Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PRINCESAS POPULARES

Nos Tempos do Imperador faz disparar buscas sobre vida de Isabel e Leopoldina

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Leopoldina (Bruna Griphao) está ao lado de Isabel (Giulia Gayoso) em cena de Nos Tempos do Imperador

Bruna Griphao e Giulia Gayoso interpretam as princesas Leopoldina e Isabel em novela das seis

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 27/10/2021 - 14h35

A novela Nos Tempos do Imperador fez disparar as buscas por duas personalidades históricas, as princesas Isabel (vivida por Giulia Gayoso) e Leopoldina (Bruna Griphao). Os brasileiros nunca pesquisaram tanto pela vida afetiva e feitos das monarcas como em outubro de 2021, de acordo com dados do Google Trends obtidos com exclusividade pelo Notícias da TV.

Entre os termos mais buscados na internet sobre Isabel, estão com quem a herdeira do trono se casou na vida real, com quantos anos ela assinou a Lei Áurea, quem foi seu o marido e qual era o nome dele.

O interesse pela vida afetiva se repete com Leopoldina. O público quer saber com quem a filha caçula de dom Pedro 2º, interpretado por Selton Mello, se casou, quantos anos ela tinha e qual foi a causa da sua morte. 

No capítulo de segunda-feira (26) do folhetim escrito por Thereza Falcão e Alessandro Marson, Isabel escolheu Gastão (Daniel Torres) e Augusto (Gil Coelho) não quis a irmã mais nova como prêmio de consolação. Após a exibição, a expressão "princesa Leopoldina casou com quem" foi a pergunta que mais cresceu no país no espaço de 24 horas, dentre todas as perguntas digitadas no Google.

As buscas pela frase saltaram mais de 1.500% ante as 24 horas anteriores. Segundo dados do Google Trends, a pergunta também ficou entre as cinco dúvidas mais buscadas pelos brasileiros no mesmo período. Também entraram para a lista das dúvidas mais pesquisadas a frase "princesa Isabel casou com quem", na sexta posição, e "quem foi o marido da princesa Leopoldina", que aparece no 13º lugar.  

Com quem as princesas se casaram?

Em Nos Tempos do Imperador, a princesa Isabel começou a procurar um marido para criar uma aliança política para a futura imperatriz do Brasil. Na vida real, a nobre se casou com Gastão de Orléans, um conde francês que também era neto do rei Luís Filipe 1º.

Luís Filipe Maria Fernando Gastão nasceu em 1842 em um subúrbio de Paris e já ganhou o título de conde assim que veio ao mundo. Conhecido como o conde d'Eu, ele também era sobrinho de Francisca de Bragança, irmã do imperador brasileiro, que foi responsável por unir o rapaz com a filha de dom Pedro 2º.

Entretanto, o nobre pediu para conhecer sua futura noiva antes de oficializar o compromisso, o que o levou ao Rio de Janeiro em 1864. No mesmo ano, ele renunciou à sua posição na linha de sucessão do trono da França. Em outubro, se casou com a princesa imperial. Os dois partiram para a Europa em lua de mel, mas precisaram retornar após o início da Guerra do Paraguai.

O primo de Gastão, Luís Augusto de Saxe-Coburgo-Gota, chegou ao Brasil ao lado do parente e se casou com a irmã de Isabel, Leopoldina. Originalmente, o conde d'Eu é que estava prometido à caçula, enquanto Saxe-Coburgo-Gota deveria ter se casado com a mais velha. Porém, ao conhecerem os pretendentes, as princesas acharam melhor fazer uma troca.

Como príncipe-consorte, Gastão buscou ter uma presença forte na política nacional. Ele e Isabel tiveram quatro filhos: Luísa, Pedro, Luís e Antônio. O conde foi exilado junto da família imperial em 1889, com a instauração da República, e morreu em 1922. Ele e a mulher estão enterrados na Catedral de Petrópolis.

Isabel assume o trono?

A novela da Globo mostra a preparação da princesa para assumir o trono no lugar do pai. O fato histórico aconteceu em 1887, após o imperador dom Pedro 2º ficar muito doente e não ter condições de governar. Por isso, a primogênita assumiu as funções de regente do Brasil, enquanto o monarca viajou para se tratar.

Foi durante esse período que foi sancionada a legislação que veio a ser conhecida como Lei Áurea, que acabou com a escravidão no país. Em agosto de 1888, Pedro retornou de viagem e reassumiu o trono. Porém, no ano seguinte, o imperador foi deposto por um golpe militar, que instaurou a República. Em seguida, a família imperial foi obrigada a deixar o Brasil. Isabel chegou a publicar uma declaração sobre sua partida.

É com o coração despedaçado pela tristeza que me despeço dos meus amigos, de todos os brasileiros, e do país que eu amei e amo muito, e da felicidade que eu tenho lutado para contribuir e pela qual eu vou continuar a manter as mais ardentes esperanças.

Única novela inédita da Globo no ar, Nos Tempos do Imperador se passa cerca de 40 anos depois dos acontecimentos de Novo Mundo (2017). Além dos spoilers, o Notícias da TV também diariamente publica os resumos da novela das seis.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Nos Tempos do Imperador e outras novelas.


Últimas de Nos Tempos do Imperador


Resumos Semanais

Resumo da novela Nos Tempos do Imperador: Capítulos de 8 a 18/12

Quarta, 8/12 (Capítulo 105)
A Madre assegura a Louzada que Pilar não será substituída. Gastão e Augusto rendem um soldado paraguaio que observava a comitiva de Pedro. Nélio e Dolores planejam agir contra Tonico. Vitória acredita que deve fechar o ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
Teste de fidelidade? A Fazenda 13 coloca relacionamento de peões em xequeTraída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas