Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ESTREIA

Com Tessa Thompson apática, Sylvie's Love é romance desinteressante do Prime Video

Divulgação/Prime Video

Tessa Thompson e Nnamdi Asomugha em cena do filme Sylvie's Love

Tessa Thompson e Nnamdi Asomugha em Sylvie's Love; filme estreia no Prime Video nesta sexta (25)

ANDRÉ ZULIANI

andre@noticiasdatv.com

Publicado em 25/12/2020 - 6h50

Um drama de época sobre um amor que resiste através do tempo. A descrição de Sylvie's Love (2020), filme que estreia no Prime Video nesta sexta-feira (25) pode chamar a atenção dos assinantes entusiastas de romances, mas a produção funcionaria melhor se fosse além do lugar-comum do gênero. Com uma atuação apática da protagonista Tessa Thompson, o longa acaba se tornando uma opção desinteressante.

A trama começa no ano de 1957, em uma época na qual a cidade de Nova York, nos Estados Unidos, era tomada por bares de jazz e jovens cheios de esperança. Logo no início, Robert (Nnamdi Asomugha), um saxofonista que sonha com o sucesso, resolve entrar em uma loja de discos ao avistar uma bela vendedora.

Depois de hesitar um pouco, o rapaz finalmente toma coragem e puxa assunto com a moça, que se apresenta como Sylvie (Tessa Thompson), a cínica filha do dono da loja e noiva do rico e (convenientemente) ausente Lacy (Alano Miller). Apesar de a moça não lhe dar bola, Robert convence o pai dela, o Sr. Jay (Lance Reddick), a contratá-lo como ajudante.

Feitas as apresentações, o primeiro ato do filme corre para recolocar seus protagonistas em suas confortáveis (e já batidas) posições dentro de uma narrativa dramática. Após um verão inteiro trabalhando juntos, Syilve e Robert se apaixonam, apesar de todos os obstáculos --do noivado da jovem à reprovação do romance por sua mãe.

A primeira grande virada começa quando a banda do rapaz recebe uma proposta para fazer uma turnê na Europa. Apesar das juras de amor, Robert embarca, deixando Sylvie e seu sonho da moça de trabalhar na televisão nos Estados Unidos.

A história de amor de dois amantes separados pelo destino é tão velha quanto a época em que se passa o filme. O diretor Eugene Asher, ainda inexperiente em longa-metragens, só tenta dar à narrativa um ar contemporâneo ao colocar um casal afro-americano como protagonista de seu drama de época.

No entanto, Sylvie's Love parece gastar sua qualidade na tentativa bem-sucedida de reviver a Nova York dos anos 1950, e se esquece de dar a atenção necessária para criar um romance minimamente convincente. Os anos passam, e os desencontros entre Sylvie e Robert acontecem sem que se tenha uma noção exata da dimensão de como o tempo e suas conversas impactaram um ao outro.

Essa falta de clareza diminui a carga dramática buscada para o filme. O público sabe que o grande amor de Sylvie é Robert, mas não a vê sentir sua ausência. Isso afeta não só a história como a atuação de Tessa. A jovem já mostrou ter enorme talento em outras produções, mas parece subaproveitada no filme do Prime Video e faz uma atuação apenas protocolar.

Com tantos problemas, fica difícil criar uma empatia pela união do casal. Apresentado como um dos grandes obstáculos do início, Lacey, noivo de Sylvie, entra e sai da trama como um mero coadjuvante. Sabendo dos detalhes de seu casamento, torna-se mais fácil sentir pena do rapaz por ser a segunda opção do que torcer pela chegada de Robert.

Conforme os minutos passam, torna-se claro que o filme tem seus momentos mais interessantes quando foca nas histórias paralelas de seus personagens. Sylvie chega cada vez mais perto de seu sonho profissional e pouco necessita de um romance em sua vida, enquanto Robert e sua sofrida luta para vingar no mercado musical também se apresentam como uma opção melhor do que o arco principal.

No final, Sylvie's Love acaba se tornando um filme aquem do que poderia ser ao se tornar refém de sua proposta inicial. A insistência em juntar o casal tira sua força e o impede de continuar o fortalecimento do personagem de Tessa. Sylvie é mais forte do que muitas mocinhas em dramas da época, e seria ainda mais caso não ficasse presa ao eterno vaivém de um romance desinteressante.

Confira abaixo o trailer de Sylvie's Love:

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Quem foi o melhor ator ou atriz de novela do ano?

Web Stories

+
Mansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do ator

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas