Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

A DONA DO PEDAÇO

Cinquentona, Deborah Evelyn deixa 'patinho feio' para trás e vira sex symbol

Reprodução/TV Globo

A atriz caracterizada como Lyris em A Dona do pedaço, com um vestido azul e sorriso no rosto

Deborah Evelyn passou a receber mais elogios na rua graças à fogosa Lyris da novela das nove

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro

vilela@noticiasdatv.com

Publicado em 29/9/2019 - 5h17

Deborah Evelyn está adorando mexer com o imaginário masculino na pele da fogosa Lyris em A Dona do Pedaço. Aos 53 anos, a atriz desponta como sex symbol depois de uma série de personagens retraídas e neuróticas. Agora, coleciona elogios nas ruas e, inclusive, alguns fãs chegam a pedir seu endereço para entregar o famoso bolo de limão.

No folhetim de Walcyr Carrasco, a guloseima é a senha que a personagem usa para "terceirizar" o sexo com o entregador Tonho (Betto Marque). Casada com o arquiteto alemão Detlev Schneider desde 2014, a artista não vê problema nenhum no assédio do público, mesmo daqueles mais assanhadinhos.

"Até os comentários que poderiam ser maldosos são feitos de uma maneira muito carinhosa, então levo tudo numa boa", admite a atriz ao Notícias da TV.

O papel contrasta justamente com um de seus primeiros trabalhos na televisão, a Raquel de Hipertensão (1986), uma jovem insegura com a própria aparência. "Era um patinho feio, começava com óculos e aparelho nos dentes e se transformava", relembra ela, radiante em poder mostrar ao público um lado mais leve depois de tantos trabalhos densos e dramáticos.

Deborah, afinal, nunca teve problema em deixar a vaidade de lado --como na Basília de A Muralha (2000), em que uma cicatriz cortava o rosto de fora a fora. Da mesma forma, deixou as reservas de lado ao se inspirar em Lyris para posar pela primeira vez em fotos sensuais para o site oficial da novela.

"Sempre achei que não tinha um motivo, não ia somar nada na minha carreira. Acabou que adorei o resultado", celebra. Apesar de muito bem resolvida com o próprio corpo, ela explica que viu sua sensualidade aflorar mais graças à ex-mulher de Agno (Malvino Salvador). "Deu uma alegria", brinca.

Mesmo com a repercussão positiva em torno de seu trabalho, Evelyn lamenta que ainda seja um tabu para mulheres maduras falarem abertamente sobre sexo, sobretudo no horário nobre da TV. "É algo positivo, saudável, faz parte do ser humano. Por que a gente não tem direito de satisfazer os nossos desejos, como os homens sempre tiveram?", protesta.

E se para ser feliz for preciso "terceirizar", como faz Lyris, tudo bem também. "A vida é uma só, a gente não tem que colocar a nossa felicidade na mão dos outros", arremata a atriz da novela das nove.


Últimas de A Dona do Pedaço


Resumos Semanais

Resumo da novela A Dona do Pedaço: Capítulos de 20 a 22/11

Quarta, 20/11 (Capítulo 159)
Amadeu consegue a redução de pena para Jô. Fabiana garante a Evelina e Antero que se tornará freira. Chega o dia do casamento de Evelina e Antero. Cornélia presenteia Marlene com um vestido branco e Evelina ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?