Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

CONFLITOS

Família É Tudo: Globo aposta em dramas familiares para recuperar público de Fuzuê

MANOELLA MELLO/TV GLOBO

Vênus (Nathalia Dill), Júpiter (Thiago Martins), Andrômeda (Ramile), Plutão (Isacque Lopes), Electra (Juliana Paiva) posam juntos nos bastidores de Família É Tudo

Os cinco meio-irmãos de Família É Tudo: conflitos familiares serão a principal temática da novela

CARLA BITTENCOURT, colunista

carla@noticiasdatv.com

Publicado em 6/2/2024 - 12h03

Caça ao tesouro, personagens que voltam do mundo dos mortos e mistério em excesso parecem não ter agradado ao público de Fuzuê, que largou mão da novela das sete da Globo. Para tentar recuperar a audiência perdida na faixa, a emissora aposta em um novelão tradicional, com os dramas familiares que envolverão os cinco irmãos protagonistas da próxima trama do horário, Família É Tudo.

"Acho que o ponto de identificação com o público vai ser exatamente as relações familiares. A minha família é muito pequena, mas eu conheço várias famílias de amigos meus que são grandes e têm esses conflitos. Eu acho que as pessoas vão se identificar com isso", explicou o autor Daniel Ortiz durante apresentação da história à imprensa, na manhã desta terça-feira (6).

"É aquela briga dos irmãos, quem vai tomar banho primeiro, sai do banheiro, come não sei o quê, quer tomar banho também... Acho que essas relações familiares são o ponto principal. A mensagem da novela é exatamente essa: a importância da família, que é o seu porto seguro, no fim das contas", continuou o escritor da novela, que tem estreia marcada para 4 de março.

Vênus (Nathalia Dill), Júpiter (Thiago Martins), Andrômeda (Ramile), Plutão (Isacque Lopes) e Electra (Juliana Paiva) são irmãos por parte de pai. Quando Pedro (Paulo Tiefenthaler) morre, os cinco filhos se afastam e só voltarão a conviver por causa de um testamento da avó -- responsável pelo título anterior da trama, A Vovó Sumiu.

Ao ser dada como morta, Frida (Arlete Salles) surpreende a todos com seu testamento --feito nos Estados Unidos, onde ela estava morando. Com diferentes motivações e liderados por Vênus, os irmãos Mancini vão encarar uma missão que transformará suas vidas: além de morar juntos, a despeito das diferenças entre si, eles terão que trabalhar para reconstruir o lugar que marcou o início da gravadora da família, criada por sua avó.

"Isso no Brasil não seria possível porque os testamentos aqui não aceitam as condições. Mas, como a Frida fez o testamento nos Estados Unidos, lá sim você pode colocar condições", reiterou o novelista.

A meta é clara: ao final de um ano, se o desempenho dos irmãos não for satisfatório, eles não ganham nada. Assim, a herança a que teriam direito será entregue a Hans (Raphael Logam), o sobrinho ambicioso que, junto com a mãe, Catarina (Arlete Salles), nunca mediu esforços para atrapalhar a relação entre avó e netos.

"É uma história sobre família e para famílias. São cinco meios-irmãos, filhos do mesmo pai que, enquanto estava vivo, conseguia mantê-los unidos, eles se viam aos finais de semana e eram muito próximos, se amavam. Quando esse pai morre, os irmãos deixam de se ver. As mães se detestam e não querem que eles convivam uns com os outros", justificou Ortiz.

"Então, a partir do falecimento do pai, cada um desses irmãos tem um caminho diferente, vai se distanciando. O sumiço da avó gera a oportunidade de um reencontro e levanta a questão da importância da família. Acho que essa é uma característica com que o público vai se identificar bastante."

A novela, no entanto, abordará muitas outras famílias. Como a de Tom Monteiro (Renato Góes) que, desde que se separou de Paulina (Lucy Ramos) --com quem tem dois filhos--, mora com os pais Brenda (Alexandra Richter) e Ramón (Jayme Periard). Tem ainda Nanda (Ana Carbatti), mãe de Plutão e que criará Electra, que ficou órfã de mãe muito cedo. São essas relações que fizeram a Globo mudar até o título da novela.

"Esse nome faz mais sentido porque não é uma história sobre uma avó que some. É uma história que fala sobre os conflitos familiares, que são comuns --cada um ao seu jeito-- a todo mundo", explicou o novelista.


Resumos Semanais

Resumo de Família É Tudo: Capítulos da semana da novela da Globo - 24/7 a 3/8

Quarta, 24/7 (Capítulo 122)
Electra fica confusa com a história de Luca sobre a farsa. Chicão não deixa Ubaiara pegar o dinheiro de Guto. Vênus comenta com Bia que pretende voltar a investigar a morte de seu pai. Andrômeda desiste ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.