'VOU TE DESTRUIR'

Bom Sucesso: À beira da morte, Alberto pede perdão a rival e é humilhado

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Antonio Fagundes contracena com Valentina Vieira em cena de Bom Sucesso, novela das sete da Globo

Conversa com Sofia (Valentina Vieira) fará Alberto (Antonio Fagundes) repensar seus atos do passado

REDAÇÃO - Publicado em 01/09/2019, às 08h51

Certo de que sua morte está cada vez mais próxima, Alberto (Antonio Fagundes) decidirá corrigir os erros que cometeu em sua vida. O dono da editora de Bom Sucesso engolirá o orgulho e pedirá perdão a Eric (Jonas Bloch). Acabará humilhado pelo grande rival, que o detonará. "Agora meu único prazer é te destruir", ameaçará.

O pai de Marcos (Romulo Estrela) decidirá procurar o seu desafeto depois de ter uma conversa com Sofia (Valentina Vieira). A menina dirá que Eric terá procurado Paloma (Grazi Massafera). "Ela vai mesmo trabalhar pra ele?", perguntará. "Não tenho como adivinhar o futuro", responderá o livreiro.

"Acho que vai sim. Eu queria mudar isso, vô", soltará a pequena. "O futuro? Eu também. Mas pra isso a gente precisa consertar o passado", filosofará Alberto. "Não entendi", responderá a neta.

O personagem de Antonio Fagundes, então, pedirá à menina que pegue uma pasta com os originais do livro O Satanás Burlesco --nome que Valentina achará estranho. "Nossa, que coisa velha. Tá cheio de poeira", observará ela, que questionará: "Que livro é esse, vô?". "Um livro que eu nunca li, mas que transformou um homem num monstro", falará ele.

A menina perceberá que o livro foi escrito por Eric Feitosa. "Peraí, vô, quem escreveu esse livro foi aquele chato? Que fala mal do senhor?", questionará. "Eu acho que essa raiva toda que ele tem de mim é justamente por causa desse livro", explicará ele.

"Quando eu e Eric éramos jovens, nós nos tornamos amigos pelo amor que tínhamos pela literatura. Ele tinha escrito esse livro e deixou comigo pra que eu avaliasse", continuará o idoso à beira da morte.

A personagem de Valentina Vieira perguntará se o avô leu o original, e ele negará. "Por quê?", insistirá ela. "Me pergunto isso até hoje. Eu era jovem e besta. Acho que foi por medo. De que o livro fosse bom."

Sofia ficará confusa, e Alberto abrirá o jogo. "Eu e esse Eric disputamos o amor da sua avó. Cecília quis ficar comigo, mas eu tinha ciúmes, fiquei inseguro e fui mesquinho. Falei pro Eric que o livro dele era um lixo e que tinha jogado fora", explicará. "Que coisa feia, vô", advertirá a menina. "Horrível", concordará o senhor.

Perdão e ameaças

Na tentativa de consertar seu erro de décadas atrás, o livreiro ligará para Eric e dirá que tem algo que gostaria de lhe entregar pessoalmente. Ficará surpreso quando o rival aparecer em sua casa. "Por que eu não viria? Estou curioso. Vai me entregar as chaves da sua editora falida?", provocará o personagem de Jonas Bloch.

Alberto ignorará a alfinetada e dará os originais do livro. "Está aqui o seu livro. Completo. Exatamente como você me entregou há quase 50 anos atrás", dirá. "Por que isso agora?", estranhará o rival.

"Como você bem sabe eu vou morrer em breve. Hoje eu vejo como eu te prejudiquei, eu fui mesquinho, me arrependo profundamente", se desculpará o editor. "Você acha que vou me comover com isso?", minimizará Eric.

"Eu te devo isso. Você tinha razão. Eu sumi com seu livro porque tinha ciúmes da Cecília. Pra ser sincero, nunca li", admitirá o personagem de Fagundes. "Canalha. Você me disse que era um lixo!", reclamará o rival.

Alberto reconhecerá que mentiu, e pedirá desculpas. "Sei que não posso mudar o que aquele rapaz irresponsável, apaixonado e leviano fez contra você no passado. Mas posso tentar fazer o que é correto hoje. Você é um homem rico, se quiser pode publicar este livro."

Eric pegará todas as folhas de seu original e as jogará com tudo em cima de Alberto, surpreendendo o moribundo. "Mas Eric... O seu livro! A causa de todo o ódio que você tem por mim!", dirá o protagonista, em choque.

"Esse livro era importante naquela época, era meu sonho de juventude. Hoje não significa mais nada. Você conseguiu enterrar meu prazer pela literatura. Agora meu único prazer é te destruir", ameaçará o rival.

Alberto dirá que vingança não leva a nada. Você é rico, bem-sucedido, deveria esquecer esse velho moribundo e me deixar morrer em paz", pedirá. "Nunca. Sou credor da Prado Monteiro e logo sua editora vai ser minha. Amanhã, meu motorista vai buscar sua querida Paloma que começa a trabalhar pra mim. Isso é só o começo. Vou continuar saboreando seu sofrimento até o dia da sua morte", falará Eric.

A sequência irá ao ar no capítulo do dia 19 de Bom Sucesso.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações exclusivas de Bom Sucesso e de outras novelas!

Últimas de Bom Sucesso

Resumos semanais

Resumo da novela Bom Sucesso: Capítulos de 22 a 25 de janeiro

Quarta, 22/1 (Capítulo 153)
Nana consente que Batista leve Alberto para o Sambódromo. Ramon conta ao garçom da pousada seu plano para pedir Francisca em casamento. Vera deixa escapar para Eugênia que Vicente foi para um camping. Francisca aceita ... Continue lendo

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook