Novela das nove

Império: Zé Alfredo encontra fortuna enterrada e imita Tio Patinhas

Reprodução/TV Globo

Alexandre Nero (José Alfredo) em cena de Império, da Globo; comendador volta a ser milionário - Reprodução/TV Globo

Alexandre Nero (José Alfredo) em cena de Império, da Globo; comendador volta a ser milionário

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 23/02/2015, às 12h04

José Alfredo (Alexandre Nero) reencontrará sua fortuna, que foi roubada de uma conta em um banco suíço. O dinheiro estará enterrado na mansão que era da família em Petrópolis (região serrana do Rio), e o comendador comemorará imitando Tio Patinhas: "Quack! Quack! Quack!". A caça ao tesouro irá ao ar a partir do dia 5 em Império, novela das nove da Globo. José Alfredo irá até o local para descobrir quem comprou o imóvel, após ficar sabendo que foi Silviano (Othon Bastos) quem fez a venda. No cartório, Josué (Roberto Birindelli) ficará pasmo ao ver que Jesuína Ferreira (Laura Cardoso) é a nova dona da casa.

Enquanto isso, Maria Marta (Lilia Cabral), que será a primeira a chegar na mansão, contará a José Alfredo que resolveram fechar a piscina por conta da falta de água. A intuição do comendador o levará a vasculhar o local, ele sentirá que o piso é falso e pegará uma picareta para quebrar um pedaço do chão. É assim que o homem de preto acabará se deparando com uma montanha de euros (moeda europeia), que ele deduzirá que é a sua fortuna roubada. Para levar a grana embora, o todo-poderoso precisará de dois carros-fortes.

Essa trama se desenrola após José Pedro (Caio Blat) ser flagrado por Lorraine (Dani Barros) deixando a casa do ex-mordomo da família. Ela entrará lá e encontrará um bilhete dele avisando Silviano para tomar cuidado que sua mãe resolveu visitar a casa de Petrópolis. Depois de muito suspense, o público saberá que o aviso foi por conta de o mordomo ter feito a venda do imóvel e recebido uma porcentagem pelo trabalho. 

Mesmo depois de o público já estar sabendo que o mordomo é o pai de Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) e dizer que trabalha para Fabrício Melgaço, a família Medeiros ainda não estará a par dessa história. A madame decidirá ir ao local após ser humilhada por José Alfredo mais uma vez. Ela dirá que quer voltar ao exílio. 

Confira como vai ser a caça ao tesouro:

Marta: "Fecharam a piscina, você acredita nisso? Taparam com uma laje, grama e tudo." 

José Alfredo: "Nesse tempo em que todos nós precisamos economizar água... Mas cimentar já é demais."

Nesse momento, Josué que foi ao cartório verificar o nome do novo proprietário, chega ao local.  

José Alfredo: "Descobriu o nome de quem comprou essa casa?" 

Josué: "Descobri. É uma pessoa que o senhor conhece... Mas não vai acreditar quando eu lhe disser o nome."

José Alfredo: "Fale de uma vez, Josué, quem foi?"

Josué: "Dona Jesuína Ferreira!"

José Alfredo: "Dona Jesuína? Aquela velhinha pobre lá de São João Del Rey? Que supostamente era a mãe de Maurílio?"

Josué: "Ela mesma! A velhinha que parecia pobre, mas pagou à vista pela casa. E foi uma fortuna!"

José Alfredo: "Não é possível."

José Alfredo vai se afastar e ficará encafifado, diante da piscina. Até que, lentamente, ele pisará nas bordas da piscina, vai se movendo e sai meio que a deslizar sobre a grama que a cobre.

Marta: "Que é isso? A dança do acasalamento?" 

José Alfredo: "Shiu...", diz ele, fazendo sinal de silêncio e pisando pelo local e sentindo onde o som é diferente até se voltar para o jardineiro e caseiro do local, um funcionário que prestava serviços para eles e que gosta de toda a família.

José Alfredo: "Traz uma picareta, depressa!" 

Já com a ferramenta nas mãos, ele vai disparar: "Estou me sentindo como se tivesse cavando em busca do ouro!"

O funcionário e Josué o ajudarão na sequência.

José Alfredo: "Por debaixo desse tapete de grama tem uma laje, mas não é de cimento, é uma laje falsa. Aqui, vamos começar a abrir isso aqui."

Eles começarão a desmontar a laje falsa até verem que uma lona cobre a antiga piscina. Quando a lona é tirada, euros e mais euros são vistos por todos, boquiabertos.

Marta: "Meu Deus! Estou passando mal! Quanto euro! Uma fortuna em euros! De onde veio isso?" 

José Alfredo: "Dos meus bolsos... E dos cofres da Império."

Em seguida, com a ajuda de Antoninho (Roberto Bonfim), o comendador contratará dois carros-fortes para transportar o dinheiro, que será retirado do local sem problemas. Antes, no entanto, ele deve fazer o público rir imitando o Tio Patinhas.

José Alfredo: "Sempre tive uma certa inveja daquele pato..."

O comendador vai tirar os sapatos, a camisa e se atirará na piscina de dinheiro.

José Alfredo: "Quem disse que isso só acontece em gibis? Quack! Quack! Quack!"

As imagens mostrarão ele nadando em cima de seu tesouro.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Com quem Paloma deve ficar em Bom Sucesso?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook