Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

EM A DONA DO PEDAÇO

Malvino Salvador respira aliviado após pai gay em horário nobre: 'Saí do estereótipo'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O ator Malvino Salvador dá um sorriso sentado à mesa caracterizado como o Agno em cena de A Dona do Pedaço

Malvino Salvador interpretou Agno em cena de A Dona do Pedaço: papel diferente na carreira

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro

Publicado em 9/8/2020 - 6h53

Malvino Salvador se sentiu aliviado com a boa repercussão em torno do papel de Agno em A Dona do Pedaço (2019). Segundo o intérprete, o público não só aceitou muito bem o seu primeiro personagem gay nos folhetins como também comprou a sua performance fora do clichê do "garanhão" --como o Quinzé de Fina Estampa.

"Saí do estereótipo e foi excelente para mim entrar em um universo completamente diferente do que estava acostumado. O barato do ator é justamente viver essas inúmeras vidas", explicou o galã em entrevista ao Notícias da TV durante uma coletiva virtual promovida pela Globo na última quinta (5).

O empresário até trazia um pouco do lado "conquistador barato" que o artista já tinha experimentado na TV e não se furtou a dar em cima de Rock (Caio Castro), Abdias (Felipe Titto) e tantos outros até finalmente terminar ao lado de Leandro (Guilherme Leicam) --com direito a casamento e um beijo discreto no último capítulo da novela.

O principal atrativo, no entanto, era a relação com a filha Cássia (Mel Maia), que não aceitava a homossexualidade do pai. "Ela aos poucos acabou cedendo ao amor. Nós fizemos tantas cenas bonitas, acho que fizemos a diferença para as pessoas da vida real que se inspiraram por aquela história", ponderou.

Ele vê com bons olhos a chegada de novos arranjos familiares à televisão, com mais diversidade, assim como uma nova forma de paternidade --com homens que se permitem mais ao afeto sem, claro, deixar de lado a preocupação e a responsabilidade na criação dos filhos.

"O segredo é saber dosar. Essa masculinidade que alguns chamam de tóxica cede aos poucos, é geracional. Na época dos meus pais, existia o preconceito contra quem era separado, e isso foi se dissolvendo aos poucos. Novos conceitos vão aparecendo, e o mundo sempre está em transformação. O importante é saber educar, porque quem não cobra os seus filhos está criando monstros", avaliou.

Malvino brincou que, em questões de educação, ele tem experiência, já que viveu de perto o crescimento das filhas Sofia, Ayra e Kyara, de 11, seis e cinco anos. "Todos os assuntos podem ser abordados se souber aproveitar a fase da criança, em cada momento vão aparecer questionamentos diferentes", argumentou o manauara, que ainda está espera um menino ao lado da mulher, Kyra Gracie.


Inscreva-se no canal do Notícias da TVno YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Fina Estampa e outras novelas.

Últimas de Fina Estampa


Resumos Semanais

Resumo da novela Fina Estampa: Capítulos de 18 e 19 de setembro

Sexta, 18/9 (Capítulo 155)
Tereza Cristina obriga Griselda a implorar pela sua vida. Crô entrega plano de Tereza Cristina para não ser preso. Tereza Cristina arrasta Ferdinando para a cama. Antenor decide ir atrás de Griselda. Zuleika interrompe o casamento ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?