FIM DE NOVELA

Como a união de morte, literatura e Carnaval tornaram Bom Sucesso uma excelente novela?

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Imagem de Antônio Fagundes em cena de Bom Sucesso

Alberto (Antônio Fagundes) ri sozinho com lembrança de Cecília; tema de sua morte foi tratado com leveza por autores

RAPHAEL SCIRE - Publicado em 25/01/2020, às 05h09

Bom Sucesso chegou ao fim com um feito e tanto: conseguiu manter o ritmo inicial ao longo de todo o período em que esteve no ar na faixa das sete da Globo. Mais do que isso, mostrou, em uma mistura inusitada de morte, literatura e Carnaval, que é possível apresentar uma história com simplicidade e, melhor, inteligência.

Ao honrar o gênero, Bom Sucesso prova que a telenovela ainda tem muita lenha para queimar. A simplicidade na composição dos personagens, na direção e na naturalidade da importantíssima mensagem de valorização à literatura que a trama passou encontrou ainda mais força na inteligência do texto de Paulo Halm e Rosane Svartman. 

Os autores trataram de um tema espinhoso como a morte com leveza, através de uma mensagem positiva, e inseriram na mistura o Carnaval, trazendo alegria às trajetórias de Paloma (Grazi Massafera) e Alberto (Antonio Fagundes).

Bom Sucesso não se esquivou de polêmicas, abriu espaço para a diversidade, dialogou abertamente com o atual momento da sociedade e ainda fez piada com frases estapafúrdias ditas pelo presidente Jair Bolsonaro e reproduzidas nos absurdos cometidos pelo vilão Diogo (Armando Babaioff).

Diogo, aliás, foi um dos grandes acertos da história: encontrou um intérprete que soube incorporar os elementos cinismo, arrogância e vaidade sem subir o tom e colocou Babaioff em outro patamar de carreira. A dobradinha com Gisele (Sheron Menezzes) também funcionou desde a primeira cena dos dois. 

Cumplicidade, por sinal, foi algo que sobrou na história: Peter (João Bravo) e Sofia (Valentina Vieira), as crianças prodígios, e Paloma e Alberto, são dois exemplos de duplas que funcionaram perfeitamente. O elenco, muito bem entrosado, não teve uma sequer derrapada e até as participações especiais (Marisa Orth, Marcelo Faria, Angela Vieira) ajudaram a engrandecer a trama em momentos pontuais. 

O folhetim teve sim uma pequena dobra --justiça seja feita-- na época do acidente de Gabriela (Giovanna Coimbra) e no drama da doação de sangue pelo pai mau-caráter. O trecho não comprometeu, apenas pecou por se estender um pouco mais que o necessário. Por outro lado, também serviu para injetar bastante ação à comédia romântica.

Por fim, o folhetim das sete consagrou Grazi Massafera como estrela do primeiro time da Globo. A cena em que Paloma e Alberto desfilam no Carnaval foi apoteótica e emocionante. Gravada na folia de 2019, a sequência deixou claro que os intérpretes já haviam encontrado o tom de seus personagens antes mesmo de a novela entrar no ar.

O final da história já vinha sendo trabalhado havia uma semana, com os desfechos de coadjuvantes apresentados aos poucos.

Sem surpresa, e tal qual a novela como um todo, o capítulo derradeiro emocionou, mas nem por isso escapou dos clichês do gênero: teve sequestro (relâmpago, mas teve), gravidez, casamento (ecumênico, é verdade), e até momentos A Viagem (1994), com Cecília (Ana Lucia Torre) conduzindo Alberto à morte, as alucinações de Diogo na cadeia e o bem escrito diálogo entre Paloma e o editor.

Faltou apenas uma explicação sobre como Diogo e Gisele conseguiram escapar do incêndio. Salve-se Quem Puder, a substituta da faixa, tem uma missão bastante ingrata: manter o público conquistado pela antecessora. Desta vez, o nível de exigência por qualidade está altíssimo. Bom Sucesso fez muito e fez bonito.


Este texto não reflete necessariamente a opinião do Notícias da TV.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações exclusivas de Bom Sucesso e de outras novelas!

Últimas de Bom Sucesso

Resumos semanais

Resumo da novela Bom Sucesso: Capítulos de 22 a 25 de janeiro

Quarta, 22/1 (Capítulo 153)
Nana consente que Batista leve Alberto para o Sambódromo. Ramon conta ao garçom da pousada seu plano para pedir Francisca em casamento. Vera deixa escapar para Eugênia que Vicente foi para um camping. Francisca aceita ... Continue lendo

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é a mãe mais surtada de Amor de Mãe?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook