Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NO SUPERCINE

Globo transforma Nada Será Como Antes em filme no aniversário dos 70 anos da TV

ESTEVAM AVELLAR/TV GLOBO

Em um estúdio de rádio, Saulo (Murilo Benício) conversa com Veronica (Débora Falabella) em Nada Será Como Antes (2016)

Saulo (Murilo Benício) e Veronica (Débora Falabella) em Nada Será Como Antes (2016); série vira filme

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 19/9/2020 - 4h57

A Globo transformou a série Nada Será Como Antes (2016) em filme como parte da comemoração do aniversário de 70 anos da televisão no Brasil. A edição especial será exibida na madrugada de sábado (19) para domingo (20) no Supercine, à 1h05 (horário de Brasília). Ambientada entre os anos 1940 e 1950, a trama mostra o romance do empreendedor Saulo (Murilo Benício) e da locutora de rádio Verônica (Débora Falabella), que depois se torna uma estrela da TV.

A trajetória do casal acompanha a transformação dos meios de comunicação do país. Paralelamente ao drama dos protagonistas, também tem destaque a história em torno dos irmãos Otaviano (Daniel de Oliveira) e Julia (Leticia Colin), jovens ousados da alta sociedade carioca que apostam no sonho de Saulo de trazer a televisão para o Brasil.

O autor Guel Arraes foi responsável pelo processo de edição para transformar a série em telefilme. "Temos a novela propriamente dita que era encenada na trama, uma história do século 19. Como o gênero é o centro da televisão brasileira, optamos por trazer as duas 'novelas' para o mesmo plano e como pano de fundo seguimos com as referências que usamos para contar a história da televisão e o sentimento que existia de crença no Brasil, que nessa época era chamado o 'país do futuro'", explica.

"Nós nos debruçamos sobre as histórias dos pioneiros da televisão e nas nossas próprias vivências, já que estamos há muito tempo no meio. Através dos primeiros atores que fizeram televisão, mostramos um Brasil em transformação, principalmente, pelas mulheres, que mudaram padrões e avançaram costumes, modernizando o país", analisa Jorge Furtado, parceiro de Guel Arraes na obra, em comunicado enviado pela Globo à imprensa.

O diretor artístico José Luiz Villamarim ressalta que Nada Será Como Antes não é um documentário, mas representa o cotidiano dos profissionais que trabalham na TV: "É a história de dois personagens que vivem todas as possibilidades de uma relação amorosa profunda, na época em que a televisão era uma aventura. A paixão é o foco da trama, e o pano de fundo é a trajetória da televisão brasileira".

No elenco, ainda estão nomes como Bruna Marquezine, Bruno Garcia, Jesuíta Barbosa, Fabrício Boliveira e Alejandro Claveaux.

Confira a chamada do filme:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?