INFORMAÇÃO ERRADA

Eduardo Bolsonaro compartilha fake news para criticar Dois Papas e Netflix

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Fernando Meirelles dirige o ator Jonathan Pryce em Dois Papas, filme da Netflix

Fernando Meirelles dirige Jonathan Pryce em Dois Papas: cineasta foi alvo de fake news de youtuber

REDAÇÃO - Publicado em 06/01/2020, às 18h21

O deputado federal Eduardo Bolsonaro compartilhou um vídeo em que um youtuber de direita faz uma análise crítica ao trabalho do diretor Fernando Meirelles e de seu filme Dois Papas, da Netflix. O problema é que o conteúdo tem uma fake news, pois o influenciador afirma que Meirelles dirigiu os dois longas Tropa de Elite. Mas, na verdade, o responsável pela trama do capitão Nascimento (Wagner Moura) é José Padilha.

"O diretor do filme é o [Fernando] Meirelles, o mesmo que fez Tropa de Elite 1 e Tropa de Elite 2. O Fernando Meirelles está pagando a sua penitência com a esquerda até hoje pela besteira, para os esquerdistas, que ele fez no Tropa de Elite", erra o youtuber Bernardo Küster no vídeo compartilhado por Bolsonaro em seu Twitter.

De acordo com a ideia defendida pelo influenciador, a proposta era jogar a população contra a polícia ao retratar o capitão Nascimento como um policial "mau e bandido, mas ele se tornou um ícone e herói nacional. Ou seja, o tiro saiu pela culatra no Tropa de Elite".

"Agora, ele [Meirelles] está tentando se refazer com a esquerda porque o pessoal não aguenta mais o capitão Nascimento como herói nacional", justifica Küster.

Na sequência, ele ataca a produtora e distribuidora do longa: a Netflix. "A Netflix está se tornando uma plataforma eminentemente anticristã", opina, ao citar o polêmico especial de Natal do Porta dos Fundos.

Para o youtuber, Dois Papas é uma história ficcional, com apenas alguns poucos elementos baseados na realidade. O influenciador defende que Meirelles quis pintar o papa Bento 16 como vilão por ser conservador.

Nos comentários do vídeo, alguns seguidores alertaram o youtuber sobre o erro de informação de Meirelles. Ele, então, fez a correção na descrição do conteúdo: "Fernando Meirelles foi diretor de Cidade de Deus, e não de Tropa de Elite. Isso não anula o fato de que ele é um esquerdista".

Eduardo Bolsonaro também foi alertado da fake news por usuários no Twitter, mas manteve o post e não respondeu a nenhuma das críticas. Veja abaixo a publicação: 

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você vai acompanhar Salve-se Quem Puder?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook