LONGAS QUE VALEM OURO

Ver vencedores do Oscar em casa sai mais barato que pipoca e refri no cinema

Divulgação/Warner Bros.

Tom Hardy em cena do filme Dunkirk, ganhador de três Oscars e já disponível na TV paga - Divulgação/Warner Bros.

Tom Hardy em cena do filme Dunkirk, ganhador de três Oscars e já disponível na TV paga

REDAÇÃO - Publicado em 06/03/2018, às 06h05

Três dos filmes vencedores do Oscar 2018 já estão disponíveis na TV paga, e vê-los em casa sai mais barato do que comprar um combo de pipoca e refrigerante em uma grande rede de cinemas.

Alugar os longas Corra!, Dunkirk e Blade Runner 2049 custa R$ 37,25 no Now, enquanto um balde de pipoca e dois copos de refrigerante sai por R$ 45 no Cinemark. A conta sai ainda mais barata se você for assinante do pacote Telecine e esperar até o próximo domingo. É que Corra! estreia nos canais lineares no próximo sábado. No dia seguinte, passa a ser oferecido sem custo extra também no vídeo sob demanda.

Ganhador dos Oscars de melhor cinematografia e efeitos visuais, Blade Runner 2049 é o mais barato entre os três longas: no Now, serviço de vídeo sob demanda para clientes da Net e da Claro TV, está em promoção, por R$ 7,45. O terror Corra! (melhor roteiro original) e o drama de guerra Dunkirk (montagem, edição de som e mixagem de som) saem por R$ 14,90 cada _mais baratos até do que uma meia-entrada.

A história de Blade Runner 2049 se passa 30 anos depois do original (1982) e gira em torno de K (Ryan Gosling), um androide que trabalha para a polícia de Los Angeles, caçando e destruindo modelos antigos que continuam à solta.

Quando ele descobre que seus chefes estão mentindo, parte em uma missão em busca da verdade e se depara com Deckard (Harrison Ford), o protagonista do filme original. Além das duas estatuetas, o longa concorreu a outros três Oscars.

Superprodução que remonta à Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o longa dirigido por Christopher Nolan conta a história real da batalha de Dunkirk (França), com conflitos que colocam os soldados aliados contra o exército alemão na terra, no mar e no ar. Dunkirk ganhou três Oscars e foi indicado a outros cinco.

Uma das grandes surpresas de 2017, Corra! marcou a estreia do comediante Jordan Peele como diretor. O terror com crítica social conta a história de Chris (Daniel Kaluuya), um rapaz negro que encontra os pais da namorada branca (Alison Williams) pela primeira vez. Aos poucos, o racismo dos personagens vem à tona. Peele fez história ao se tornar o primeiro negro a vencer o Oscar de roteiro original.

divulgação/fox

Sally Hawkins e Doug Jones vivem uma história de amor em A Forma da Água: na TV em maio

Outros grandes vencedores do Oscar 2018 já têm data para chegar à TV paga: A Forma da Água, que levou melhor filme e mais três estatuetas, chega ao Now em 3 de maio. A fábula dirigida por Guillermo del Toro conta a história de uma relação inusitada entre uma faxineira muda (Sally Hawkins) e uma criatura aquática (Doug Jones), em meio ao conflito ideológico entre Estados Unidos e Rússia.

Em 4 de abril, a animação Viva - A Vida É uma Festa! fará a alegria da criançada e emocionará os adultos com uma história de uma família mexicana que busca manter as tradições do Día de los Muertos ao mesmo tempo em que evita segredos do passado. Com o selo Disney/Pixar de qualidade, o longa venceu os Oscars de melhor animação e canção original.

O romance Me Chame Pelo Seu Nome, vencedor do Oscar de roteiro adaptado e indicado a melhor filme, ator e canção, também chega ao Now em abril, em data ser confirmada. No mês seguinte, estreiam Trama Fantasma (dia 16), que levou a estatueta de melhor figurino, e Três Anúncios para um Crime (dia 17), que recebeu os prêmios de melhor atriz e de melhor ator coadjuvante.

Notícias da TV Recomenda

Corra!

Corra!

Ficha técnica: Get Out. EUA, 2017, 104 min. Direção: Jordan Peele. Elenco: Daniel Kaluuya, Alison Williams, Bradley Whitford, Catherine Keener. Disponível no Now.

Por que assistir: Escrito e dirigido pelo comediante Jordan Peele, Corra! escancara o preconceito e o racismo de forma brutal e assustadora. O longa foi indicado a quatro categorias do Oscar, incluindo melhor filme, diretor para Peele e ator para Kaluuya. Ganhou a estatueta de melhor roteiro original para Peele, uma façanha para um gênero tradicionalmente esnobado pelos votantes.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?
Sim, é um programa clássico, só precisa de pautas melhores.
24.20%
Talvez, se trocarem os apresentadores por nomes consagrados.
12.08%
Não, não tem mais relevância alguma.
49.81%
Só se contratarem Fabiola Reipert e chamarem de A Nova Hora da Venenosa.
13.91%

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook