LONGE DE CASA

Após 11 anos e 22 filmes, Homem-Aranha encerra saga da Marvel com romance teen

Fotos: Divulgação/Sony Pictures

Zendaya (MJ) e Tom Holland (Peter Parker) em cena do filme Homem-Aranha: Longe de Casa - Fotos: Divulgação/Sony Pictures

Zendaya (MJ) e Tom Holland (Peter Parker) em cena do filme Homem-Aranha: Longe de Casa

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 04/07/2019, às 04h53

[Atenção: Este texto contém spoillers dos filmes anteriores da Marvel]

Homem-Aranha: Longe de Casa, que chega aos cinemas nesta quinta (4), encerra a chamada Saga do Infinito da Marvel de maneira inusitada: depois de 22 longas lançados em 11 anos, a nova aventura do Cabeça de Teia aposta no romance teen para agradar aos fãs.

A história mostra a turma do colégio de Peter Parker (Tom Holland) em uma excursão de férias pela Europa, como uma forma de se recuperar do trauma causado por Thanos (Josh Brolin) em Guerra Infinita (2018) e Ultimato (2019).

Peter, identidade secreta do Homem-Aranha, só pensa em descansar e tentar superar o luto da morte do Homem de Ferro (Robert Downey Jr.). Para dar um novo rumo em sua vida, ele também planeja aproveitar as belas paisagens europeias para se declarar à amiga MJ (Zendaya), por quem se descobriu apaixonado.

O longa inicialmente parece uma comédia adolescente típica da Sessão da Tarde, com uma turma de estudantes vivendo altas confusões no Velho Continente. Mas tudo muda quando Peter é convocado por Nick Fury (Samuel L. Jackson) para retomar seu alter ego heroico e combater os Elementais, quatro monstros gigantes que usam poderes de terra, água, fogo e ar.

Parker até reluta em vestir a roupa do Aranha novamente, mas acaba cedendo quando percebe que "grandes poderes trazem grandes responsabilidades". Ele também fica empolgado ao descobrir um novo aliado: Mysterio (Jake Gyllenhaal), um homem poderoso que revela a existência de universos paralelos.

Peter Parker e Mysterio (Jake Gyllenhaal) se cumprimentam em cena do novo Homem-Aranha

Os combates entre bem e mal são intercalados com as tentativas do protagonista de se declarar para MJ, sempre interrompidas por ameaças monstruosas. Também pesa contra o possível romance o fato de Peter precisar esconder sua identidade da sua crush --apenas seu melhor amigo, Ned (Jacob Batalon), sabe que ele é o herói.

Luto e responsabilidade

A escolha de Longe de Casa para encerrar a Saga do Infinito é, no mínimo, arriscada. Depois dos combates grandiosos e que envolveram vários planetas e múltiplas raças nos últimos filmes, o novo longa parece pequeno em comparação.

No entanto, o Homem-Aranha ganha pontos justamente por focar nos conflitos internos do herói. Peter Parker precisa lidar com o luto e com a responsabilidade de ser um dos Vingadores, enquanto enfrenta os conflitos típicos da adolescência. Ainda há grandes embates, com direito a muitas explosões. Mas, mesmo em um mar de computação gráfica, o protagonista consegue manter sua humanidade.

A Marvel tem feito mistério sobre qual será a próxima fase de seu Universo Cinematográfico, e Longe de Casa não dá grandes dicas do que está por vir. Mas, para os fãs mais afoitos, fica a dica: ao contrário do que ocorreu em Ultimato, o novo longa tem duas cenas pós-créditos --e vale a pena esperar por elas no cinema.

Confira o trailer de Homem-Aranha: Longe de Casa:

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é o casal mais quente de A Dona do Pedaço?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook