TIPO EXPORTAÇÃO

Com novo acordo, novelas da Globo chegarão a 10 milhões de lares latinos

João Miguel Júnior/TV Globo

Marina Ruy Barbosa e Alexandre Nero em cena da novela Império, parte do acordo com a Atresmedia - João Miguel Júnior/TV Globo

Marina Ruy Barbosa e Alexandre Nero em cena da novela Império, parte do acordo com a Atresmedia

REDAÇÃO - Publicado em 09/10/2018, às 12h26

A Globo fechou um novo acordo que levará suas novelas e séries para 10 milhões de lares hispânicos na América Latina e nos Estados Unidos. O acerto com a gigante Atresmedia dá à empresa espanhola prioridade na aquisição dos direitos de exibição de atrações da Globo para a TV paga com o canal Atreseries, que também distribui para o público latino programas como a espanhola Merlí, e as norte-americanas Law & Order e NCIS.

Ainda neste mês, a grade do Atreseries começará a exibir as novelas Império (2014), ganhadora do Emmy Internacional, e Cheias de Charme (2012), além da série Dupla Identidade (2014) _para o mercado latino, as atrações foram rebatizadas de Imperio, Encantadoras e Ojos Sin Culpa, respectivamente.

Com o acordo, o canal pago exibirá 500 horas anuais de programação da Globo. A aliança ainda abre portas para outras possibilidades de mercado. "Essa parceria pode render coproduções de programas originais voltados para o público internacional, feitos no Brasil ou mesmo fora dele", adiantou Raphael Côrrea Netto, diretor executivo de Negócios Internacionais da Globo, ao site da revista Variety.

Ter a Atresmedia na sua cartela de aliados também é uma vitória para a Globo. Afinal, a gigante espanhola é simplesmente a produtora por trás do fenômeno La Casa de Papel, distribuída mundialmente pela Netflix.

"Dadas as mudanças que estão ocorrendo no setor, é essencial buscar alianças internacionais para competir com os grandes players. Não poderíamos ter encontrado um parceiro melhor do que a Globo. Suas séries e novelas, além de possuírem um excepcional nível de qualidade, são um complemento perfeito para os conteúdos produzidos pela Atresmedia e colocarão o Atreseries em um nível superior", afirmou Javier Nuche, diretor-geral da Atresmedia Internacional.

"Estamos muito felizes. Este acordo garante à Globo ainda mais acesso a esses mercados estratégicos. Por meio desta parceria, nossos conteúdos chegarão a mais de 10 milhões de lares na América Latina e na América do Norte", falou Côrrea Netto em comunicado divulgado à imprensa.

Com o novo acordo, o Atreseries ganhará até uma nova faixa de programação, no fim de noite. No horário, serão exibidas as chamadas "superséries" da Globo (novelas das 23h, como Os Dias Eram AssimOnde Nascem os Fortes). Séries curtas, como Dupla Identidade, entrarão no horário nobre. Já as novelas mais leves, caso de Cheias de Charme, passarão em uma sessão vespertina.

Para Nuche, as produções da Globo têm mais a ver com o público latino buscado pela Atresmedia do que séries de países europeus ou de língua inglesa. "Tem um sentimento, um elo emocional e de conteúdo, além de uma maneira de apresentar tudo isso que nos separa das produções nórdicas, por mais qualidades que elas tenham", declarou.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?
Sim, é um programa clássico, só precisa de pautas melhores.
24.20%
Talvez, se trocarem os apresentadores por nomes consagrados.
12.08%
Não, não tem mais relevância alguma.
49.81%
Só se contratarem Fabiola Reipert e chamarem de A Nova Hora da Venenosa.
13.91%

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook