntar se bato tambor?", rebaterá a juíza.

"Falando francamente, fiquei muito admirado quando soube que era você a nomeada...", dirá o marido de Nádia, que será cortado Raquel.

"Estudei dia e noite para fazer a faculdade, passar no concurso. Diga que nunca pensou que uma negra pudesse ser juíza. Diga. E emito uma ordem de prisão contra o senhor", falará Raquel. Ele afirmará que nunca foi racista e cortará a conversa.

Aos poucos, Raquel perceberá que o juiz é corrupto, e os embates entre os dois vão crescer. As cenas do primeiro dia de trabalho de Raquel estão previstas para irem ao ar na primeira semana de dezembro. 


Confira cinco reportagens especiais sobre O Outro Lado do Paraíso:

De mimada a 'bicha pão com ovo': os sete mais odiados de O Outro Lado
Clara rejeitada e prisão de pedófilo levaram fãs da novela à loucura
De mocinha sem sexo a pacto com a morte: o fantástico mundo de Walcyr Carrasco
'A primeira tesourada é inesquecível', diz atriz que interpretou vilã da trama
Chega de achincalhar: cinco vezes em que O Outro Lado arrasou

Últimas de O Outro Lado do Paraíso


Outras Novelas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?

Muito bom, tem todo o conteúdo que os fãs da Disney amam.
19.71%
O catálogo é bom, mas há falhas e problemas no aplicativo.
8.46%
Não gostei, o conteúdo não me interessou.
17.51%
Não assinei, achei o preço muito alto.
54.32%