Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

FILME PARA FAMÍLIA

A Princesa e o Sapo na Sessão da Tarde: Cinco curiosidades sobre a animação da Disney

FOTOS: REPRODUÇÃO/DISNEY

O príncipe Naveen transformado em sapo e Tiana com um vestido azul e tiara em A Princesa e o Sapo

Naveen transformado em sapo com Tiana em A Princesa e o Sapo, filme da Sessão da Tarde desta quinta (28)

DÉBORA LIMA

Publicado em 28/5/2020 - 5h00

A Globo exibe a animação A Princesa e o Sapo na Sessão da Tarde desta quinta-feira (28), às 14h56 (horário de Brasília). Lançado em 2009, o filme conta a história da batalhadora e ambiciosa Tiana, uma jovem que sonha em abrir o próprio restaurante. A vida dela muda ao conhecer Naveen, um príncipe transformado em sapo por um feiticeiro.

Ainda criança, Tiana aprendeu a cozinhar com o pai. Para homenageá-lo após a morte, ela passou a sonhar em um dia gerenciar um restaurante só dela em Nova Orleans. Para atingir o objetivo, a protagonista trabalha em dois empregos para juntar o máximo de dinheiro possível.

Além disso, a jovem ainda aceita trabalhar na festa realizada por Charlotte LaBouff, sua amiga de infância, para conseguir a quantia necessária do aluguel do imóvel de seus sonhos. Charlotte, por sua vez, deseja conquistar o príncipe Naveen, que acaba de chegar à cidade e estará na celebração. 

As coisas começam a sair do controle quando, após um incidente na festa, Tiana precisa usar um dos vestidos da melhor amiga, fazendo com que ela se pareça uma princesa. É nesse momento que surge um sapo, anunciando ser Naveen sob o feitiço do maldoso Dr. Facilier.

Para quebrar a magia, o príncipe pede para que Tiana lhe beije. A garota acha a ideia repugnante, mas aceita ao receber a promessa de Naveen de que conseguirá para ela o dinheiro necessário para montar o restaurante. Só que, ao beijá-lo, ao invés de ele se tornar humano novamente, é Tiana quem se transforma em sapo. Os dois precisam superar as diferenças e juntos buscar uma forma de acabar com o feitiço.

Confira cinco curiosidades sobre animação da Disney:

Até que enfim...

Depois de mais de 70 anos da criação da primeira princesa da Disney --Branca de Neve, em 1937--, a companhia lançou A Princesa e o Sapo, o primeiro filme protagonizado por uma princesa negra.

Tal fato fez até o nome da animação ser alterado. Inicialmente, o título original seria The Frog Princess (algo como A Princesa Sapa), mas a Disney resolveu mudá-lo após receber diversas reclamações de preconceito racial.

Estudo de campo

Os protagonistas passam grande parte do longa transformados em sapos. Para deixá-los mais realistas, os animadores e produtores de desenvolvimento visual decidiram analisar melhor os animais. Anfíbios de verdade foram colocados no estúdio para os desenhistas estudarem como eles se comportavam.

Ray, Tiana e Naveen em A Princesa e o Sapo; produtores estudaram movimento dos animais


Homenagens

Por se passar em Nova Orleans, cidade dos Estados Unidos vista como berço do jazz, A Princesa e o Sapo é embalado pelo ritmo musical. O nome do crocodilo Louis é em homenagem ao mestre do jazz Louis Armstrong (1901-1971), nascido em Nova Orleans. O músico é compositor da música What a Wonderful World e foi reconhecido mundialmente pelo grande talento musical.

Além disso, o vagalume Ray é uma homenagem ao pianista Ray Charles (1930-2004), um dos pioneiros da música soul, blues, jazz que ajudou a definir o formato do ritmo ainda no fim dos anos 1950, além de ter sido um inovador intérprete de R&B.

Amor impossível?

Por falar no vagalume amigo de Tiana e Naaven, durante todo o filme Ray deixa claro seu grande amor por Evangeline, a estrela mais brilhante do céu. Porém, Evangeline é na verdade o planeta Vênus. Na mitologia grega, Vênus é a deusa do amor.

Inspiração

Mama Odie foi inspirada e criada em homenagem a Coleen Salley (1929-2008), uma famosa contadora de histórias de Nova Orleans. Os produtores buscaram reproduzir a autora até na voz da personagem, que foi dublada pela atriz Jenifer Lewis.

Coleen chegou a se reunir diversas vezes com os diretores John Musker e Ron Clements, mas morreu antes de ver o filme acabado. O nome dela é mencionado nos créditos finais da animação.

Assista abaixo ao trailer de A Princesa e o Sapo, atração da Sessão da Tarde:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você acha que a Globo deu um tiro no pé em reprisar uma novela tão recente como A Força do Querer?

Sim, 2017 é logo ali
21.50%
Não, a novela merece ganhar esse espaço atual
18.71%
Vacilaram, tinham outras opções
42.04%
Não vejo, não sou capaz de opinar
17.75%