SUAVE NA NAVE

Zezé Motta foge de perrengue na pandemia: 'Trabalho mais que antes'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A atriz Zezé Motta com óculos de grau vermelhos em frente a uma estante de livros

A atriz Zezé Motta durante entrevista no RJ1: atriz se dedica a ações filantrópicas na quarentena

REDAÇÃO - Publicado em 01/08/2020, às 13h18

Zezé Motta vai na contramão da maioria da classe artística e confessa que não enfrentou perrengue por causa da falta de oportunidades profissionais em meio à pandemia de coronavírus (Covid-19). Mesmo com cinemas e teatros fechados, a atriz tem se virado nas redes sociais para ajudar os colegas sem a mesma sorte.

"Tenho trabalhado mais na pandemia do que antes. Não paro. Estou fazendo uma campanha para o Retiro do Artistas e também com o sindicato de músicos, uma classe que ficou à deriva com essa crise sanitária. Tenho feito de duas a três lives por dia [para dar uma força], explicou a artista em entrevista ao RJ1 neste sábado (1º).

Após uma participação em Salve-se Quem Puder, ela estava pronta para gravar uma nova produção, mas foi pega de surpresa pela paralisação das gravações nos Estúdios Globo, no Rio. "Estou ensaiando para o seriado Fim, baseado no livro homônimo da Fernanda Torres, que só volta agora em 2021", adianta.

A intérprete também espera a retomada dos espaços culturais para o lançamento de alguns de seus longas-metragens que tiveram a estreia postergada. "Eu não paro de fazer cinema, graças a Deus. Não tenho o hábito de rever os meus trabalhos, mas quando alguém em casa quer ver eu até dou uma olhadinha", confidencia.

Além dos trabalhos sociais, Zezé tem cuidado da casa e de sua saúde mental. "Aproveito para ler uns livros que estão na fila. No momento, estou com um da Djamila Ribeiro que fala da desigualdade social e do direito dos negros. A luta contra o racismo é um trabalho incansável, não pode parar", diz.

Se a pandemia não afetou a sua carreira, o mesmo não pode se dizer das suas noites na cama. "Mexeu com o meu sono. Acordo toda noite, fico pensando na vida. Então ponho uma musiquinha, uns mantras. Ou tomo um vinho, que já dá aquele soninho bom", dispara aos risos.

Recentemente, ela entrega que furou a quarentena por um motivo a que considera justo. "Botei minha máscara, coloquei luvas, passei álcool gel e fui visitar o meu irmão que não vejo desde fevereiro", conclui a fluminense.

Tudo sobre

Globo Zezé Motta

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?
Sinta-se em Casa, com Marcelo Adnet sempre criativo e afiado
10.15%
Diário de um Confinado, com retrato fiel do isolamento social
17.34%
Cada um no seu Quadrado, com suas dinâmicas divertidas
2.39%
Prefiro as reprises das novelas mesmo
70.12%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook